Remédios para infecção urinária: de farmácia e naturais

Os remédios para infecção urinária mais indicados pelo médico são os antibióticos, os antissépticos ou os analgésicos, como nitrofurantoína, escopolamina ou metenamina e o cloreto de metiltionínio, pois ajudam a eliminar as bactérias causadoras da infecção e aliviar os sintomas como dor ou queimação ao urinar, vontade de urinar frequentemente ou sensação de peso na bexiga, por exemplo.

A infecção urinária é causada por bactérias do intestino, especialmente a Escherichia coli, que chegam ao sistema urinário, sendo mais comum nas mulheres,  devido à proximidade entre a uretra e o ânus, levando ao surgimento dos sintomas que podem estar acompanhados de febre baixa constante ou urina muito escura com cheiro forte. Saiba se tem uma infecção urinária, fazendo um teste online de sintomas.

Além dos remédios indicados pelo médico, algumas opções caseiras podem ajudar a aliviar os sintomas e complementar o tratamento médico, como o suco de arando ou o xarope de uva-ursina, pois têm ação diurética e anti-inflamatória, ajudando a aliviar os sintomas da infecção urinária.

Remédios para infecção urinária: de farmácia e naturais

1. Antibióticos

Alguns dos antibióticos mais indicados para tratar uma infecção urinária, que podem ser prescritos pelo médico, e comprados na farmácia com receita médica são: 

  • Nitrofurantoína (Macrodantina): a dose recomendada é de 1 cápsula de 100 mg, a cada 6 horas, durante 7 a 10 dias;
  • Fosfomicina (Monuril): a dose recomendada é de 1 sachê de 3 g em dose única, ou a cada 24 horas, durante 2 dias, que deve ser tomada, de preferencia com o estômago e a bexiga vazios, preferencialmente à noite, antes de deitar;
  • Sulfametoxazol + trimetoprima (Bactrim ou Bactrim F): a dose recomendada para adultos é de 1 comprimido de Bactrim F ou 2 comprimidos de Bactrim, a cada 12 horas, por no mínimo 5 dias ou até desaparecimento dos sintomas;
  • Fluoroquinolonas, como ciprofloxacino ou levofloxacino: a dose recomendada varia com o tipo de remédio utilizado, conforme orientação médica;
  • Penicilinas ou cefalosporinas, como amoxicilina, cefalexina ou ceftriaxona: a dose recomendada também varia de acordo com o medicamento prescrito.

Caso se trate de uma infecção urinária severa, pode ser necessário realizar o tratamento no hospital, com administração de antibióticos na veia.

Geralmente, os sintomas de infecção urinária desaparecem em poucos dias de tratamento, no entanto, é importante que a pessoa tome o antibiótico durante o tempo que foi determinado pelo médico.

2. Antiespasmódicos e analgésicos

Geralmente, a infecção urinária provoca sintomas desagradáveis como dor e ardência ao urinar, vontade frequente para urinar, dor abdominal ou sensação de peso no fundo da barriga e, por isso, o médico pode prescrever antiespasmódicos como o flavoxato (Urispás), a escopolamina (Buscopan ou Tropinal) e a hiosciamina (Tropinal), que são remédios que aliviam todos estes sintomas associados ao trato urinário.

Além disso, embora não tenha ação antiespasmódica, a fenazopiridina (Urovit ou Pyridium) também alivia a dor e ardência característica das infecções urinárias, já que é um analgésico que atua no trato urinário.

3. Antissépticos

Os antissépticos como a metenamina e o cloreto de metiltionínio (Sepurin), também podem ajudar os sintomas como queimação ou dor ao urinar, além de evitar que a infecção piore e chegue nos rins ou bexiga pois também tem ação antibacteriana o que ajuda a eliminar as bactérias do trato urinário e a prevenir infecções recorrentes.

4. Suplementos

Existe ainda uma grande variedade de suplementos que tem na sua composição extrato de arando vermelho, conhecido por cranberry, que pode estar associado a outros componentes, que agem impedindo a adesão das bactérias ao trato urinário, e promovem a reconstituição de uma microflora intestinal equilibrada, criando um ambiente adverso ao desenvolvimento de infecções urinárias, sendo, por isso, muito útil como complemento ao tratamento ou para evitar recidivas.

Conheça outros benefícios das cápsulas de arando vermelho.

5. Vacina

O Uro-Vaxom é uma vacina indicada para a prevenção de uma infecção urinária, em forma de comprimidos, composta por componentes extraídos de Escherichia coli, que atua estimulando as defesas naturais do organismo, sendo usada para prevenir infecções recorrentes das vias urinárias ou como adjuvante no tratamento de infecções agudas das vias urinárias.

Saiba como usar este medicamento.

Remédios caseiros para infecção urinária

Uma solução caseira para aliviar os sintomas da infecção urinária é tomar um suco de arando, xarope de uva-ursina ou um chá de vara-de-ouro, por exemplo. Saiba como preparar estes remédios naturais.

Além disso, os alimentos diuréticos como a cebola, salsa, melancia, aspargo, graviola, pepino, laranja ou cenoura, também são ótimos complementos ao tratamento da infecção, pois ajudam a eliminar a urina, contribuindo para a eliminação das bactérias. Veja outras dicas naturais no vídeo seguinte: 

Remédios para crianças e grávidas

Caso a infecção urinária ocorra em crianças ou grávidas, os medicamentos e a posologia podem ser diferentes.

Infecção urinária infantil

Em crianças, o tratamento é muitas vezes feito usando o mesmo tipo de antibióticos, mas na forma de xarope. Dessa forma, o tratamento deve ser sempre indicado pelo pediatra, sendo que a dose recomendada varia de acordo com a idade da criança, peso, sintomas apresentados, gravidade da infecção e microrganismo responsável por causar a infecção.

Infecção urinária na gravidez

Os remédios para infecção urinária na gravidez devem ser prescritos pelo obstetra, devendo ser usados com muita cautela, para não prejudicar o bebê. Os antibióticos para a infecção urinária que são considerados mais seguros para tomar durante a gestação são as penicilinas ou cefalosporinas.

Como prevenir as infecções urinárias recorrentes

Existem mulheres que sofrem de infecções urinárias várias vezes ao ano e, nestes casos, o médico pode recomendar um tratamento de prevenção para evitar as recidivas através da ingestão diária de uma baixa dose de antibióticos, como o Bactrim, Macrodantina ou fluoroquinolonas, durante cerca de 6 meses ou tomando uma dose única de antibiótico após o contato intimo, caso as infeções estejam relacionadas com a atividade sexual.

Além disso, para evitar infecções urinárias recorrentes, a pessoa também pode tomar remédios naturais por um longo período de tempo ou imunoterápicos.

Além dos remédios e opções naturais, durante o tratamento para infecção urinária, recomenda-se não tomar nenhum outro medicamento sem o conhecimento do médico e beber cerca de 1,5 a 2 litros de água por dia, o que ajuda a eliminar as bactérias do organismo. 

Assista o vídeo a seguir com outras dicas de remédios e opções naturais para tratamento da infecção urinária:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • LONGO, Dan L. et al.. Medicina interna de Harrison. 18.ed. São Paulo: AMGH Editora, 2013. 2393-2394.
  • DE CUETO, M.; et al. Executive summary of the diagnosis and treatment of urinary tract infection: Guidelines of the Spanish Society of Clinical Microbiology and Infectious Diseases (SEIMC). Enferm Infecc Microbiol Clin. 35. 5; 314-320, 2017
  • MCLELLAN, L. K.; HUNSTAD, D. A. Urinary Tract Infection: Pathogenesis and Outlook. Trends Mol Med. 22. 11; 946-957, 2016
  • PSAP 2018 BOOK 1 • INFECTIOUS DISEASES. Urinary Tract Infections. 2018. Disponível em: <https://www.accp.com/docs/bookstore/psap/p2018b1_sample.pdf>. Acesso em 26 Jul 2021
  • EUROPEAN ASSOCIATION OF UROLOGY. EAU Guidelines on Urological Infections. 2018. Disponível em: <https://uroweb.org/wp-content/uploads/EAU-Guidelines-on-Urological-Infections-2018-large-text.pdf>. Acesso em 26 Jul 2021
  • LONGO, Dan L.; et al. Medicina interna de Harrison: infecções do Trato Urinário, Pielonefrite e Porstatite - Capítulo 288. 18.ed. São Paulo: AMGH Editora, 2013. 2393-2394.
  • HISANO, Marcelo et. al.. Cranberries and lower urinary tract infection prevention. CLINICS. 67. 6; 661-667, 2012
  • MULLER, A. E.; et al. Nitrofurantoin's efficacy and safety as prophylaxis for urinary tract infections: a systematic review of the literature and meta-analysis of controlled trials. Clin Microbiol Infect. 23. 6; 355-362, 2017
  • HUTTER, A.; et al. Effect of 5-Day Nitrofurantoin vs Single-Dose Fosfomycin on Clinical Resolution of Uncomplicated Lower Urinary Tract Infection in Women: A Randomized Clinical Trial. JAMA. 319. 17; 1781-1789, 2018
  • PIÑeiro, Pérez R.; et al. Recomendaciones sobre el diagnóstico y tratamiento de la infección urinaria [Recommendations on the diagnosis and treatment of urinary tract infection]. An Pediatr (Engl Ed). 90. 6; 400.e1-400.e9, 2019
Mais sobre este assunto: