Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o Cloridrato de Ciprofloxacino (Cipro)

O ciprofloxacino é um antibiótico de amplo espectro, indicado para o tratamento de vários tipos de infecções, como bronquite, sinusite, prostatite ou gonorreia, por exemplo. 

Este medicamento está disponível em farmácias, na forma de genérico ou com os nomes comerciais Cipro, Quinoflox, Ciprocilin, Proflox ou Ciflox, por exemplo, por um preço que pode variar entre 50 e 200 reais, de acordo com o nome comercial, forma de apresentação e dimensão da embalagem.

Como qualquer outro antibiótico, o ciprofloxacino só deve ser utilizado sob orientação de um médico e só pode ser comprado mediante a apresentação de uma receita médica.

Para que serve o Cloridrato de Ciprofloxacino (Cipro)

Para que serve

Este antibiótico está indicado para o tratamento de infecções causadas por micro-organismos sensíveis ao ciprofloxacino:

  • Pneumonia;
  • Otite média;
  • Sinusite;
  • Infecções nos olhos;
  • Infecções urinárias;
  • Infecções na cavidade abdominal;
  • Infecções da pele, tecidos moles, ossos e articulações;
  • Sepse.

Além disso, também pode ser utilizado em infecções ou como prevenção de infecções em pessoas com um sistema imunológico comprometido ou na descontaminação intestinal seletiva em pessoas que fazem tratamento com imunossupressores.

Já nas crianças, este medicamento só deve ser utilizado para tratar infecções agudas na fibrose cística causada por Pseudomonas aeruginosa.

Como tomar

No adulto, a dose recomendada varia de acordo com o problema a tratar:

Problema a tratar:Dose recomendada por dia:
Infecções do trato respiratório2 doses de 250 a 500 mg

Infecções do trato urinário:

 - aguda, não complicada

 - cistite em mulheres

 - complicada

1 a 2 doses de 250 mg

dose única de 250 mg

2 doses de 250 a 500 mg

GonorreiaDose única de 250 mg
Diarreia1 a 2 doses de 500 mg
Outras infecções2 doses de 500 mg
Infecções graves, com risco para a vida2 doses de 750 mg

Já no tratamento de crianças com infecção aguda de Pseudomonas aeruginosa, a dose deve ser de 20 mg/kg, 2 vezes por dia, até um máximo de 1500 mg por dia.

A duração do tratamento também varia de acordo com a infecção que se pretende tratar. Assim, o tratamento deve ser de 1 dia nos casos de gonorreia aguda não complicada e cistite, até 7 dias nos casos de infecção renal, do trato urinário e cavidade abdominal, durante todo o período neutropênico em pacientes com defesas orgânicas debilitadas, máximo de 2 meses nos casos de osteomielite e 7 a 14 dias nas restantes infecções.

Nas infecções estreptocócicas ou naquelas causadas por Chlamydia spp., o tratamento deve durar pelo menos 10 dias, pelo risco de complicações posteriores e a duração total do tratamento para exposição ao antraz por inalação, com ciprofloxacino é de 60 dias. Nos casos de exacerbação pulmonar aguda de fibrose cística, associada à infecção por Pseudomonas aeruginosa, em pacientes pediátricos com idade entre 5 e 17 anos, a duração do tratamento deve ser de 10 a 14 dias.

A posologia pode ser alterada pelo médico, especialmente em casos de insuficiência renal ou hepática.

Principais efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com ciprofloxacino são náuseas e diarreia.

Embora seja mais raro, podem também ocorrer superinfecções micóticas, eosinofilia, diminuição do apetite, agitação, dor de cabeça, tontura, distúrbios do sono e alterações do paladar, vômitos, dores abdominais, má digestão, excesso de gases intestinais, pancreatite, aumento das transaminases no fígado, da bilirrubina e da fosfatase alcalina no sangue, erupções cutâneas, coceira e urticária, dores no corpo, mal estar, febre e disfunção renal.

Quem não deve usar

Este antibiótico não deve ser usado na gravidez ou amamentação sem orientação de um médico. Além disso, também não pode ser tomado por quem tem alergia ao ciprofloxacino ou a qualquer componente presente na fórmula ou que está fazendo tratamento com tizanidina.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem