Micose: o que é, sintomas, tipos e tratamento

Revisão médica: Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
janeiro 2022

A micose é uma doença causada por fungos que podem acometer a pele, unhas, couro cabeludo, virilha e região genital, levando ao aparecimento de diversos sintomas de acordo com o local de infecção.

O crescimento dos fungos acontece principalmente em ambiente úmidos, por isso, uma das principais formas de transmissão dos fungos é por meio do compartilhamento de objetos, principalmente toalhas, e falta de higienização adequada. 

O tratamento para micose deve ser feito de acordo com a orientação do dermatologista, sendo normalmente indicado o uso de medicamentos via oral ou de utilização tópica, como cremes e pomadas.

Principais sintomas

Os sintomas da micose podem aparecer em diversas partes do corpo, podendo acometer pele, dedos, couro cabeludo, região genital e unhas, por exemplo. Assim, os sintomas podem variar de acordo com o local, sendo os principais:

  • Coceira;
  • Aparecimento de lesões vermelhas e descamativas;
  • Escurecimento ou clareamento de regiões da pele;
  • Corrimento e coceira genital;
  • Alteração da coloração e forma da unha.

Os sintomas são progressivos e são mais comuns no verão, já que o calor é um dos fatores que favorece a proliferação fúngica. É importante que o dermatologista seja consultado para que seja feito o diagnóstico da micose e, assim, ser iniciado o tratamento mais adequado.

Como acontece a infecção

Os fungos necessitam de um ambiente que forneça as condições ideais para o seu crescimento, como calor e umidade. Assim, o compartilhamento de toalhas de banho e de rosto úmidas pode ser considerada uma forma de transmissão da micose. Além disso, doenças como diabetes, uso prolongado de antibióticos e estresse podem favorecer a proliferação dos fungos, pois há diminuição do sistema imune e da quantidade de bactérias boas no organismo, resultando na micose.

Outros fatores que favorecem a ocorrência de micose são suar muito, usar roupas muito apertadas e frequentar ambiente muito úmidos ou que não possuem higienização adequada, como vestiários e boxes de banheiro, por exemplo.

Tipos de micose

As micoses podem ser classificadas em alguns tipos de acordo com o fungo responsável pela infecção e local em que os sintomas aparecem, sendo os principais:

  • Candidíase, que é causada pela Candida sp., que pode atingir a pele, principalmente regiões de dobra, mucosas e região genital;
  • Pitiríase versicolor, também conhecida como pano branco, que é causada pelo fungo Malassezia furfur;
  • Onicomicose, que corresponde a uma micose que atinge a unha;
  • Frieira, popularmente conhecida como pé-de-atleta, que é um tipo de micose que se desenvolve entre os dedos dos pés;
  • Tineas, que podem atingir o couro cabeludo, nádegas, tronco, braços, pernas, virilha e pés, sendo causadas por fungos pertencentes ao gênero Trichophyton ou Microsporum.

O tipo de micose deve ser identificado pelo dermatologista a partir da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa, assim como através da realização de exames dermatológicos. Conheça mais sobre os principais tipos de micose.

Como prevenir

A prevenção da micose acontece por meio de medidas simples e que impedem a proliferação fúngica. Assim, é importante ter bons cuidados de higiene, incluindo a higiene íntima, manter o corpo limpo e seco, limpando principalmente as regiões de dobras, e evitar andar descalço em pisos úmidos ou públicos.

Além disso, é recomendado utilizar roupas de algodão que permitem que a pele respire e evitar o compartilhamento de materiais de uso pessoal, como toalhas, maquiagem, escovas de cabelo e alicates de unha, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento para micose deve ser indicado pelo dermatologista e é feito com o objetivo de eliminar o fungo causador da infecção e, assim, aliviar os sintomas. Normalmente o tratamento é feito com o uso de cremes, pomadas, loções de uso tópico ou medicamentos orais, que são recomendados conforme o local de aparecimento das lesões e gravidade dos sintomas.

Os remédios mais utilizados no tratamento das micoses são Fluconazol, Clotrimazol, Miconazol ou Itraconazol e o tempo de tratamento varia de acordo com o local da micose, podendo durar de 30 a 60 dias no caso de micose nas mãos, 1 ano no caso de micose dos pés e meses quando os fungos acometem o couro cabeludo ou as unhas, por exemplo. Veja quais são os melhores remédios para micose.

É importante que o tratamento seja feito mesmo que os sintomas desapareçam, pois todos os fungos podem ainda não ter sido eliminados, podendo haver o reaparecimento dos sintomas ou, até mesmo, agravamento da doença.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em janeiro de 2022. Revisão médica por Drª. Aleksana Viana - Dermatologista, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
Especialista em Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em 2007 com registro profissional no CRM/PE – 16907.