Candidíase de repetição: sintomas, causas e tratamento

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
março 2022

A candidíase de repetição é caracterizada pela ocorrência de 4 ou mais episódios de infecção pelo fungo Candida no mesmo ano. Este tipo de candidíase pode também ser conhecido como candidíase recorrente ou crônica.

Normalmente, a candidíase torna-se crônica quando a sua causa não é eliminada, sendo uma situação comum nos casos de enfraquecimento do sistema imune ou quando o tratamento não é realizado corretamente.

A candidíase acontece tanto em mulheres, quanto em homens e pode provocar sintomas na região genital, mas também na boca e até no intestino. Na presença de sintomas sugestivos de candidíase, especialmente se forem recorrentes, é importante consultar um clínico geral, ginecologista ou urologista, para iniciar o tratamento mais adequado.

Principais sintomas

Os sintomas da candidíase de repetição são os mesmos da candidíase comum, com a diferença de que os episódios de candidíase recorrente acontecem pelo menos 4 vezes ao ano.

Os principais sinais e sintomas de candidíase são:

  • Irritação e coceira na região genital;
  • Dor durante o contato íntimo;
  • Corrimento branco;
  • Placas esbranquiçadas no pênis.

Na presença de sinais e sintomas de candidíase, é importante que o médico seja consultado para que seja feita uma avaliação dos sintomas e, assim, ser possível realizar exames que confirmem a infecção e iniciar o tratamento. Saiba mais sobre os sintomas de de candidíase genital.

Causas da candidíase de repetição

A candidíase de repetição é mais frequente em pessoas que possuem o sistema imunológico mais comprometido ou que não realizaram o tratamento da candidíase corretamente. Porém, também existem outros fatores que podem aumentar o risco de se desenvolver candidíase recorrente, como:

  • Excesso de estresse;
  • Diabetes descompensada;
  • Alimentação rica em açúcar;
  • Higienização íntima inadequada;
  • Uso recorrente de antibióticos.

Além disso, usar de roupas íntimas de tecido sintético ou muito apertadas também pode favorecer a proliferação do fungo Candida, levando ao aparecimento repetitivo da candidíase. Veja mais sobre as causas da candidíase.

Candidíase crônica na gravidez

A candidíase crônica é relativamente comum na gravidez devido às alterações hormonais desse período, que interferem no bom funcionamento do sistema imunológico e no pH da vagina, tornando mais fácil o desenvolvimento de candidíase.

O tratamento para candidíase crônica na gravidez deve ser iniciado o mais rápido possível sob indicação do ginecologista e do obstetra, de forma a evitar a transmissão para o bebê durante o parto.

Como é feito o tratamento

O tratamento para candidíase de repetição deve ser feito com a orientação de um médico, já que antes de se começar a utilizar algum medicamento é importante realizar um antifungigrama. Esse exame que tem como objetivo identificar a quais remédios a Candida é sensível, facilitando a escolha do medicamento mais adequado.

De forma geral, é indicado o uso de Fluconazol oral por cerca de 6 meses, no entanto outros antimicrobianos podem ser indicados tanto na forma oral quanto na forma de pomadas ou cremes.

É importante que o tratamento seja feito conforme a indicação do médico, mesmo que os sintomas tenham desaparecido alguns dias após o início do tratamento, pois assim é possível garantir o combate dos fungos que estão em excesso, evitando que os sintomas de candidíase voltem a surgir.

Cuidados durante o tratamento

Além do uso de medicamentos indicados pelo médico, e para garantir o sucesso do tratamento, também é importante adotar alguns cuidados, como:

  • Diminuir o consumo de doces, pois o açúcar favorece o crescimento do fungo;
  • Evitar usar roupas muito apertadas e de tecido sintético;
  • Realizar a higienização da região íntima de maneira adequada;
  • Secar bem a região íntima;
  • Praticar atividades físicas regulares. 

Durante a avaliação dos sintomas pelo médico, é também levada em consideração o fator desencadeante da candidíase recorrente, de forma que podem ser indicados outros cuidados específicos para a causa. Veja mais detalhes do tratamento para candidíase.

Tratamento natural

Uma opção de tratamento natural para a candidíase é o banho de assento com bicarbonato, pois promove o equilíbrio do pH da vagina, impedindo a proliferação das espécies de Candida sp. Veja como é feito o tratamento natural para candidíase.

Além do banho de assento, podem ser consumidos alimentos com probióticos, como iogurte, que tem como objetivo reconstituir a flora vaginal, por exemplo, aumentando a concentração dos microrganismos que mantém a saúde do órgão vaginal. Saiba quais são os melhores remédios caseiros para candidíase. 

Confira no vídeo a seguir mais dicas para combater a candidíase:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em março de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.

Tuasaude no Youtube

  • Como CURAR NATURALMENTE a candidíase

    06:24 | 1875036 visualizações