Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Doença de Chagas: sintomas, ciclo, transmissão e tratamento

A doença de Chagas, também conhecida como Tripanossomíase americana, é uma doença infecciosa causada pelo parasita Trypanosoma cruzi (T. cruzi). Esse parasita normalmente possui como hospedeiro intermediário um inseto conhecido popularmente como barbeiro e que, durante a picada na pessoa, defeca ou urina, liberando o parasita. Após a picada, a reação normal da pessoa é coçar o local, no entanto isso permite a entrada do T. cruzi no organismo e desenvolvimento da doença.

A infecção pelo Trypanosoma cruzi pode trazer várias complicações para a saúde da pessoa, como doenças cardíacas e distúrbios do sistema digestivo, por exemplo, devido à cronicidade da doença.

O barbeiro possui hábito noturno e se alimenta exclusivamente do sangue de animais vertebrados. Esse inseto costuma ser encontrado em frestas de casas de pau a pique, camas, colchões, depósitos, ninhos de aves, troncos de árvores, dentre outros locais, sendo que tem preferência por locais próximos à sua fonte de alimento.

Doença de Chagas: sintomas, ciclo, transmissão e tratamento

Principais sintomas

A doença de chagas pode ser classificada em duas fases principais, a fase aguda e a fase crônica. Na fase aguda normalmente não há sintomas, corresponde ao período em que o parasita está se multiplicando e espalhando pelo corpo através da corrente sanguínea. No entanto, em algumas pessoas, principalmente em crianças devido ao sistema imunológico mais fraco, podem ser percebidos alguns sintomas, sendo os principais:

  • Sinal de Romaña, que é o inchaço das pálpebras, sendo indicativo de que houve entrada do parasita no organismo;
  • Chagoma, que corresponde ao inchaço de um local da pele e indica a entrada do T. cruzi no organismo;
  • Febre;
  • Mal estar;
  • Aumento dos gânglios linfáticos;
  • Dor de cabeça;
  • Náuseas e vômitos;
  • Diarreia.

A fase crônica da doença de Chagas corresponde ao desenvolvimento do parasita nos órgãos, principalmente coração e sistema digestivo, podendo não causar sintomas por anos. Quando surgem, os sintomas são graves, podendo haver aumento do coração, chamado de hipermegalia, insuficiência cardíaca, megacólon e megaesôfago, por exemplo, além de poder haver aumento do fígado e do baço.

Os sintomas da doença de Chagas normalmente surgem entre 7 e 14 dias após a infecção pelo parasita, no entanto quando o contágio acontece através do consumo de alimentos infectados, os sintomas podem surgir após 3 a 22 dias após a infecção.

O diagnóstico da doença de Chagas é feito pelo médico baseado na fase da doença, dados clínico-epidemiológicos, como lugar em que vive ou que visitou e hábitos alimentares, e sintomas presentes. O diagnóstico laboratorial é feito através de técnicas que permitam identificar o T. cruzi no sangue, como gota espessa e esfregaço sanguíneo corado pelo Giemsa.

Transmissão da doença de Chagas

A doença de Chagas é causada pelo parasita Trypanosoma cruzi, que possui como hospedeiro intermediário o inseto barbeiro. Esse inseto, assim que se alimenta do sangue, tem o hábito de defecar e urinar logo a seguir, liberando o parasita, e quando a pessoa coça, esse parasita consegue entrar no organismo e atingir a corrente sanguínea, sendo esta a principal forma de transmissão da doença.

Outra forma de transmissão é o consumo de alimentos contaminados com o barbeiro ou seus excrementos, como caldo de cana ou açaí. A doença também pode ser transmitida através de transfusão de sangue contaminado, ou de forma congênita, isto é, de mãe para filho durante a gravidez ou parto.

O Rhodnius prolixus também é um perigoso vetor da doença, principalmente nas áreas próximas da floresta Amazônica.

Ciclo de vida

Doença de Chagas: sintomas, ciclo, transmissão e tratamento

O ciclo de vida do Trypanosoma cruzi tem início quando parasita entra na corrente sanguínea da pessoa e invade as células, se transformando em amastigota, que é a fase de desenvolvimento e multiplicação desse parasita. Os amastigotas podem continuar invadindo células e se multiplicando, mas também podem ser transformados em tripomastigotas, destruírem as células e ficarem circulantes no sangue.

Um novo ciclo pode ter início quando o barbeiro pica uma pessoa infectada e adquire esse parasita. Os tripomastigotas no barbeiro transformam-se em epimastigotas, multiplicam-se e voltam a se tornar tripomastigotas, que são liberados nas fezes desse inseto.

Como é feito o tratamento

O tratamento para doença de Chagas pode ser feito inicialmente com o uso de medicamentos durante cerca de 1 mês, que podem curar a doença ou evitar suas complicações enquanto o parasita ainda encontra-se no sangue da pessoa. 

Mas alguns indivíduos não alcançam a cura da doença, pois o parasita deixa o sangue e passa a habitar os tecidos que formam os órgãos e por isso, ela torna-se crônica atacando especialmente o coração e o sistema nervoso de forma lenta, mas progressiva. Saiba mais sobre o tratamento da doença de Chagas.

Avanços na pesquisa

Em estudo recente, foi verificado que um medicamento utilizado para combater a Malária tem efeitos sobre o Trypanosoma cruzi, impedindo que esse parasita saia do sistema digestivo do barbeiro e contamine as pessoas. Além disso, foi verificado que os ovos das fêmeas de barbeiro contaminadas não eram contaminados com o T. cruzi e que passavam a colocar menos ovos.

Apesar de possuir resultados positivos, esse medicamento não é indicado para o tratamento da doença de Chagas, isso porque para que tenha efeito, são necessárias doses muito altas, o que é tóxico para as pessoas. Assim, pesquisadores estão em busca de medicamentos com o mecanismo de ação igual ou semelhante e que em concentrações pouco tóxicas para o organismo tenham o mesmo efeito.


Bibliografia

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Doença de Chagas: o que é, causas, sintomas, tratamento e prevenção. Link: <www.saude.gov.br>. Acesso em 05 Jun 2019
  • DNDI - DRUGS FOR NEGLECTED DISEASES INITIATIVE. Doença de Chagas. Link: <www.dndial.org>. Acesso em 05 Jun 2019
  • FIOCRUZ. Doença de Chagas: sintomas, transmissão e prevenção. Link: <www.bio.fiocruz.br>. Acesso em 05 Jun 2019
  • ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE. Guia para Vigilância, Prevenção, Controle e Manejo clínico da Doença de Chagas aguda transmitida por alimentos. 2009. Link: <bvsms.saude.gov.br>. Acesso em 05 Jun 2019
  • NEVES, David P. Parasitologia Humana. 12 ed. Atheneu, 89-99.
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. Estudo comprova a efetividade de remédio para tratar o mal de Chagas. Link: <www.sbmt.org.br>. Acesso em 05 Jun 2019
  • CORREIO BRASILIENSE. Remédio que trata malária também impede que o barbeiro transmita Chagas. Link: <www.correiobraziliense.com.br>. Acesso em 05 Jun 2019
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem