Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

5 principais sintomas de tricomoníase no homem e na mulher

A tricomoníase é uma infecção sexualmente transmissível (IST), causada pelo parasita Trichomonas sp., que pode afetar tanto homens quanto mulheres e que pode levar ao aparecimento de sintomas bastante desconfortáveis.

Em alguns casos a infecção pode ser assintomática, principalmente nos homens, porém é comum que a pessoa apresente sintomas entre 5 a 28 dias após o contato com o agente infeccioso, sendo os principais:

  1. Corrimento com cheiro desagradável;
  2. Dor ao urinar;
  3. Urgência para urinar;
  4. Coceira genital;
  5. Sensação de queimação na região genital.

É importante que assim que surgirem os primeiros sintomas indicativos da infecção, a pessoa consulte o ginecologista ou urologista para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado para aliviar os sintomas e promover a eliminação do parasita, sendo normalmente recomendado o uso de antimicrobianos por cerca de 7 dias.

5 principais sintomas de tricomoníase no homem e na mulher

Além disso, os sintomas podem variar entre homens e mulheres, sendo as diferenças entre os sintomas indicadas na tabela a seguir:

Sintomas de tricomoníase na mulherSintomas de tricomoníase no homem
Corrimento vaginal branco, cinzento, amarelo ou verde com odor desagradávelCorrimento com odor desagradável
Urgência para urinarUrgência para urinar
Coceira vaginalCoceira no pênis
Sensação de queimação e dor ao urinarSensação de queimação e dor ao urinar e durante a ejaculação
Vermelhidão genital 
Pequenos sangramentos vaginais 

Os sintomas nas mulheres podem ser mais intensos durante e após o período menstrual devido ao aumento da acidez da região genital, o que favorece a proliferação desse microrganismo. No caso dos homens, é comum que o parasita se instale na uretra, resultando na uretrite persistente e levando ao inchaço da próstata e inflamação do epidídimo.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da tricomoníase deve ser feito pelo ginecologista no caso da mulher e pelo urologista no caso do homem, através da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa e avaliação da presença e características do corrimento.

Durante a consulta é normalmente coletada uma amostra do corrimento para que seja enviado ao laboratório para que sejam feitos exames microbiológicos que permitam identificar a presença desse parasita. Em alguns casos, é possível também identificar o Trichomonas sp. na urina e, por isso, pode ser também indicada a realização do exame de urina do tipo 1.

Como é feito tratamento

O tratamento desta doença pode ser feito recorrendo ao uso de antibióticos como metronidazol ou secnidazol, que permitem a eliminação do microrganismo do organismo, curando a doença. 

Como a tricomoníase é uma infecção sexualmente transmissível, é indicado evitar o contato sexual durante todo o tratamento e até uma semana depois de este terminar. Além disso, é também recomendado que o parceiro sexual consulte o médico, uma vez que mesmo não possuindo sintomas, existe a possibilidade de ter contraído a doença. Saiba mais sobre o tratamento da tricomoníase.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • CENTERS OF DISEASE CONTROL AND PREVENTION. 2015 Sexually Transmitted Diseases Treatment Guidelines: Trichomoniasis. Disponível em: <https://www.cdc.gov/std/tg2015/trichomoniasis.htm>. Acesso em 02 Mai 2019
  • ZEIBIG, Elizabeth A. Clinical Parasitology. 2 ed. United States of America: Elsevier, 2013. 97-99.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem