10 melhores chás para dormir e combater a insônia

Revisão clínica: Manuel Reis
Enfermeiro

Os chás que ajudam a dormir são uma opção natural e simples para ajudar no tratamento da insônia, especialmente nos casos em que a dificuldade para dormir acontece por excesso de estresse ou consumo recorrente de substâncias estimulantes, como álcool, cafeína ou nicotina, por exemplo.

A maior parte dos chás para dormir atuam no sistema nervoso central e, por isso, é importante que sejam consumidos 30 a 60 minutos antes de dormir para permitir que tenham tempo para relaxar o corpo e a mente. No entanto, é importante que junto com o consumo dos chás também seja feita uma rotina de sono saudável, para potenciar o efeito relaxante. Confira 8 passos para criar uma rotina saudável antes de dormir.

Os chás para dormir podem ser utilizados individualmente ou em mistura de 2 ou 3 plantas. Uma das misturas mais utilizadas é a de valeriana com passiflora, por exemplo. O ideal é aumentar 250 mL de água por cada planta adicionada ao chá.

1. Camomila

O chá de camomila é popularmente utilizado para acalmar, sendo indicado em situações de estresse, mas também de insônia. De acordo com alguns estudos científicos, esta planta parece, de fato, ser bastante eficaz para induzir o sono, já que demonstra ter propriedades sedativas. Embora não se conheça o mecanismo de ação exato, acredita-se que atue nos receptores benzodiazepínicos, que diminuem a ação do sistema nervoso.

Além disso, o vapor liberado pelo chá de camomila, quando inalado, também tem demonstrado ser capaz de reduzir os níveis de estresse.

Ingredientes

  • 1 punhado de flores frescas de camomila;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Passar as flores por água e secar usando uma folha de papel toalha. Depois colocar as flores na água fervente e deixar repousar entre 5 a 10 minutos. Por fim, coar, deixar amornar e beber.

Depois de colhidas, as flores de camomila podem ser guardadas na geladeira por até 2 dias, sendo apenas recomendado colocá-las no interior de um recipiente fechado.

A ingestão do chá de camomila deve ser evitada em grávidas e crianças, especialmente sem orientação de um médico.

2. Valeriana

O chá de valeriana é outra das opções mais estudadas para ajudar no tratamento da insônia e ajudar a dormir melhor. De acordo com várias investigações, a valeriana libera substâncias aumentam a quantidade de GABA, que é um neurotransmissor responsável por inibir o sistema nervoso, ajudando a relaxar.

De acordo com alguns estudos, quando usada no tratamento da insônia, a valeriana parece aumentar o tempo de sono, assim como diminuir o número de vezes que se acorda durante a noite.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de raiz de valeriana seca;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Colocar a raiz de valeriana na água fervente e deixar repousar entre 10 a 15 minutos. Depois, coar, deixar amornar e beber 30 minutos a 2 horas antes de dormir.

O chá de valeriana deve ser usado com cuidado em grávidas e pessoas com problemas no fígado.

3. Erva-cidreira

À semelhança da camomila, a erva-cidreira é outra planta muito indicada tradicionalmente para tratar excesso de estresse e insônia. De acordo com algumas investigações feitas, a planta parece evitar a degradação de GABA no cérebro, o que potencializa o efeito deste neurotransmissor que tem como principal função relaxar o sistema nervoso.

Ingredientes

  • 1 colher de folhas secas de erva-cidreira;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as folhas numa xícara com água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Depois coar, deixar amornar e beber 30 minutos antes de dormir.

O chá de cidreira deve ser evitado durante a gravidez e lactação.

4. Passiflora

A passiflora é a flor da planta do maracujá e que, segundo vários estudos, apresenta excelente ação relaxante do sistema nervoso, ajudando a tratar estresse e ansiedade, mas também podendo ser um ótimo aliado para o tratamento da insônia.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de folhas secas de passiflora ou 2 colheres de folhas frescas;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as folhas de passiflora numa xícara com água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Depois, coar, deixar amornar e beber 30 a 60 minutos antes de dormir.

O chá de passiflora não deve ser ingerido na gravidez, nem por crianças com menos de 12 anos. Além disso, seu consumo pode interferir com o efeito de alguns medicamentos, como a aspirina ou a varfarina, sendo importante consultar um médico caso se esteja utilizando algum tipo de medicamento.

5. Erva-de-são-joão

A erva-de-São-João, também conhecida como hipericão, é uma planta muito utilizada para tratar estados depressivos, mas que também pode ser usada para ansiedade e insônia. Isso porque, a erva-de-são-joão, possui substâncias como a hipericina e a hiperforina, que atuam a nível do sistema nervoso central, acalmando a mente e relaxando o corpo.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de erva-de-São-João seca;
  • 1 xícara (250 mL) de água fervente.

Modo de preparo

Colocar a erva-de-São-João para repousar na xícara de água fervente por 5 minutos. Por fim, coar, deixar amornar e beber antes de dormir.

O chá de erva-de-São-João não deve ser utilizado por grávidas, mulheres em amamentação ou que estejam utilizando anticoncepcionais orais, já que pode alterar a eficácia do comprimido. Crianças com menos de 12 anos também só devem consumir a erva-de-são-joão com orientação de um médico.

Esse chá não deve ser usado por pessoas que utilizam remédios antidepressivos como sertralina, paroxetina ou nefazodona, por exemplo.

6. Alface

Embora possa parecer estranho, o chá de alface tem demonstrado um forte efeito sedativo e relaxante para bebês. Dessa forma, este chá é considerada uma opção segura para usar em crianças com mais de 6 meses. Além disso, este chá também pode ser usado na gravidez.

Ingredientes

  • 3 folhas de alface picadas;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Ferver a água junto com as folhas de alface por 3 minutos. Depois, coar, deixar esfriar e beber durante a noite.

7. Lavanda

A lavanda é uma planta medicinal com propriedades sedativas, relaxantes, calmantes e ansiolíticas comprovadas, que ajudam a melhorar a ansiedade, inquietação e agitação, reduzir o estresse e combater a depressão, que podem causar insônia ou dificuldade para dormir.

Assim, a lavanda, que também é conhecida como alfazema, ajuda a melhorar a qualidade do sono, combater a insônia e melhorar o bem estar geral.

Ingredientes

  • 30 g de flores de lavanda picadas;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e depois acrescentar as flores da lavanda e apagar o fogo. Tampar a panela e deixar esfriar. Coar e beber.

O chá de lavanda não deve ser consumido por mulheres gestantes e crianças, assim como pessoas que tenham úlcera gástrica.

A lavanda também pode ser usada na forma de óleo essencial na aromaterapia, adicionando 3 a 4 gotas em um aromatizador elétrico ou colocando no travesseiro ou roupa de cama, para relaxar e melhorar o sono. Saiba como fazer aromaterapia com óleo essencial.

8. Tília

O chá de tília, preparado com a planta medicinal Tilia cordata, possui propriedades calmantes, sedativas e relaxantes, pois facilita a ação do GABA, um neurotransmissor que diminui a ação do sistema nervoso central, o que ajuda a acalmar os nervos e a aliviar crises de ansiedade, sendo uma boa opção de chá para combater a insônia causada por ansiedade.

Ingredientes

  • 1,5 gramas de flores e folhas secas de tília;
  • 150 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as flores e folhas secas de tília na água fervente, tampar e deixar repousar entre 5 a 10 minutos. Depois coar, deixar amornar e beber 2 a 4 vezes por dia.

No caso de crianças entre os 4 e 12 anos é recomendado diminuir a quantidade de tília para 1 grama por cda 150 mL de água fervente.

O chá de tília não deve ser usado por crianças com menos de 4 anos, mulheres grávida ou a amamentar, ou por pessoas com problemas cardíacos.

9. Kava-kava

O chá de Kava-kava, feito com a planta medicinal Piper methysticum, tem na sua composição kavalactonas, substâncias naturais que regulam a ação do neurotransmissor GABA no cérebro, tendo uma ação semelhante aos benzodiazepínicos, que são um dos principais tipos de remédios usados no tratamento médico da ansiedade.

Desta forma, o chá de Kava-kava ajuda a reduzir a ansiedade e tensão, e a melhorar o relaxamento, ajudando a dormir melhor e combater a insônia.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de raiz de kava-kava;
  • 300 mL de água.

Modo de preparo

Colocar a raiz de Kava-kava para ferver com a água por 10 a 15 minutos. Depois deixar amornar e coar. Beber 2 a 3 vezes por dia.

O chá de Kava-kava não deve ser usado por grávidas e lactantes já que não existem estudos sobre a sua segurança. Além disso, deve ser evitado por pessoas com doenças no fígado ou que estejam em tratamento com remédios antidepressivos.

10. Mulungu

O chá de mulungu possui flavonóides e alcalóides na sua composição com ação calmante, tranquilizante e analgésica, que ajudam a reduzir a agitação, o nervosismo e a ansiedade, sendo uma boa opção de remédio caseiro para combater a insônia.

Ingredientes

  • 4 a 6 g de casca de Mulungu;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Colocar a casca de mulungu na água e deixar ferver por 15 minutos. Em seguida, coar, deixar amornar e tomar o chá ainda morno, 2 a 3 vezes ao dia. Evitar tomar por mais de três dias seguidos.

O chá de mulungu não deve ser usado por crianças com menos de 5 anos, grávidas, lactantes ou por pessoas que utilizam remédios anti-hipertensivos ou antidepressivos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em abril de 2022. Revisão clínica por Manuel Reis - Enfermeiro, em abril de 2022.

Bibliografia

  • ROSA, D. S.; et al. Erysothrine, an alkaloid extracted from flowers of Erythrina mulungu Mart. ex Benth: evaluating its anticonvulsant and anxiolytic potential. Epilepsy Behav. 23. 3; 205-12, 2012
  • ALLIO, A.; et al. Bud extracts from Tilia tomentosa Moench inhibit hippocampal neuronal firing through GABAA and benzodiazepine receptors activation. J Ethnopharmacol. 172. 288-96, 2015
Mostrar bibliografia completa
  • SCHLEIER, Rodolfo et al.. Erythrina mulungu – descrição botânica e indicações clínicas a partir da antroposofia. Arte médica ampliada. Vol.36, n.4. 162-167, 2016
  • FLAUSINO JR, O. A.; et al. Effects of erythrinian alkaloids isolated from Erythrina mulungu (Papilionaceae) in mice submitted to animal models of anxiety. Biol Pharm Bull. 30. 2; 375-8, 2007
  • EUROPEAN MEDICINES AGENCY (EMA). Assessment report on Tilia cordata Miller, Tilia platyphyllos Scop., Tilia x vulgaris Heyne or their mixtures, flos. 2012. Disponível em: <https://www.ema.europa.eu/en/documents/herbal-report/final-assessment-report-tilia-cordata-miller-tilia-platyphyllos-scop-tilia-x-vulgaris-heyne-their_en.pdf>. Acesso em 20 out 2020
  • ROGERIO, L. V. F.; RIBEIRO, J. C. Uso de plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos em insônia: uma revisão bibliográfica. Brazilian Journal of Health and Pharmacy. 3. 2; 35-44, 2021
  • WING, Y.K.. Herbal treatment of insomnia. Hong Kong Medical Journal. Vol.7, n.4. 2001
  • ROMERO, Kate et al.. Alternative remedies for insomnia: a proposed method for personalized therapeutic trials. Nature and Science of Sleep. 97-108, 2017
  • KHODADADI, Samaneh. Herbal medication to cure insomnia . Journal of Preventive Epidemiology. Vol.1, n.1. 2016
  • KIM, Chung-Soo et al.. Herbs for the Treatment of Insomnia. Biomolecules & Therapeutics. Vol.19, n.3. 274-281, 2011
  • RAKEL, David. Integrative Medicine. 4.ed. Philadelphia: Elsevier, 2018. 74-85.
  • SLEEP HEALTH FOUNDATION. Herbal Remedies and Sleep. 2013. Disponível em: <https://www.sleephealthfoundation.org.au/pdfs/HerbalRemedies-0713.pdf>. Acesso em 28 abr 2022
  • STEVINSON, C.; ERNST, E. Valerian for insomnia: a systematic review of randomized clinical trials. Sleep Med. 1. 2; 91-99, 2000
  • CASES, Julien; et al. Pilot trial of Melissa officinalis L. leaf extract in the treatment of volunteers suffering from mild-to-moderate anxiety disorders and sleep disturbances. Mediterranean Journal of Nutrition and Metabolism. 4. 211–218, 2011
  • SCAGLIONE, Francesco; ZANGARA, Andrea. Valeriana Officinalis and Melissa Officinalis Extracts Normalize Brain Levels of GABA and Glutamate Altered by Chronic Stress. Journal of Sleep Disorders and Management. 3. 1; 1-7, 2017
  • AMSTERDAM, J. D.; et al. Putative Antidepressant Effect of Chamomile (Matricaria chamomilla L.) Oral Extract in Subjects with Comorbid Generalized Anxiety Disorder and Depression. The Journal of Alternative and Complementary Medicine. 26. 9; 2020
  • KOULIVAND, P. H.; et al. Lavender and the Nervous System. Evid Based Complement Alternat Med. 2013. 681304, 2013
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.

Tuasaude no Youtube

  • Os poderosos benefícios da ERVA-CIDREIRA

    10:49 | 56482 visualizações
  • INSÔNIA: 10 truques para dormir rápido e melhor

    06:54 | 105307 visualizações
  • Calmantes naturais: Melhores plantas para Ansiedade

    08:07 | 196732 visualizações
  • O que comer para a INSÔNIA

    05:26 | 234794 visualizações