Remédios para emagrecer: de farmácia e naturais

Para perder peso rápido, a pratica de atividade física regular, e uma alimentação saudável baseada em alimentos naturais e não industrializados é indispensável, mas apesar disso, em alguns casos, o médico pode sentir necessidade de utilizar remédios que aumentam o metabolismo e a queima de gorduras, que reduzem a absorção de gordura no intestino, que reduzem o apetite ou que combatem a retenção de líquidos, normalmente  quando o peso em excesso coloca em causa a vida e bem estar do paciente.

Dentre as melhores soluções para emagrecer estão o chá verde, a quitosana, a goji berry e os medicamentos Saxenda e Orlistat. Veja a seguir a lista completa e para que serve cada um.

Medicamentos de farmácia

Remédios para emagrecer: de farmácia e naturais

Alguns dos medicamentos que podem ser usados para perder peso, que são vendidos em farmácias e devem ser prescritos pelo médico e utilizados de acordo com a sua recomendação são:

1. Sibutramina

A sibutramina atua diminuindo a fome e fazendo com que a sensação de saciedade chegue mais rápido ao cérebro, ajudando a controlar a quantidade de comida ingerida. Dessa forma, este remédio pode ser usado como primeiro tratamento em pessoas com obesidade.

Este remédio não deve ser usado por gestantes, mulheres que amamentam e em casos de doenças cardíacas, anorexia, bulimia, uso de descongestionantes nasais e antidepressivos. Veja os efeitos colaterais da Sibutramina.

  • É ideal para: pessoas que estão fazendo dieta, mas têm muita dificuldade em controlar a fome e vontade de comer alimentos mais gordurosos ou açucarados.
  • Como tomar: em geral, a recomendação é tomar 1 cápsula pela manhã em jejum, mas se a perda de peso não ocorrer após 4 semanas de uso, o médico deve ser consultado para reajustar a dose e reavaliar a prescrição.

2. Orlistat

Também conhecido como Xenical, atua impedindo a absorção de gordura no intestino, o que reduz a quantidade de calorias consumidas, ajudando na perda de peso e no controle do colesterol alto e da obesidade.

O orlistat está contraindicado para gestantes, mulheres que amamentam e pessoas com problemas de má absorção intestinal ou tendência a ter diarreia. Veja o resumo da bula completa de Orlistat.

  • É ideal para: ser utilizado em dias em que se fazem refeições ricas em gordura, por exemplo, para diminuir a quantidade de gordura absorvida e ajudar a manter os resultados da dieta. Idealmente, não deve ser usado como solução para ingerir mais alimentos gordurosos no dia-a-dia.
  • Como tomar: é aconselhado tomar 1 comprimido antes da refeição, de forma a diminuir a quantidade de gordura absorvida nos alimentos.

3. Saxenda

O Saxenda é um medicamento em forma de injeção que só pode ser usado sob prescrição médica. Ele atua no centro da fome e da saciedade fazendo com que a pessoa tenha menos apetite. Além disso, um dos efeitos do medicamento é a mudança no paladar que faz com que os alimentos não tenham um sabor tão agradável.

No entanto, não deve ser usado por pessoas que não sejam consideradas obesas, durante a gravidez ou em adolescentes, porque os efeitos do medicamento não foram esclarecidos nesta faixa etária. Veja a bula completa de Saxenda.

  • É ideal para: pessoas a fazer acompanhamento médico e nutricional para tratar obesidade de IMC superior a 30 Kg/m² ou com IMC superior a 27 kg/m2 e doenças associadas, como hipertensão arterial ou diabetes tipo 2.
  • Como tomar: geralmente basta 1 injeção de Saxenda por dia para conseguir uma redução de 10% do peso em 1 mês. A dose poderá ser aumentada gradualmente, caso o médico recomende.

4. Cloridrato de lorcaserina - Belviq

Belviq é um remédio contra obesidade que atua nos níveis de serotonina do cérebro , diminuindo o apetite e aumentando a saciedade, com poucos efeitos colaterais. Com a redução do apetite é possível ingerir menos alimentos, perdendo peso. Veja a bula desse remédio em: Belviq.

  • É ideal para: pessoas a fazer dieta que precisam diminuir o apetite para evitar o consumo de alimentos com muitas calorias, e emagrecer rápido. No entanto, só pode ser utilizado com receita médica.
  • Como tomar: ingerir 2 comprimidos por dia, um no almoço e outro no jantar.

Remédios naturais para emagrecer

Remédios para emagrecer: de farmácia e naturais

Os melhores remédios naturais para emagrecer são à base de ervas e produtos naturais que melhoram o funcionamento do organismo, como:

1. Chá verde

Tem as propriedades de acelerar o metabolismo e favorecer a queima de gordura, podendo ser consumido em cápsulas ou na forma de chá.

Deve-se consumir de 3 a 4 xícaras do chá por dia ou tomar 2 cápsulas pela manhã e pela tarde, mas está contraindicado para pessoas com sensibilidade à cafeína ou problemas cardíacos.

2. MaxBurn

Suplemento feito a partir de chá verde e açaí, tem o poder de aumentar o metabolismo e diminuir o apetite. Deve-se tomar uma cápsula antes do almoço e do jantar, mas é importante lembrar que a venda deste medicamento foi proibida pela Anvisa.

3. Quitosana

A quitosana é feita a partir de fibras presentes no esqueleto de frutos do mar, ela aumenta a saciedade e diminui a absorção de gordura no intestino. Deve-se tomar 2 cápsulas antes do almoço e do jantar, mas está contraindicada para pessoas alérgicas a frutos do mar.

4. Goji berry em cápsulas

Esse remédio é feito a partir do fruto fresco, e atua no organismo como antioxidante e anti-inflamatório, devendo-se tomar 1 cápsula antes do almoço e do jantar.

É importante lembrar que apesar de naturais, esses remédios estão contra-indicados para mulheres grávidas ou que amamentam, crianças e pessoas com pressão alta ou problemas cardíacos, e que, o ideal é que eles sejam prescritos pelo médico ou pelo nutricionista.

Remédios caseiros para emagrecer

Remédios para emagrecer: de farmácia e naturais

Os remédios caseiros para emagrecer são opções mais fáceis e seguras para serem utilizadas para ajuda na dieta, especialmente de quem sofre com obesidade. Dentre os principais, estão:

1. Água de Berinjela

Para preparar, deve-se cortar 1 berinjela em cubos e deixar de molho em 1 litro de água durante a noite. Pela manhã, deve-se bater tudo no liquidificador consumir ao longo do dia, sem adicionar açúcar.

2. Água de Gengibre

Deve-se adicionar de 4 a 5 rodelas ou 2 colheres de sopa de raspas de gengibre em 1 litro de água gelada, bebendo a mistura ao longo do dia. Para obter melhores resultados, o gengibre deve ser trocado diariamente.

3. Chá diurético de ervas

Para preparar este chá, deve-se adicionar 10 g de alcachofra, cavalinha, sabugueiro, louro e anis, em 1 litro de água fervente. Desligar o fogo e abafar a panela, deixando descansar por 5 minutos. Beber o chá ao longo do dia e seguir o tratamento durante 2 semanas.

Além de conhecer os remédios, é importante lembrar que todos esses medicamentos trazem mais resultados quando aliados a uma alimentação saudável e à prática regular de atividade física.

Como emagrecer sem remédio

Controlar o índice glicêmico dos alimentos é uma ótima forma de emagrecer sem ter que tomar remédio e sem sentir fome. A nutricionista Tatiana Zanin explica o que é, como controlar o índice glicêmico nesse leve e bem-humorado vídeo:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • SANDEEP, Ambore e tal.. A brief overview on chitosan applications. Indo American Journal of Pharmaceutical Research. 3. 12; 1564-1573, 2013
  • Jeffery T.D. Richardson M. L. A review of the effectiveness of hibiscus for treatment of metabolic syndrome. J Ethnopharmacol. 270. 113762; 2021
  • BHARGAVA Amita; TYAGI Garima. An experiment on lemon juice supplementation and weight reduction. Asian Journal of Home Science. 5. 1; 66-69, 2010
  • AJIBOYE Taofeek et al. Antioxidant and drug detoxification potentials of Hibiscus sabdariffa anthocyanin extract. Drug and Chemical Toxicology. 34. 2; 109-115, 2011
  • EXAMINE.COM. Artichoke Extract. Disponível em: <https://examine.com/supplements/artichoke-extract/research/#interactions-with-organ-systems\_liver>. Acesso em 13 Ago 2021
  • OLIVEIRA, L, Claudia; MENDES, A, Jaqueline; FERREIRA, R, O, S, Paula. Aspectos nutricionais e curativos do limão. Revista Conexão Eletrônica - Ciências biomédicas e ciências da saúde. Vol. 16. 1.ed; 2019
  • ALGABRI Sumia, DORO Basma et al. Bay Leaves have antimicrobial and antioxidant activities. Journal of Pathogen Research. 1. 3; 1-5, 2018
  • KHAN, Alam; ZAMAN, Goher; ANDERSON, Richard A. Bay Leaves Improve Glucose and Lipid Profile of People with Type 2. J. Clin. Biochem. Nutr. Vol 44. 52-56, 2009
  • RONDANELLI Mariangela et al. Beneficial effects of artichoke leaf extract supplementation on increasing HDL-cholesterol in subjects with primary mild hypercholesterolaemia: a double-blind, randomized, placebo-controlled trial. International Journal of Food Sciences and Nutrition. 64. 1; 1-9, 2012
  • WANG Jing et al. Beneficial effects of ginger Zingiber officinale Roscoe on obesity and metabolic syndrome: a review. Annals of the New York Academy of Sciences. 83-98, 2017
  • MUSIAL Claudia; KUBAN-JANKOWSKA Alicja et al. Beneficial Properties of Green Tea Catechins. Nutrients. 21. 1-11, 2020
  • UPTODATE. Benefits and risks of caffeine and caffeinated beverages. Disponível em: <https://www.uptodate.com/contents/benefits-and-risks-of-caffeine-and-caffeinated-beverages?search=green%20tea&source=search_result&selectedTitle=4~36&usage_type=default&display_rank=4>. Acesso em 19 Fev 2020
  • PEREIRA, Lucena C. Caraterização química de folhas e atividade antioxidante de extratos de Laurus sp.. Tese de Mestrado, 2014. Universidade de Coimbra.
  • HERBARIUM. Cavalinha: Equisetum arvense L., Equisetaceae. Disponível em: <http://www.saudedireta.com.br/catinc/drugs/bulas/cavalinha.pdf>. Acesso em 02 Abr 2019
  • VIEIRA, Nichelle A. Efeito anti-inflamatório do gengibre e possível via de sinalização . Semina: Ciências Biológicas e da Saúde. Vol.35(1). 149-162, 2014
  • BAHJIRI Suhad; ALSHEIKH Lubna et al. Effect of Supplementation With Chitosan on Weight, Cardiometabolic, and Other Risk Indices in Wistar Rats Fed Normal and High-Fat/High-Cholesterol Diets Ad Libitum. Nutrition and metabolic insights. 10. 2017
  • Kumbhakar S et al. Effect of warm lemon water drink on selected physical parameters among the overweight female nursing students of RIMS & R, U.P. International Journal of Nursing Research and Practice. 3. 1; 9 -12, 2016
  • EXAMINE.COM. Ginger. Disponível em: <https://examine.com/supplements/ginger/>. Acesso em 11 Out 2019
  • SEUNGHAE Kim et al. Ginger Extract Ameliorates Obesity and Inflammation via Regulating MicroRNA-21/132 Expression and AMPK Activation in White Adipose Tissue. Nutrients. 10. 1-12, 2018
  • IKBAL Asik; ROY Satarupa et al. Health benefits of green tea: A mini review. Journal of Entomology and Zoology Studies. 8. 1; 1424-1430, 2020
  • RONDANELLI, Mariangela et al. Health-promoting properties of artichoke in preventing cardiovascular disease by its lipidic and glycemic-reducing action. Monaldi Archives for Chest Disease. Vol.80. 1.ed; 17-26, 2013
  • WRIGHT, C. I.; et al. Herbal medicines as diuretics: a review of the scientific evidence. J Ethnopharmacol. 114. 1; 1-31, 2007
  • EXAMINE.COM. Hibiscus sabdariffa. Disponível em: <https://examine.com/supplements/hibiscus-sabdariffa/research/#cardiovascular-health>. Acesso em 11 Fev 2021
  • WANG, Guo-Wei et al.. Illicium verum: A review on its botany, traditional use, chemistry and pharmacology. Journal of Ethnopharmacology. Vol.136. 10-10, 2011
  • SUDHANSHU Behera et al. Konjac glucomannan, a promising polysaccharide of Amorphophallus konjac K. Koch in health care. International Journal of Biological Macromolecules. 92. 942-956, 2016
  • AL-QUDAH Tamara; ZAHRA Umber et al. Lemon as a source of functional and medicinal ingredient: A review. International Journal of Chemical and Biochemical Sciences. 14. 55-61, 2018
  • KIM, Mi J. et al. Lemon detox diet reduced body fat, insulin resistance, and serum hs-CRP level without hematological changes in overweight Korean women. Nutrition Research. Vol 35. 5 ed; 409-420, 2015
  • AGENCIA ESPAÑOLA DE MEDICAMENTOS Y PRODUCTOS SANITARIOS. MYSIMBA 8 MG/90 MG. Disponível em: <https://cima.aemps.es/cima/dochtml/ft/114988001/FT_114988001.html>. Acesso em 06 Out 2021
  • COSTA Eronita. Nutrição & Fitoterapia. 2º. Brasil: Vozes Ltda, 2011.
  • NAEEM Muhammad et al. Nutritional Content and Health Benefits of Eggplant. Turkish Journal of Agriculture - Food Science and Technology. 7. 31-36, 2019
  • IZQUIERDO-VEGA, Jeannett A.; et al. Organic Acids from Roselle ( Hibiscus sabdariffa L.)-A Brief Review of Its Pharmacological Effects. Biomedicines. 8. 100; 1-16, 2020
  • EDWARDS Sarah; DA COSTA Inês et al. Phytopharmacy an Evidence-Based Guide to Herbal Medicinal Products: Spirulina. 1. United Kingdom: WILEY, 2015.
  • CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO. PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS. 2019. Disponível em: <http://www.crfsp.org.br/images/cartilhas/PlantasMedicinais.pdf>. Acesso em 13 Ago 2021
  • Mansoreh Ghaeni et al. Review for Application and Medicine Effects of Spirulina, Spirulina platensis Microalgae. Journal of Advanced Agricultural Technologies. 3. 2; 114-117, 2016
  • EXAMINE.COM. Spirulina. Disponível em: <https://examine.com/supplements/spirulina/>. Acesso em 12 Jun 2019
  • BOOTA Tabinda; REHMAN Rafia et al. Star Anise: A review on benefits, biological activities and potential uses. International Journal of Chemical and Biochemical Sciences. 14. 110-114, 2018
  • SANTOS, O, Heitor et al. The effect of artichoke on lipid profile: A review of possible mechanisms of action. Pharmacological Research. Vol.137. 170-178, 2018
  • BARTLOMIEJ M. Zalewski et al. The effect of glucomannan on body weight in overweight or obese children and adults: A systematic review of randomized controlled trials. Nutrition. 31. 437–442, 2015
Mais sobre este assunto: