Candidíase genital: o que é, sintomas, causas e tratamento

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
agosto 2022

A candidíase é uma infecção causada pelo fungo Candida albicans na região genital, que causa sintomas como coceira intensa, vermelhidão e corrimento esbranquiçado.

Embora a candidíase seja mais frequente em mulheres, também pode se desenvolver em homens, surgindo quando a Candida se consegue multiplicar em excesso na região genital. Isso é mais comum quando o sistema imune está enfraquecido ou por alguma alteração hormonal.

O tratamento da candidíase deve ser orientado por um ginecologista, no caso da mulher, ou um urologista, no caso do homem, mas geralmente inclui o uso de pomadas ou remédios que eliminam o excesso de fungo, ajudando a aliviar os sintomas.

Sintomas de candidíase genital

Os principais sintomas de candidíase genital são:

  • Coceira intensa;
  • Inchaço na região genital;
  • Dor e vermelhidão local;
  • Sensação de ardor genital;
  • Dor ou desconforto ao urinar;
  • Corrimento vaginal branco, no caso de mulheres;
  • Dor ou ardência durante o contato íntimo.

Além disso, em homens pode surgir sintomas como placas vermelhas ou esbranquiçadas no pênis ou ressecamento da pele. Veja outros sintomas de candidíase masculina

A candidíase pode ainda manifestar-se em outros locais do corpo, como a pele, boca ou intestinos, por exemplo. Saiba mais sobre os vários tipos de candidíase e seus sintomas.

Teste de sintomas para candidíase

Para saber a chance de estar com candidíase genital, selecione no teste a seguir os sintomas apresentados:

  1. 1.Coceira intensa na região genital
  2. 2.Vermelhidão e inchaço na região genital
  3. 3.Placas esbranquiçadas na vagina ou na cabeça do pênis
  4. 4.Corrimento esbranquiçado com grumos, semelhante a leite talhado
  5. 5.Dor ou queimação ao urinar
  6. 6.Desconforto ou dor durante o contato íntimo

Causas de candidíase

A candidíase é causada pelo fungo do gênero Candida sp., principalmente Candida albicans, que está presente naturalmente na região genital, mas que pode proliferar devido a algumas situações, resultando na infecção e no aparecimento dos sintomas. Assim, alguns fatores que podem favorecer a ocorrência da candidíase são:

  • Uso frequente de antibióticos, anticoncepcionais e corticoides;
  • Gravidez;
  • Durante o período menstrual;
  • Doenças como diabetes, AIDS, HPV e lúpus que tornam o sistema imune mais fraco;
  • Uso frequente de roupas apertadas ou molhados;
  • Fazer higiene intima mais de 2 vezes ao dia e usar absorvente por mais de 3 horas seguidas.

Uma pessoa também pode estar contaminada com o fungo e não saber, pois a doença normalmente se manifesta quando o sistema imunológico está enfraquecido.

Como confirmar se é candidíase

O diagnóstico de candidíase normalmente é feito pelo médico através da avaliação dos sintomas, embora também possam ser feitos exames como a análise laboratorial de corrimento ou secreção, para identificar o tipo de microorganismo que está causando os sintomas, descartando outras possíveis causas.

Qual médico consultar

O médico especialista para identificar e tratar a candidíase nas mulheres é o ginecologista, enquanto que, no caso dos homens é o urologista.

Como é feito o tratamento

A candidíase genital pode afetar tanto o homem como a mulher mas seu tratamento é semelhante e feito com pomadas antifúngicas em ambos os casos, como Candicort ou Fluconazol, que devem ser aplicadas 2 a 3 vezes por dia entre 3 até 14 dias de acordo com a indicação do médico. É ainda recomendado:

  • Usar roupa íntima de algodão, pois permitem que a pele respire;
  • Lavar a região genital somente com água e sabonete neutro ou sabonete próprio para a região;
  • Dormir sem roupa íntima, sempre que possível;
  • Evitar absorventes internos;
  • Evitar ter contacto intimo desprotegido durante o tempo de tratamento.

Estes recomendações ajudam a acelerar o tratamento, no entanto, também se pode proceder à lavagem dos órgãos genitais com chá de folhas de barbatimão ou outro remédio caseiro para completar o tratamento. Veja alguns exemplos de remédios caseiros para candidíase.

No caso de os sintomas não desaparecem após 2 semanas, é aconselhado voltar ao médico pois pode ser necessário iniciar o tratamento com comprimidos antifúngicos, que ajudam a combater a infecção desde o interior do corpo, atingindo melhores resultados do que só com as pomadas. Veja mais detalhes do tratamento para candidíase.

Além de tudo isso, fazer uma alimentação pobre em açúcar também ajuda o organismo a combater mais facilmente o crescimento dos fungos, curando a candidíase mais rápido. Veja o que comer para fortalecer a imunidade e combater a cândida mais rápido nesse vídeo:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em agosto de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.

Tuasaude no Youtube

  • Como CURAR NATURALMENTE a candidíase

    06:24 | 1933879 visualizações