Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar e tratar a Candidíase na Gravidez

A candidíase na gravidez é uma situação bastante comum entre as grávidas, pois durante este período os níveis de estrogênio ficam mais elevados, favorecendo a proliferação da Candida Albicans que habita naturalmente na região íntima da mulher.

A candidíase na gravidez não prejudica o bebê, mas se o bebê nascer de parto normal e neste dia a mulher estiver com candidíase o bebê poderá ser contaminado e apresentar candidíase nos seus primeiros dias de vida.

Se o bebê for contaminado, ele poderá apresentar placas esbranquiçadas dentro da boca, a candidíase oral, popularmente chamada de "sapinho" e ao mamar ele poderá transmitir o fungo novamente para a mãe e esta irá apresentar um quadro de candidíase mamária que pode vir a dificultar a amamentação.

Como identificar e tratar a Candidíase na Gravidez

Sintomas 

A candidíase na gravidez pode estar presente sem apresentar nenhum sintoma, mas a situação mais comum é o surgimento de: 

  • Corrimento branco, tipo leite talhado;
  • Coceira na vagina;
  • Ardor ou dor ao urinar;
  • Dor nas relações sexuais;
  • A região pode ficar inchada e avermelhada.

O obstetra pode suspeitar de candidíase somente por observar a região íntima da mulher porque os sintomas são muito característicos mas como a candidíase pode favorecer o desenvolvimento de outros micro-organismos o médico pode solicitar um papanicolau para verificar se existe alguma outra infecção. 

Tratamento 

O tratamento para candidíase na gravidez pode ser feito com o uso de creme vaginais ou pomadas antifúngicas receitadas pelo médico. A candidíase que não gera sintomas também precisa ser tratada, porque esta infecção vaginal pode levar ao parto prematuro. 

A pomada para candidíase deve ser aplicada diariamente na vagina 2 vezes ao dia, durante 7 a 10 dias. E para complementar o tratamento aconselha-se:

  • Evitar alimentos doces ou ricos em carboidratos;
  • Sempre usar calcinhas de algodão;
  • Evitar usar calças muito apertadas;
  • Só lavar a região íntima com água e sabonete próprio ou chá de camomila;
  • Preferir papel higiênico branco e sem cheiro;
  • Evitar os protetores de calcinha perfumados.

Assista no vídeo a seguir o que comer e como fazer um excelente remédio caseiro usando iogurte natural:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...