5 remédios para candidíase masculina (e como usar)

Atualizado em setembro 2023

Os remédios para candidíase masculina, como o clotrimazol, a nistatina ou o fluconazol, possuem ação antifúngica que ajudam a eliminar o fungo Candida albicans e aliviar os sintomas de coceira, vermelhidão, aumento da sensibilidade da glande e/ou prepúcio, ou até secreção esbranquiçada, podendo ser usados na forma de pomadas ou comprimido.

Além dos remédios, alguns cuidados diários como manter a região íntima sempre seca, evitar ter contato íntimo durante o tratamento e adotar uma alimentação com pouca quantidade de carboidratos, como arroz, batata e pão, e em açúcar, também são importantes para tratar a candidíase peniana e ajudar a curá-la mais rápido.

O tratamento para a candidíase masculina deve ser feito pelo urologista, após avaliação do pênis e do estado geral de saúde, que pode indicar o melhor remédio para aliviar os sintomas, de forma individualizada, e evitar complicações como feridas ou fimose, por exemplo.

Veja, no vídeo a seguir, como é o tratamento da candidíase masculina:

youtube image - Como se livrar da CANDIDÍASE MASCULINA rapidamente

Principais remédios para candidíase masculina

Os principais remédios para candidíase masculina são:

1. Clotrimazol

O clotrimazol é uma pomada para candidíase no homem que tem ação antifúngica, que inibe o crescimento do fungo Candida albicans, aliviando os sintomas de coceira, placas avermelhadas ou esbranquiçadas no pênis, dor, ardor ou inchaço na glande ou no prepúcio.

Essa pomada pode ser encontrada na forma de creme dermatológico contendo clotrimazol 10 mg/g, como genérico ou com os nomes comerciais Canesten ou Dermobene, por exemplo.

Como usar: a pomada de clotrimazol deve ser aplicada na glande e no prepúcio 2 a 3 vezes por dia, por 1 a 2 semanas, conforme orientado pelo urologista.

Receba um tratamento mais completo!

Obtenha orientação especializada sobre o que tomar para se recuperar mais rápido.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

2. Miconazol

A pomada antifúngica para candidíase no homem contendo nistatina impede o crescimento e a multiplicação do fungo Candida albicans, aliviando os sintomas da candidíase masculina.

Essa pomada antifúngica pode ser encontrada como genérico "nitrato de miconazol" creme dermatológico 20 mg/g, e deve ser usada com orientação do urologista.

Como usar: aplicar a pomada de nitrato de miconazol, na glande e no prepúcio, 2 vezes por dia, de manhã e à noite, por 1 a 3 semanas, conforme orientação do urologista.

3. Nistatina

A nistatina para candidíase masculina é outra pomada antifúngica que pode ser indicada pelo urologista pois impede o crescimento e a multiplicação do fungo Candida albicans, aliviando os sintomas.

Geralmente, essa pomada é encontrada como pomada vaginal com aplicadores, mas que pode ser usada em homens sobre a glande e prepúcio, sem necessidade de usar o aplicadores.

Como usar: aplicar a pomada de nistatina, 1 ou 2 vezes por dia, durante 1 a 3 semanas, passando a pomada na glande e no prepúcio, conforme orientação do urologista.

4. Hidrocortisona

A hidrocortisona é uma pomada corticoide que pode ser indicada pelo médico para aliviar a inflamação na glande e no prepúcio, aliviando os sintomas, quando são mais intensos.

No entanto, essa pomada não elimina o fungo Candida albicans, mas pode ser associada ao tratamento com pomadas antifúngicas.

A pomada de hidrocortisona pode ser encontrada na forma de creme dermatológico 10 mg/g, como genérico "acetato de hidrocortisona".

Como usar: aplicar uma fina camada da pomada de acetato de hidrocortisona na glande e no prepúcio, 2 a 3 vezes por dia, massageando levemente. O tempo de uso da hidrocortisona pomada deve ser orientado pelo urologista. Saiba como usar a hidrocortisona corretamente.

5. Fluconazol

O fluconazol é um antifúngico de dose única que inibe o crescimento da Candida albicans, sendo indicado nos casos mais graves com inflamação mais intensa na glande ou no prepúcio.

Em alguns casos, o urologista pode recomendar a combinação do tratamento com antifúngicos na forma de cremes e pomadas, junto com a cápsula de fluconazol.

Como usar: a cápsula deve ser ingerida por via oral, sendo que a dose recomendada é de 1 cápsula de fluconazol 150 mg em dose única. Saiba como tomar o fluconazol corretamente.

Cuidados durante o tratamento 

Além do uso de remédios prescritos pelo médico, para tratar a candidíase peniana, deve-se sempre seguir alguns cuidados a fim de curar mais rapidamente a doença, incluindo:

  • Aplicar a pomada indicada pelo médico na glande e no prepúcio após higiene local;
  • Fazer o tratamento pelo tempo recomendado pelo urologista, mesmo que os sintomas melhorem rapidamente;
  • Manter a região genital sempre limpa e seca;
  • Evitar relações sexuais no período em que estiver em crise ou em tratamento;
  • Evitar comer alimentos ricos em gorduras e açúcares;
  • Aumentar o consumo de vitamina C com o objetivo de aumentar o sistema imunológico;
  • Beber muita água;
  • Comer mais verduras e hortaliças;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Não fumar;
  • Usar preservativo em todas as relações sexuais;
  • Evitar roupas justas e de material sintético.

O tratamento para candidíase deve ser realizado tanto pelo homem, quanto pela (o) parceira (o), caso tenho havido relação sexual, para que a doença seja totalmente eliminada. Saiba como identificar a candidíase no homem.

Sinais de melhora

Os sinais de melhora da candidíase masculina incluem a diminuição da dor durante o contato íntimo, assim como da vermelhidão e do inchaço, e o desaparecimento das placas esbranquiçadas no pênis e do corrimento.

Sinais de piora

Os sinais de piora da candidíase no homem surgem quando o tratamento não é feito ou é feito de forma incorreta e incluem aumento da dor, da vermelhidão e do inchaço, assim como, do aparecimento das placas esbranquiçadas no pênis.

Remédio caseiro para candidíase no homem

Uma opção de remédio caseiro para candidíase no homem é a aplicação de iogurte natural diretamente na região acometida pelo fungo, deixando agir por cerca de 30 minutos.

O iogurte é eficaz porque contém bactérias benéficas que ajudam a reduzir a aliviar os sintomas da candidíase. É recomendado que o iogurte utilizado seja o mais natural possível, ou seja, livre de aditivos, gorduras e açúcar.

A alimentação é também de grande ajuda para se recuperar mais rápido da coceira e do incômodo causado pela candidíase. Veja o que comer e o que evitar para acelerar o tratamento da candidíase.