Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar e tratar a Cárie Dentária

A cárie dentária, também conhecida popularmente como dente podre, é uma infecção dos dentes causada por bactérias que formam placas duras e difíceis de remover em casa. Nesta placa as bactérias vão aos poucos perfurando o esmalte dos dentes causando dor e desconforto quando chegam nas partes mais profundas dos dentes. 

Uma das principais bactérias causadoras da cárie é a Streptococcus mutans, especialmente em crianças, que pode ser facilmente transmitida de uma pessoa para outra através do contato próximo como o beijo na boca ou ao se dividir talheres, por exemplo. Assim, quando se tem uma cárie é recomendado evitar beijar na boca da criança, ainda que seja filho, nem provar a comida dele, para saber se está muito quente, usando o mesmo talher.

No entanto, a principal causa do surgimento de cáries continua sendo a falta de higiene bucal, principalmente quando associada ao consumo exagerado de alimentos com açúcar, como bolos, doces ou biscoitos, pois são fatores que facilitam o desenvolvimento de bactérias nos dentes.

Como identificar e tratar a Cárie Dentária

Sinais e sintomas de cárie dentária

O principal sintoma da cárie é a dor de dente, mas em alguns casos pode ainda existir:

  • Dor que piora ao comer ou beber algo doce, frio ou quente;
  • Presença de furinhos em um ou mais dentes;
  • Manchas marrom ou brancas na superfície do dente;
  • Sensibilidade ao tocar num dente;
  • Gengiva inchada e dolorida.

Na fase inicial, muitas vezes a cárie não apresenta qualquer sintoma e, por isso, quando surgem os primeiros sintomas é muito importante ir imediatamente no dentista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado, evitando complicações como uma infecção mais grave ou a perda de um dentes.

Como confirmar o diagnóstico

A melhor forma de confirmar o diagnóstico de cárie dentária é consultar um dentista, pois ele poderá utilizar equipamento especial que permite observar o interior da boca e todos os lados dos dentes, procurando pequenos furos que possa indicar a presença de cáries. Por vezes, ao observar a presença de um 'furinho' no dente, o dentista coloca um instrumento com uma ponta muito fina, dentro desse buraquinho para avaliar sua profundidade e se a pessoa sente dor.

Além disso, se a cárie se encontrar entre dois dentes, por exemplo, o dentista pode ainda fazer um raio X para identificá-la.  

Tratamento para cárie dentária

A única forma de tratar uma cárie dentária é numa consulta com o dentista, não existindo um tratamento caseiro capaz de eliminá-la. Por vezes, basta apenas 1 sessão para eliminar a cárie, com uma obturação no dente, mas quando muitos dentes estão afetados, o tratamento pode ser mais prolongado e dispendioso, podendo ser preciso recorrer ao tratamento de canal ou até mesmo à retirada do dente, que depois precisa ser substituído por uma prótese.

Saiba mais detalhes sobre o tratamento de cáries dentárias.

Como identificar e tratar a Cárie Dentária

Como prevenir as cáries

A melhor estratégia para evitar a cárie é escovar os dentes, pelo menos, 2 vezes por dia para eliminar os restos de comida dos dentes e evitar a formação de placa bacteriana. Tomar um golinho de água depois de comer também é uma boa estratégia, especialmente quando não se pode escovar os dentes.

No entanto, outros cuidados importantes incluem: 

  • Diminuir o consumo de açúcar e de alimentos que grudam nos dentes;
  • Preferir um creme dental com flúor sempre que escovar os dentes;
  • Comer 1 maçã depois da refeição para limpar os dentes;
  • Comer 1 fatia de queijo amarelo como cheddar, por exemplo para normalizar o pH da boca, protegendo os dentes das bactérias que causam cáries;
  • Ter sempre um chiclete sem açúcar por perto porque a mastigação estimula a salivação e esta protege os dentes porque não permite que as bactérias produzam o ácido que corroem os dentes. 
  • Passar o fio dental e enxaguante bucal, principalmente antes de dormir, e se usar aparelho, sempre depois de comer. Veja como escovar os dentes corretamente para não ter cárie.

Além disso, é aconselhado ir ao dentista a cada 6 meses, para fazer uma limpeza mais profunda nos dentes, removendo completamente a placa bacteriana. Em alguns casos, o dentista pode também aplicar uma fina camada de flúor nos dentes, especialmente nos das crianças para fortalecer os dentes.

Alimentos que evitam as cáries

Assista no vídeo a seguir:

Além da maçã ajudar a limpar os dentes e os queijos amarelos equilibrarem o pH da boca, diminuindo o risco de cáries dentárias, existem alguns alimentos que podem a ajudar nesse controle:

  • Alimentos fibrosos como cenoura, pepino e salsão;
  • Alimentos ricos em proteínas como atum, ovos e carnes, que também podem ser consumidos nos lanches em forma de sanduíche. 

Já os alimentos que devem ser evitados são os doces, especialmente se for um petisco ou ingerido sozinho no meio da tarde, porque eles causam menos problemas quando consumidos depois da refeição, como sobremesa.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...