Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como evitar doenças infecciosas

Doenças infecciosas são doenças causadas por microrganismos como vírus, bactérias, protozoários ou fungos. Algumas espécies de bactérias e fungos, por exemplo, estão presente no organismo sem causar qualquer dano ao organismo, no entanto quando há alguma alteração no sistema imune, principalmente, esses microrganismos podem proliferar, causando doença, ou facilitar a entrada de outros microrganismos causadores de doenças.

As doenças infecciosas podem ser adquiridas por meio do contato direto com o agente infeccioso, contato com água ou alimentos contaminados, através da via respiratória, sexual ou por meio de ferimentos causados por animais. Muitas vezes as doenças infecciosas também podem ser transmitidas para outras pessoas, sendo denominadas doenças infectocontagiosas.

Como evitar doenças infecciosas

As principais doenças infectocontagiosas são:

  • Doenças infecciosas causadas por vírus: virose, Zika, ebola, caxumba, HPV e sarampo;
  • Doenças infecciosas causadas por bactérias: tuberculose, vaginose, clamídia, escarlatina e hanseníase;
  • Doenças infecciosas causadas por fungos: candidíase e micoses;
  • Doenças infecciosas causadas por parasitas: doença de Chagas, leishmaniose, toxoplasmose.

A depender do microrganismo causador da doença há o aparecimento de sinais e sintomas característicos da doença, sendo os mais comuns dor de cabeça, febre, náuseas, fraqueza e cansaço. Para que seja feito o diagnóstico, é importante ter atenção aos sintomas e ir ao médico para que seja solicitado a realização de exames laboratoriais de acordo com os sinais e sintomas apresentados pela pessoa e se possa identificar a causa para, assim, poder ser feito o tratamento.

Como evitar

Os microrganismos estão por todo lado, e especialmente em épocas de pandemias, é necessário aprender a se proteger contra as doenças, por isso é importante:

  • Lavar as mãos com frequência, principalmente antes e após as refeições e após utilizar o banheiro;
  • Evitar usar o sistema de ar quente para secar as mãos, pois favorece o crescimento dos germes nas mãos;
  • Possuir a carteira de vacinação atualizada;
  • Conservar os alimentos na geladeira e manter os alimentos crus guardados bem separados dos alimentos cozidos;
  • Manter a cozinha e o banheiro limpos, pois são os lugares em que podem ser encontrados microrganismos com mais frequência; 
  • Evitar o compartilhamento de objetos pessoais, como escovas de dentes ou lâminas.

Além disso é importante levar os animais de estimação ao veterinário com regularidade, bem como manter suas vacinas em dia, pois os animais de estimação podem ser considerados reservatório de alguns parasitas, podendo transmiti-los para seus donos.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...