Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

11 remédios caseiros para micose de pele

Alguns remédios caseiros para micose de pele são o óleo de melaleuca ou de cravo da índia, a infusão de tomilho ou vinagre de maçã, pois possuem propriedades que ajudam a combater os fungos causadores da micose, além de cicatrizar a pele. 

A micose é uma doença de pele causada pela proliferação de fungos, podendo afetar qualquer parte do corpo, especialmente regiões mais úmidas, como pés, virilha ou até o couro cabeludo, causando sintomas como vermelhidão, coceira ou descamação da pele. Saiba identificar todos os sintomas de micose na pele.

Estes remédios caseiros são uma ótima opção para ajudar a aliviar os sintomas da micose de pele, no entanto, se não houver melhora dos sintomas em cerca de 10 dias, deve-se consultar o dermatologista para que seja identificado o tipo de fungo e iniciado o tratamento mais adequado. 

Imagem ilustrativa número 1

Algumas opções de remédios caseiros para micose de pele são:

1. Óleo de melaleuca 

O óleo de melaleuca, também conhecido como tea tree, é uma ótima opção de remédio caseiro para micose de pele, como pé de atleta, micose na virilha, ou caspa, por exemplo, pois possui substâncias com ação antifúngica, especialmente o terpinen-4-ol, que ajuda a combater os fungos e aliviar os sintomas de coceira, descamação e vermelhidão.

Ingredientes

  • 5 gotas de óleo essencial de melaleuca;
  • 2 colheres (de sopa) de óleo de côco, amêndoa doce ou azeite.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e passar na região da pele com micose 1 vez ao dia, por no máximo 6 dias seguidos. 

Antes de aplicar o óleo de melaleuca na pele, deve-se verificar se possui alergia a esse óleo e, por isso, é recomendado passar uma gota do óleo de melaleuca na pele do dorso da mão. Caso surjam sintomas de alergia como vermelhidão, coceira, inchaço ou formação de pequenas bolhas, deve-se lavar a pele e não usar o óleo de melaleuca como remédio caseiro para micose de pele.

O óleo de melaleuca não deve ser usado por mulheres grávidas e não deve ser ingerido por via oral, mas somente aplicado sobre a pele.

2. Óleo essencial de cravo da índia

O óleo essencial de cravo da índia é uma excelente opção natural para micose de pele, como frieira ou pé de atleta, ou micose de unha, pois é rico em eugenol que possui ação antifúngica potente comprovada, que ajuda a combater os fungos causadores da micose de pele.

Ingredientes

  • 2 gotas do óleo essencial de cravo da índia;
  • 1 colher de sopa de óleo de coco, óleo de amêndoas ou óleo de jojoba.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e passar na região da pele com micose, pelo menos 2 vezes por dia, após lavar o local afetado com água e sabão.

O óleo essencial de cravo da índia não deve ser usado por crianças, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que tenham alergia ao cravo da índia.

3. Vinagre de maçã

O vinagre de maçã é outra boa opção de remédio caseiro para micose de pele, pois por ser uma substância ácida, ajuda a eliminar fungos que causam a micose de pele, além de ter ação anti-inflamatória, aliviando os sintomas de coceira, vermelhidão e inchaço na pele.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de vinagre de maçã;
  • 1 copo de água.

Modo de preparo

Diluir o vinagre de maçã no copo de água e misturar bem. Colocar um pouco dessa essa solução em um pedaço de algodão ou gaze e passar na pele afetada. Deixar agir por 5 a 20 segundos e lavar a pele. Pode-se repetir essa aplicação por até 3 vezes por dia.

4. Infusão de tomilho

A infusão de tomilho e alecrim é rica em substâncias antifúngicas, como timol e carvacrol, que agem impedindo a multiplicação de fungos, ajudando a reduzir a coceira na pele, descamação e vermelhidão, sendo uma ótima opção de remédio caseiro para micose de pele.

Ingredientes

  • 2 colheres (de chá) de tomilho seco;
  • 1 L de água.

Modo de preparo

Ferver a água com o tomilho por 10 minutos. Coar a infusão, deixar esfriar e passar na região da pele com micose, 2 vezes por dia. Esta infusão também pode ser usada nos casos de micose nas unhas. Veja outras opções de remédios caseiros para micose nas unhas

A infusão de tomilho não deve ser usada por mulheres grávidas ou em amamentação.

5. Óleo de coco

O óleo de coco tem propriedades anti-inflamatórias e antifúngicas, que ajudam a eliminar os fungos que causam a micose de pele, principalmente no couro cabeludo, ajudando a aliviar os sintomas de aliviar descamação ou coceira na pele.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de óleo de côco.

Modo de preparo

Aquecer o óleo de côco no micro-ondas ou no fogão até que esteja completamente derretido. Esperar amornar e aplicar no couro cabeludo na região afetada pela micose, de 2 a 3 vezes ao dia.

Outra opção para a micose de pele no couro cabeludo é adicionar o óleo de côco no condicionador para usar após lavar os cabelos.

6. Gel de babosa

A babosa é uma planta medicinal da espécie Aloe vera, que ajuda a acalmar a pele pois tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e cicatrizantes, aliviando os sintomas de coceira e irritação, causados pela micose de pele, além de promover uma hidratação da pele. 

Antes de usar o gel de babosa, deve-se fazer um teste passando um pouco do gel no dorso da mão para saber se tem alergia. Se a pele ficar vermelha ou irritada, não é recomendado o uso do gel de babosa.

Ingredientes

  • 2 folhas de babosa.

Modo de preparo

Lavar as folhas de babosa, cortar ao meio e retirar o gel de dentro da folha, colocando dentro de um recipiente limpo e seco. Em seguida, umedecer uma toalha limpa ou uma gaze com o gel e passar nas regiões da pele com micose, cerca de 3 vezes ao dia. Veja outros benefícios da babosa

Ao preparar este remédio caseiro, é importante não usar a casca da folha da babosa, que tem efeitos tóxicos, mas apenas o gel transparente que tem dentro da folha.

7. Óleo essencial de orégano

O óleo essencial de orégano é outra boa opção de remédio caseiro para micose de pele, pois possui substâncias, como o carvacrol, cariofileno e espatulenol, com forte ação antifúngica que ajudam a eliminar os fungos causadores da micose de pele, como Candida albicans, Trichophyton rubrum, Trichophyton mentagrophytes e Fusarium oxysporum.

Ingredientes

  • 3 gotas do óleo essencial de orégano;
  • 1 colher de sopa de óleo de côco ou azeite.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e passar na região da pele com micose, após lavá-la com água e sabonete neutro. Essa mistura pode ser aplicada de 1 a 2 vezes por dia.

8. Chá de salvia 

O chá de sálvia, preparado com a planta medicinal Salvia officinalis, é rico em alcalóides, flavonóides, compostos fenólicos e terpenos, com propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e cicatrizantes, que ajudam na recuperação da lesão causada pela micose de pele.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de sálvia fresca ou 1 colher (de sopa) de sálvia seca;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar a sálvia na xícara com água fervente, tampar e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Esperar esfriar, coar, molhar uma gaze ou algodão no chá e aplicar sobre a pele com micose, de 2 a 3 vezes por dia.

9. Chá de alecrim-pimenta

O alecrim-pimenta, feito com a planta medicinal Lippia sidoides, possui potentes propriedades antifúngicas e antissépticas, que ajudam a eliminar mais rapidamente fungos responsáveis pela micose de pele, como pé de atleta, impigem ou pano branco, por exemplo. 

Ingredientes

  • 4 folhas de alecrim-pimenta;
  • 1 litro de água fervente. 

Modo de preparo

Adicionar o alecrim-pimenta na água fervente e deixar repousar por cerca de 6 horas. Depois, coar a mistura e utilizar a água para lavar a região afetada 2 a 3 vezes por dia, até que os sintomas desapareçam.

10. Chá de capim-limão

O chá de capim-limão, preparado com a planta medicinal Cymbopogon citratus é rico em substâncias, como citronelol, citronelal, limoneno e geraniol, com propriedades antifúngicas capazes de eliminar fungos da pele e evitar o seu desenvolvimento.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de folhas frescas de capim-limão;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Ferver a água, desligar o fogo e adicionar as filhas de capim-limão. Tampar, deixar descansar por 5 a 10 minutos. Em seguida, coar e mergulhar um pedaço de gaze ou pano limpo no chá e aplicar sobre a região da pele com micose. Deixar atuar por pelo menos 15 minutos.

Outra forma de usar o capim-limão é aplicar o óleo essencial dessa planta sobre a pele com micose. Veja como usar o óleo essencial de capim limão para micose

11. Óleo essencial de alho

O óleo essencial do alho ajuda a combater fungos devido à presença da substância alicina na sua composição, com potente efeito antifúngico, sendo uma boa opção de remédio caseiro para micose de pele.

Além disso, o alho é barato e bastante versátil, podendo ser usado na sua forma natural ou como óleo.

Ingredientes

  • 1 gota do óleo essencial de alho;
  • 2 gotas de óleo de coco, amêndoas ou azeite.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e aplicar diretamente sobre a pele com micose, massageando suavemente, 1 vez por dia. Deve-se lavar a pele antes e depois da aplicação do alho, para garantir melhor efeito. 

Uma vez que algumas pessoas podem apresentar sensibilidade aumentada para o óleo essencial do alho, é importante estar atento aos sintomas de alergia, como queimação ou vermelhidão na pele. Nesses casos, deve-se lavar o local com água fria e evitar voltar a colocar alho nessa região, já que poderá causar queimaduras ou inflamação.

O óleo essencial de alho não deve ser usado por crianças, mulheres grávidas ou em amamentação, na pele com feridas ou na região dos olhos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em outubro de 2022.

Bibliografia

  • OGBOLU, D. O.; et al. In vitro antimicrobial properties of coconut oil on Candida species in Ibadan, Nigeria. J Med Food. 10. 2; 384-7, 2007
  • ALEXA, E.; et al. Synergistic Antifungal, Allelopatic and Anti-Proliferative Potential of Salvia officinalis L., and Thymus vulgaris L. Essential Oils. Molecules. 23. 1; 185, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • ROSCA-CASIAN, O.; et al. Antifungal activity of Aloe vera leaves. Fitoterapia. 78. 3; 219-22, 2007
  • BRITO, D. I. V.; et al. Análise fitoquímica e atividade antifúngica do óleo essencial de folhas de Lippia sidoides Cham. e do Timol contra cepas de Candida spp. Rev. bras. plantas med. 17. 4 suppl 2; 836-844, 2015
  • ZHAO, Y.; et al. Chemical composition and antifungal activity of essential oil from Origanum vulgare against Botrytis cinerea. Food Chem. 365. 130506, 2021
  • BONA, E.; et al. Sensitivity of Candida albicans to essential oils: are they an alternative to antifungal agents?. J Appl Microbiol. 121. 6; 1530-1545, 2016
  • CHEE, H. Y.; LEE, M. H. Antifungal Activity of Clove Essential Oil and its Volatile Vapour Against Dermatophytic Fungi. Mycobiology. 35. 4; 241–243, 2007
  • PEREIRA, S, P.; DE PAULA, L. L. R. J. Ações terapêuticas do capim-santo: uma revisão de literatura. Revista Saúde em Foco. 2018. 10; 259-263, 2018
  • NAMBIAR V-; MATELA; H.. Potential Functions of Lemon Grass (Cymbopogon citratus) in Health and Disease. International Journal of Pharmaceutical & Biological Archives . 3. 5; 1035-1043, 2012
  • BOUKHATEM, M. N.; et al. Lemon grass (Cymbopogon citratus) essential oil as a potent anti-inflammatory and antifungal drugs. Libyan J Med. 9. 1; 25431, 2014
  • PATIL, S. M.; et al. A systematic review on ethnopharmacology, phytochemistry and pharmacological aspects of Thymus vulgaris Linn. Heliyon. 7. 5; e07054, 2021
  • SALEHI, B.; et al. Thymol, thyme, and other plant sources: Health and potential uses. Phytotherapy Research. 1–19, 2018
  • SHIN, S.; LIM, S. Antifungal effects of herbal essential oils alone and in combination with ketoconazole against Trichophyton spp. Journal of Applied Microbiology. 97. 6; 1289-1296, 2004
  • MARCOS-ARIAS, C.; et al. In vitro activity of origanum vulgare essential oil against candida species. BMC Complement Altern Med. 11. 119, 2011
  • SHARIFI-RAD, M.; et al. Carvacrol and human health: A comprehensive review. Phytother Res. 32. 9; 1675-1687, 2018
  • ALVES, Melissa; et al. Unveiling the Antifungal Potential of Two Iberian Thyme Essential Oils: Effect on C. albicans Germ Tube and Preformed Biofilms. Front Pharmacol. 2019; 10: 446. 10. 446; 1-11, 2019
  • GOPAL, Judy et al. Authenticating apple cider vinegar’s home remedy claims: antibacterial, antifungal, antiviral properties and cytotoxicity aspect. Natural Product Research. Vol.33. 6.ed; 1-5, 2019
  • KALEMBA, D.; KUNICKA, A. Antibacterial and antifungal properties of essential oils. Curr Med Chem. 10. 10; 813-29, 2003
  • SATCHELL, A. C.; et al. Treatment of interdigital tinea pedis with 25% and 50% tea tree oil solution: A randomized, placebo-controlled, blinded study. Australian Journal of Dermatology. 43. 3; 175-178, 2002
  • FONTENELLE, R. O. S.; et al. Chemical composition, toxicological aspects and antifungal activity of essential oil from Lippia sidoides Cham. Journal of Antimicrobial Chemotherapy. 59. 5; 934–940, 2007
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Os poderosos benefícios do chá de cravo da Índia

    16:26 | 268639 visualizações
  • Como ter uma PELE PERFEITA | com @depoisdosquinze

    14:28 | 68139 visualizações
  • Por que o TOMILHO faz bem? (com receita fácil e especial)

    03:19 | 90653 visualizações
  • Benefícios do ORÉGANO

    02:36 | 153720 visualizações