O que fazer para combater a insônia e principais causas

A insônia é um distúrbio do sono que causa dificuldade para adormecer ou para permanecer dormindo, podendo surgir de forma esporádica ou ser frequente. Esta situação é mais comum em períodos de estresse, podendo também estar associada a doenças, como a depressão, ou estar associada a situações como gravidez, menopausa ou na terceira idade, períodos que causam modificações na fisiologia do organismo.  

Para tratar a insônia, é muito importante adotar bons hábitos para reeducar o corpo a adormecer no momento certo, chamados de terapia de higiene do sono, como evitar assistir televisão ou olhar o celular na hora de dormir, evitar deitar cada dia em um horário diferente e praticar exercícios físicos durante o dia, por exemplo. Além disso, existem remédios naturais, como chá de maracujá ou camomila, que podem ser usados para facilitar o sono. 

Já os remédios de farmácia para dormir, como Diazepam ou Clonazepam, por exemplo, devem ser evitados, pelo seu risco de dependência e de efeitos colaterais, como quedas, devendo ser usados somente sob indicação médica.

O que fazer para combater a insônia e principais causas

Principais causas

As causas da insônia podem estar relacionadas ao estresse, ansiedade e até mesmo ao consumo excessivo de alimentos estimulantes, como o café. Outras causas comuns da insônia incluem:

  • Depressão;
  • Alterações hormonais, como na menopausa;
  • Uso de drogas ilícitas;
  • Uso prolongado de remédios para dormir;
  • Não ter bons hábitos de sono, como não respeitar o horário de dormir e acordar;
  • Síndrome do Jet Lag ou da mudança dos fusos horários;
  • Mudanças contínuas de horários, como ocorre com profissionais que trabalham por turnos;
  • Envelhecimento, pois os idosos estão mais propensos a alterações do sono e dificuldades para dormir;
  • Doenças, como a fibromialgia, que gera dor por todo o corpo sem justificativa aparente, causando cansaço.

O diagnóstico da insônia deve ser feito através da avaliação pelo médico do padrão de sono, do uso de medicamentos, grau de estresse psicológico, consumo de álcool e o nível de atividade física. Deve ser baseado nas necessidades individuais porque a necessidade de horas de sono não é igual para todos.

O que fazer

Para combater a insônia e conseguir ter uma boa noite de sono é importante mudar alguns hábitos. Assim, o que se pode fazer para combater a insônia é:

1. Tratamento natural

O tratamento natural para insônia pode ser feito com a ingestão de um chá calmante, como maracujá, erva cidreira ou camomila, por exemplo, pois são plantas medicinais possuem propriedades calmantes que podem ajudar a dormir melhor. Para fazer o chá de camomila, deve-se acrescentar 1 colher de sopa de flores secas de camomila em 1 xícara e adicionar água fervente e quando morno, beber.

Além disto, é possível utilizar remédios fitoterápicos naturais, como a Valeriana, que tem ação sedativa e analgésica. Confira outras opções de remédios naturais para insônia.

O que fazer para combater a insônia e principais causas

2. Terapia de higiene do sono

A terapia de higiene do sono é uma forma efetiva de combater a insônia e consiste na mudança de hábitos que ajudam a aumentar os níveis de melatonina e, assim, favorecem a boa noite de sono. Alguns dos hábitos que podem ser adotados são:

  • Deitar-se e levantar-se sempre ao mesmo horário;
  • Evitar dormir durante o dia;
  • Não assistir televisão, mexer em celulares, computadores ou tablet 1-2 horas antes de dormir;
  • Evitar ficar na cama ao longo do dia ou fazer atividades diversas como estudar, ler ou mexer no celular;
  • Evitar luzes ou barulhos excessivos no quarto;
  • Preferir atividades físicas durante o dia;
  • Comer alimentos leves antes de dormir.

Além disto, também pode ser recomendada a realização de terapia cognitivo-comportamental ou terapias alternativas, como meditação, acupuntura, massagens ou fototerapia, por exemplo.

3. Tratamento com remédios

O tratamento para insônia pode ser feito com o uso de medicamentos ansiolíticos ou para dormir, como são popularmente chamados, como o Lorazepam, Clonazepam ou Diazepam. No entanto, estes medicamentos só devem ser utilizados após indicação pelo médico e em casos muito específicos, pois podem causar dependência e efeitos colaterais, como quedas e alterações de memória, podendo, inclusive piorar o sono da pessoa. Veja quais são os remédios para dormir mais indicados.

Confira estas e outras dicas para combater a insônia no vídeo a seguir:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • RAKEL, David. Integrative Medicine. 4.ed. Elsevier, 2018. p. 74-85.
  • Varela MJV. et al. Insônia: doença crônica e sofrimento. REVISTA NEUROCIÊNCIAS. V. 13, N. 4 . pp. 183-189, 2005. Disponível em: http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2005/RN%2013%2004/Pages%20from%20RN%2013%2004-3.pdf. Acesso em: 28/02/2020.
  • Cordioli, Aristides V. et al. Psicofármacos: Consulta Rápida- Diretrizes e algoritmo para o manejo da insônia. Porto Alegre: Artmed, 2005. p.385-400.
  • Passos, Giselle Soares. et al. Tratamento não farmacológico para a insônia crônica. Rev Bras Psiquiatr . v.29, n.3. pp.279-282, 2007. Disponivel em: . Acesso em: 28/02/2020
Mais sobre este assunto: