Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Chás para tratar a infecção urinária naturalmente

O uso de chás é uma boa forma para complementar o tratamento da infecção urinária, já que podem aumentar o efeito dos remédios receitados, assim como aliviar os sintomas mais rapidamente.

No entanto, os chás nunca devem substituir a orientação do médico, especialmente quando estão sendo utilizados antibióticos.

Os chás mais usados em casos de infecção urinária incluem aqueles com ação antimicrobiana, pois ajudam a eliminar os micro-organismos que estão causando a infecção, assim como os diuréticos, que aumentam a quantidade de urina produzida, permitindo limpar as vias urinárias. Alguns bons exemplos comprovados são:

1. Uva ursina

Chás para tratar a infecção urinária naturalmente

As folhas desta planta são utilizadas há muitos anos para aliviar e tratar os sintomas de infecção urinária e, segundo vários estudos, seus efeitos estão relacionados com a presença de uma substância, conhecida como arbutina, que tem forte ação antimicrobiana e que, por isso, consegue eliminar as bactérias, vírus e fungos responsáveis pela maior parte dos casos de infecção urinária.

Além disso, a erva ursina também tem ação diurética, o que ajuda a eliminar mais urina durante o dia, mantendo o trato urinário mais limpo e livre de micro-organismos.

Ingredientes

  • 3 g de folhas secas de uva ursina;
  • 200 ml de água fria.

Modo de preparo

Juntar as folhas com a água e deixar repousar entre 12 a 14 horas, num recipiente tampado e ao abrigo da luz. Depois, coar a mistura e beber até 4 xícaras por dia. Os ingredientes apresentado geralmente servem para preparar uma xícara de chá, por isso, caso se deseje, deve-se aumentar as quantidades, para fazer o suficiente para 1 dia.

Atenção: a uva ursina pode causar alguns casos de intoxicação e, por isso, deve ser consumida com moderação, sendo que o recomendado é fazer o tratamento apenas durante as crises de sintomas e por um máximo de 7 dias. Caso surjam sintomas como náuseas ou vômitos é importante parar a ingestão da uva ursina.

2. Hidraste

Chás para tratar a infecção urinária naturalmente

O hidraste é outra planta com comprovação científica que pode ajudar a tratar casos de infecção urinária, já que é rico em substâncias como hidrastina e berberina, que têm ação antimicrobiana e anti-inflamatória, além de existirem também alguns estudos que apontam que a berberina pode até impedir que algumas bactérias, especialmente a E. coli, consigam grudar nas paredes do sistema urinário, sendo mais facilmente eliminadas.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de pó de raiz de hidraste;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Colocar os ingredientes numa xícara por 10 a 15 minutos e mexer. Depois coar, deixar amornar e consumir 2 a 3 vezes por dia.

O pó de hidraste para fazer o chá pode ser difícil de encontrar e, por isso, esta planta também pode ser usada sob a forma de extrato líquido da raiz, devendo-se ingerir ¼ de colher de chá por dia, ou de acordo com as indicações da embalagem. Outra forma de consumo é o uso de cápsulas, sendo que, nesses casos, é indicado consumir 450 mg 2 a 3 vezes por dia.

3. Cabelo de milho

Chás para tratar a infecção urinária naturalmente

O chá de cabelo de milho é outro dos remédios caseiros mais utilizados para tratar problemas do sistema urinário, onde se inclui a infecção urinária. Após alguns estudos, foi encontrado que este chá tem boas concentrações de taninos, terpenoides e alcaloides, que lhe conferem boas propriedades antimicrobianas.

Além disso, o chá de cabelo de milho também é um diurético, o que facilita a eliminação de micro-organismos do sistema urinário.

Ingredientes

Modo de preparo

Colocar o cabelo de milho junto com a água em uma xícara e esperar entre 5 a 10 minutos. Depois, coar, deixar amornar e beber 2 a 3 vezes por dia.

4. Dente-de-leão

Chás para tratar a infecção urinária naturalmente

O dente-de-leão é uma planta com excelente ação diurética que ajuda a aumentar a quantidade de urina, permitindo eliminar mais rapidamente as bactérias que estão causando a infecção urinária.

Ingredientes

Modo de preparo

Juntar o dente-de-leão com a água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Depois coar e beber 2 a 3 vezes por dia.

5. Bucho

Chás para tratar a infecção urinária naturalmente

As folhas de bucho apresentam atividade diurética e antimicrobiana que parecem ajudar a combater os micro-organismos que causam infecção do trato urinário, além de aumentar a quantidade de urina.

Após alguns estudos, essas propriedades da planta foram atribuídas ao seu óleo essencial, que é produzido maioritariamente nas folhas. Isso porque, o óleo é capaz de ser absorvido no estômago e, depois, é liberado nos rins, onde se junta com a urina e promove uma "limpeza" interna das vias urinárias.

Ingredientes

  • 1 a 2 colheres (de chá) de folhas secas de bucho;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Colocar as folhas na água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Depois coar, deixar amornar e beber 2 a 3 vezes por dia.

6. Cavalinha

Chás para tratar a infecção urinária naturalmente

A cavalinha é um dos diuréticos naturais mais conhecidos ao redor do mundo e, por esse motivo, pode ser uma boa aliada no tratamento da infecção urinária, já que facilita a eliminação dos micro-organismos responsáveis pela infecção. Segundo as investigações realizadas, essa ação da cavalinha está relacionada com a presença de uma importante substância diurética, a equisetonina.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de cavalinha;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Juntar os ingredientes numa xícara e deixar repousar entre 5 a 10 minutos. Depois, coar, deixar amornar e beber até 3 xícaras por dia.

Uma vez que é um forte diurético, que elimina vários tipos de minerais importantes, a cavalinha não deve ser utilizada por mais de 7 dias.

Cuidados importantes ao usar os chás

O uso de chás ou qualquer outro  produto natural para tratar problemas de saúde deve ser sempre orientado por um médico ou um profissional de saúde especializado no uso de plantas medicinais. Isso porque as dosagens precisam ser bem adaptadas a fatores como idade, peso e histórico de saúde da pessoa.

Além disso, grávidas, mulheres a amamentar e crianças com menos de 3 anos devem evitar o uso de qualquer tipo de chá sem o conhecimento do obstetra ou pediatra.

Uma vez que a maior parte dos chás indicados têm ação diurética também é muito importante que seu uso não seja feito por períodos muito prolongados, geralmente maiores que 7 dias, já que pode resultar em desiquilíbrio de minerais importantes no corpo.

Além do uso de chás, existem ainda algumas alterações que se podem fazer na alimentação para garantir o sucesso do tratamento. Veja mais dicas da nossa nutricionista:

Infecção Urinária | O que comer para Curar e Evitar

1.7 milhões visualizações

Bibliografia >

  • RAKEL, David. Integrative Medicine. 4.ed. Elsevier, 2018. 211-215.
  • R. V, Geetha; ROY, Anitha; T, Lakshmi. Nature’s Weapon against Urinary Tract Infections. International Journal of Drug Development & Research. Vol.3, n.3. 85-94, 2011
  • T. P, Vijitha; D, Saranya. Corn Silk - A Medicinal Boon. International Journal of ChemTech Research. Vol.10, n.10. 129-137, 2017
  • B. A, Clare; R. S, Conroy; K, Spelman. The diuretic effect in human subjects of an extract of Taraxacum officinale folium over a single day. Journal of Alternative and Complementary Medicine. Vol.15, n.8. 929-934, 2008
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem