Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça os principais sintomas e como curar a candidíase

Os sintomas mais comuns da candidíase são a intensa coceira e a vermelhidão nos órgãos genitais. Porém, eles também pode surgir na boca, língua e a pele de adultos e crianças e, mais raramente no sangue e, por isso, os sintomas variam de acordo com a região afetada.

O tratamento para curar esta doença pode demorar até 3 semanas e, normalmente é feito com antimicóticos ou antifúngicos como miconazol ou fluconazol, por exemplo, que podem usados em forma de comprimidos, loção ou pomada.

1. Sinais de candidíase genital

A candidíase na maioria dos casos não é transmitida pelo contato íntimo, surgindo frequentemente quando o sistema imune está fraco, durante a gravidez devido à mudança do pH vaginal ou ao tomar antibiótico ou corticoide, podendo surgir na mulher ou no homem.

Se acha que pode estar com candidíase genital, selecione os seus sintomas:

  1. 1. Coceira intensa na região genital
    Sim
    Não
  2. 2. Vermelhidão e inchaço na região genital
    Sim
    Não
  3. 3. Placas esbranquiçadas na vagina ou na cabeça do pênis
    Sim
    Não
  4. 4. Corrimento esbranquiçado com grumos, semelhante a leite talhado
    Sim
    Não
  5. 5. Dor ou queimação ao urinar
    Sim
    Não
  6. 6. Desconforto ou dor durante o contato íntimo
    Sim
    Não

No homem, a candidíase nem sempre apresenta sintomas e, por isso, quando a mulher está com candidíase, é muito possível que o homem também esteja. Assim, é recomendado que ambos façam o tratamento para candidíase.

Conheça os principais sintomas e como curar a candidíase

Veja, em detalhes, como é feito o tratamento para curar a candidíase genital.

2. Sinais de candidíase na pele

A infecção na pele causada pelo fundo candida, geralmente afeta as regiões do corpo com pregas como virilhas, atrás do joelho, pescoço ou umbigo e provoca pele avermelhada, coceira e ardor.

Além disso, também pode afetar as unhas do pé ou da mão, chamado de micose, causando dor, deformação e aumento da espessura da unha, e pus, além da unha poder ficar branca ou amarela. Saiba como manter o tratamento e curar a micose.

Candidíase na peleCandidíase na pele

3. Sinais de candidíase na boca

A candidíase na boca pode manifestar-se através de aftas ou boqueira que podem afetar a língua, parte interna das bochechas e, por vezes, o céu da boca, causando sintomas como dor, dificuldade em comer, placas brancas e fissuras no conto da boca. Se tem algum destes sintomas veja como é feito o tratamento para a candidíase oral.

Candidíase oralCandidíase oral

Como curar a candidíase

O tratamento varia com a região afetada, porém é sempre necessário o uso de remédios antifúngicos, como Fluconazol ou Nistatina, indicados pelo médico, que podem ser em comprimidos, pomada ou solução oral.

A tabela a seguir indica as opções de tratamento.

Tipo Remédios mais comuns Tratamento natural
Candidíase oral Comprimidos ou solução oral como Fluconazol, Itronazol ou Nistatina por 7 dias Escovar os dentes pelo menos 2 vezes ao dia e evitar o cigarro, alimentos com açúcar ou álcool.
Candidíase genital na mulher e no homem Pomada ou comprimidos vaginais ou orais como Clotrimazol, Gino-canesten, Gyno-Dartarin ou Fluconazol por cerca de 3 a 7 dias. Evitar contato íntimo por 2 semanas, usar calcinha de algodão e evitar absorvente por mais de 3 horas.
Candidíase na pele ou unhas Pomada ou loção como Diflucan por cerca de 3 a 6 meses. Evitar umidade, secar bem as mãos e pés, usar luvas de borracha, não andar sem sapatos, trocar de meias diariamente.

Quando este fungo afeta o sangue, bexiga ou rins, por exemplo o tratamento normalmente é feito no hospital porque é necessário tomar remédios pela veia por cerca de 14 dias, sendo necessário internamento.

Além disso, durante o tratamento deve-se evitar o consumo de alimentos doces e ricos em carboidratos, porque aumentam as chances de manter o fungo e não tratar a infecção. Veja mais remédios que podem ajudar no tratamento da candidíase.

Causas da candidíase

Um dos fatores que aumenta as chances dessa doença é a umidade e os ambientes quentes, por exemplo. Além disso, alguns fatores que podem contribuir para o seu desenvolvimento incluem:

  • Uso prolongado de remédios como antibiótico, corticoide ou quimioterapia;
  • Diarreia crônica, prisão de ventre ou estresse;
  • Uso de calcinha de tecido sintético ou absorvente por mais de 3 horas;
  • Usar a toalha de banho de outras pessoas;
  • Ter contato íntimo desprotegido.

A doença é mais frequente quando o sistema imune está fraco, como em casos de aids, câncer ou diabetes descompensada ou quando ocorrem alterações hormonais, como gravidez ou durante a menstruação.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...