Tinea corporis: o que é, sintomas, causas e tratamento

Julho 2021

Tinea corporis, também conhecida como dermatofitose, tinha, tinea corporal ou micose superficial, é uma infecção na pele causada por fungos, que geralmente afeta as nádegas, tronco, braços ou pernas, causando uma mancha, em forma de anel, com as bordas vermelhas e uma área mais clara no meio. Além disso, pode ainda surgir coceira e descamação da pele.

Esse tipo de micose é causada por fungos das espécies Trichophyton ou Microsporum, que vivem nas camadas externas da pele, e que podem ser transmitidos por contato da pele de uma pessoa infectada para outra, ou por meio do contato com animais ou objetos contaminados.

O tratamento da Tinea corporis, geralmente, é tópico, ou seja, o dermatologista recomenda a aplicação de pomadas ou cremes antifúngicos na pele.

Tinea corporis: o que é, sintomas, causas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas da Tinea corporis variam de acordo com o fungo que está causando a infecção, mas geralmente se iniciam 4 a 10 dias após o contágio, sendo que os sinais mais característicos inclui o surgimento de manchas na pele com as seguintes características:

  • Mancha em forma de anel, com tamanho de 1 a 5 cm;
  • Bordas vermelhas com uma área mais clara no meio;
  • Saliências ou relevos nas bordas;
  • Coceira na região;
  • Lesão com ou sem descamação da pele;

Nos casos mais graves, devido à multiplicação do fungo, as manchas na pele podem se unir, formando uma área extensa da micose, e em alguns casos podem surgir bolhas e feridas com pus perto das manchas.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da Tinea corporis é feito pelo dermatologista por meio da avaliação da mancha na pele e através do teste de raspagem da pele, que consiste em retirar algumas células de pele e analisá-las no microscópio, para confirmar a presença e o tipo de fungo.

Esses exames são também importantes para descartar outros problemas de pele que podem causar manchas na pele como psoríase, eczema ou dermatite seborreica, por exemplo.

Possíveis causas

A Tinea corporis é uma micose de pele causada pelos fungos das espécies Trichophyton mentagrophytes, Trichophyton rubrum ou Microsporum canis, que podem ser transmitidos das seguintes formas:

  • Pessoa para pessoa: através do contato direto pele a pele com uma pessoa infectada;
  • Animais para pessoas: por meio do contato com a pele ou pelo de animais infectados, como cães, gatos ou vacas;
  • Objetos ou superfícies contaminados: é possível que ocorra infecção através da utilização ou compartilhamento de roupas, toalhas, lençóis, pentes ou escovas contaminados com o fungo;
  • Solo para pessoas: a Tinea corporis também pode ser transmitida pelo contato prolongado com o solo altamente infectado pelos fungos, embora essa forma de transmissão seja rara.

Além disso, alguns fatores podem aumentar o risco de desenvolvimento da Tinea corporis como viver em regiões muito quentes e úmidas, participar de esportes de contato pele a pele, como luta livre, compartilhar roupas ou objetos pessoais, ou ter o sistema imunológico enfraquecido, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento da Tinea corporis precisa ser orientado pelo dermatologista e geralmente inclui remédios como:

  • Antifúngicos na forma de pomada, gel, creme ou spray, como terbinafina, cetoconazol, clotrimazol ou miconazol, aplicados diretamente sobre a pele na região afetada, geralmente, de 1 a 2 vezes por dia, de 15 a 30 dias de tratamento;
  • Antifúngicos na forma de comprimidos, como griseofulvina, terbinafina ou itraconazol, tomados por via oral, nos casos de Tinea corporis grave ou que não melhoram com o tratamento tópico.

O tempo de tratamento deve ser indicado pelo dermatologista, de acordo com as características das manchas na pele, bem como o número de manchas, tipo de fungo, gravidade da micose e estado de saúde da pessoa.

Opções de tratamento caseiro

Algumas opções de tratamento caseiro para Tinea corporis são o chá de sálvia, chá de aipim ou spray de babosa com óleo de melaleuca, que podem ser usados para complementar o tratamento médico e acelerar a recuperação. Esses remédios possuem ação antifúngica, anti-inflamatória ou cicatrizantes, aliviando a coceira na pele de forma natural.

Os remédios caseiros podem ser preparados em casa com ingredientes naturais comprados em farmácias ou lojas de produtos naturais, e utilizados diretamente sobre a pele. Saiba como preparar os remédios caseiros para Tinea corporis.

Como prevenir

Alguns cuidados são importantes para prevenir ou reduzir o risco de infecção pelos fungos causadores da Tinea corporis, como:

  • Não compartilhar roupas ou objetos pessoais com outras pessoas;
  • Evitar usar roupas muito apertadas, principalmente em regiões com clima quente e úmido;
  • Lavar bem a pele com sabonete neutro após esportes que envolvam contato pele a pele com outra pessoa;
  • Secar bem a pele após o banho;
  • Levar o animal de estimação ao veterinário se ele apresentar manchas de pelos ou bolhas na pele.

Além disso, no caso de se ter alguma pessoa próxima com Tinea corporis, é importante certificar que a pessoa seja tratada para evitar a transmissão do fungo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • ELY, J. W.; et al. Diagnosis and management of tinea infections. Am Fam Physician. 90. 10; 702-10, 2014
  • LEKKAS, D.; et al. Dermatoscopy of tinea corporis. J Eur Acad Dermatol Venereol. 34. 6; e278-e280, 2020
  • KELLY, B. P. Superficial fungal infections. Pediatr Rev. 33. 4; e22-37, 2012
  • CHEN, E.; GHANNOUM, M.; ELEWSKI, B. E. Treatment-resistant tinea corporis, a potential public health issue. Br J Dermatol. 184. 1; 164-165, 2021
  • DOS SANTOS, Jairo I.; et al. Diagnóstico laboratorial das dermatofitoses. RBAC. 34. 1; 3-6, 2002
Mais sobre este assunto: