Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Micose de praia: causas, sintomas e tratamento

A micose de praia, também conhecida por pano branco ou pitiríase versicolor é uma infecção fúngica provocada pelo fungo Malassezia furfur, que produz ácido azeláico que interfere com a pigmentação da pele, devido à inibição da produção de melanina, levando à formação de manchas que são mais comuns nas costas e ombros e que se tornam mais visíveis após exposição solar, devido ao contraste com a cor bronzeada da pele saudável.

Geralmente, o tratamento da micose de praia consiste na aplicação de cremes, pomadas ou loções com antifúngico, que deve ser recomendado pelo médico, depois de fazer um diagnóstico adequado.

Micose de praia: causas, sintomas e tratamento

Quais os sintomas

Os sinais e sintomas que podem ocorrer em pessoas com micose de praia são o aparecimento de manchas claras, que são mais frequentes nas costas, peito, pescoço e braços, descamação de pele e coceira leve a moderada.

Possíveis causas

A micose de praia é causada por um fungo chamado de Malassezia furfur, que pode ser encontrado numa pele saudável sem que provoque a doença, porque ele apenas provoca a doença quando se multiplica.

As causas mais comuns que levam ao desenvolvimento deste fungo na pele são o tempo quente e úmido, o enfraquecimento do sistema imunitário, alterações hormonais ou ter pele oleosa.

Como é feito o tratamento

O tratamento geralmente consiste na aplicação de cremes, pomadas ou loções com antifúngico na composição, como é o caso ciclopirox, clotrimazol ou cetoconazol, por exemplo. Se a micose de praia for severa e não responder aos antifúngicos tópicos, também pode ser necessário tomar comprimidos antifúngicos como o fluconazol ou itraconazol, por exemplo.

Mesmo depois do tratamento, a pele pode continuar a ter manchas, porque é necessário algum tempo para que na região das manchas, se volte a produzir melanina de forma a uniformizar o tom de pele. Além disso, a infecção pode voltar novamente, principalmente quando o tempo estiver quente e úmido e, nestes casos, pode ser necessário fazer um tratamento de prevenção, que consiste na toma de antifúngicos uma a duas vezes por mês.

Tratamento caseiro

Algumas opções de tratamento caseiro que pode ser associado ao tratamento farmacológico são:

1. Extrato de equinácea

Uma das formas de evitar uma micose de praia é reforçar o sistema imune. Para isso, pode-se tomar meia colher de chá de extrato de equinácea, 2 vezes ao dia, durante 10 dias, fazer uma pausa de 3 dias e depois repetir mais 10 dias. Saiba mais benefícios da equinácea.

2. Spray antifúngico natural

Um bom spray que pode ser usado para combater a micose de praia é um spray à base de vinagre de sidra com óleo essencial de alfazema, que devolve a acidez natural à pele, ajudando-a a tornar-se mais resistente ao crescimento de fungos. A alfazema também é antimicrobiana e acalma a coceira e a inflamação.

Ingredientes

  • 125 mL de vinagre de sidra;
  • meia colher de chá de óleo essencial de alfazema.

Modo de preparo

Misturar num frasco vaporizador o vinagre de sidra e o óleo essencial de alfazema e aplicar uma vez ao dia, depois de tomar banho.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem