Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

11 sintomas de problemas nos rins (com teste online)

Revisão clínica: Dr. Bruno Zawadzki
Nefrologista
janeiro 2023

Problemas crônicos nos rins geralmente não causam sintomas na fase inicial, no entanto, com a progressão da doença podem aparecer sintomas como urina avermelhada ou espumosa, vontade frequente de urinar, dor nas costas e inchaço no corpo, mas algumas vezes também podem surgir coceira na pele, alterações no sono e até do paladar.

No entanto, em alguns casos, as alterações nos rins não causam qualquer sinal ou sintoma. É importante pessoas que possuem fatores de risco, como pressão alta, diabetes, doenças autoimunes ou obesidade, por exemplo, fazerem regularmente exames para pesquisar da perda de proteína na urina e o nível de creatinina no sangue, para identificar possíveis alterações.

Estes exames são especialmente importantes em casos de risco aumentado de alterações nos rins, como acontece em diabéticos, hipertensos, idosos ou pessoas com histórico de doença renal na família.

Imagem ilustrativa número 1

Sinais e sintomas de problemas nos rins

Os principais sinais e sintomas de problemas nos rins são:

1. Vontade frequente de urinar

A vontade frequente de urinar algumas vezes pode indicar a infecção dos rins, tende a surgir especialmente quando a bexiga também é afetada pela infecção. Outra causa são problemas que acometem a próstata.   

2. Urinar em pouca quantidade

Urinar em pouca quantidade pode ser um sinal de obstrução das vias urinárias ou de que os rins não estão filtrando o sangue adequadamente para formar a urina. Além disso, também é um sintoma comum em caso de infecção urinária e desidratação.

3. Dor nas costas

A dor nas costas causada por problemas nos rins é principalmente notada na parte de baixo, especialmente os lados do tronco. Além disso, a dor também pode afetar a virilha e impedir a pessoa de realizar suas tarefas diárias.

4. Inchaço no corpo

Quando os rins não conseguem filtrar o sangue adequadamente e muitas proteínas passam do sangue para a urina, pode surgir inchaço, que quando afeta o corpo todo é chamado de anasarca. O acúmulo de líquido não excretado pelo rim é uma outra causa de anasarca. Conheça as causas de anasarca.

5. Coceira na pele

A coceira na pele pode ser um sintoma de problemas nos rins, especialmente em caso de doença renal crônica, e normalmente acontece devido ao acúmulo de toxinas no sangue causado pela diminuição do funcionamento dos rins.

6. Cansaço excessivo

O cansaço excessivo algumas vezes pode ser causado por problemas nos rins, especialmente nos casos mais graves de doença renal crônica, em que é comum surgir anemia e há a liberação de substâncias pró-inflamatórias.

7. Alteração da cor da urina

Urina avermelhada ou esbranquiçada, por exemplo, podem ser indicativas de infecção dos rins, chamada de pielonefrite. Pode ser decorrentes também de inflamação nos glómerulos, nas doenças autoimunes por exemplo, denominado glomerulonefrite. Entenda melhor o que é pielonefrite.

8. Urina espumosa

A urina espumosa pode indicar que os rins não estão funcionando adequadamente, permitindo a passagem de muitas proteínas do sangue para a urina, o que é chamado de proteinúria, causando o aspecto espumoso da urina. Confira o que pode ser a proteinúria.

9. Dificuldade para dormir

A dificuldade para dormir tende a surgir quando o funcionamento dos rins está muito prejudicado e o acúmulo de toxinas no organismo começa a afetar o cérebro, podendo causar confusão mental, desorientação e agitação, prejudicando o sono.

10. Perda do apetite

A perda do apetite é comum em casos de doença renal crônica em fases avançadas e infecções renais, podendo estar associada a outros sintomas como náusea e vômitos, decorrente do acúmulo de substâncias tóxicas e moléculas pró inflamatórias.  

11. Alteração do paladar

Especialmente quando o funcionamento dos rins está muito prejudicado, também podem surgir alterações no paladar, como a sensação de sabor metálico na boca, o que é chamado de disgeusia. Entenda melhor o que é disgeusia.

Teste online de sintomas

Se acha que pode estar com um problema nos rins, selecione os sinais e sintomas que está sentindo para saber o risco:

  1. 1.Vontade frequente para urinar
  2. 2.Urinar em pouca quantidade de cada vez
  3. 3.Dor constante no fundo das costas ou flancos
  4. 4.Inchaço das pernas, pés, braços ou rosto
  5. 5.Coceira em todo o corpo
  6. 6.Cansaço excessivo sem razão aparente
  7. 7.Alterações da cor e cheiro da urina
  8. 8.Presença de espuma na urina
  9. 9.Dificuldade para dormir ou menor qualidade de sono
  10. 10.Perda de apetite e sabor metálico na boca
  11. 11.Sensação de pressão na barriga ao urinar

No entanto, para confirmar se existe um problema renal, é importante consultar o nefrologista ou clínico geral para uma avaliação, para que a causa dos sintomas seja identificada e seja iniciado o tratamento mais adequado.

Problemas renais mais comuns

Os problemas que mais frequentemente afetam os rins são:

  • Pedra nos rins: consiste no acúmulo de pequenas pedras no interior do rim, que podem dificultar a passagem da urina até a bexiga;
  • Doenças autoimunes: podem afetar os glomérulos, que são a parte principal da estrutura de filtração dos rins;
  • Doença policística renal: leva ao surgimento de vários cistos no rim que podem dificultar o seu funcionamento;
  • Hidronefrose: surge quando a urina não consegue passar até à bexiga por obstrução da via urinária, se acumulando no interior do rim;
  • Doença renal crônica: surge devido a lesões progressivas nos rins que vão impedindo o seu funcionamento;
  • Infecções renais: são causadas por bactérias que chegam até o rim através das vias urinárias;
  • Lesão renal aguda: manifesta-se principalmente em pessoas que se encontram internadas na UTI, pessoas com antecedentes de problemas renais ou idosos, por exemplo, cujos rins diminuem o seu funcionamento temporariamente, de maneira reversível, sendo necessário tratamento urgente;
  • Neoplasias: podem surgir em qualquer parte das vias urinárias, especialmente os rins e bexiga.

Além disso, pessoas com doenças como pressão alta e diabetes não controladas têm maior risco de desenvolver doença renal crônica, sendo importante que realizem o tratamento de acordo com a orientação do médico. Veja mais causas de doença renal crônica.

Como tratar os problemas nos rins

O tratamento dos problemas nos rins depende da sua causa e, nos casos mais leves, como presença de pequenas pedra nos rins ou cistos, os sintomas podem ser aliviados com simples alterações na dieta, como beber mais água, evitar o consumo de sal e aumentar a ingestão de cálcio, por exemplo. Confira o que comer em caso de pedra nos rins.

Já nos casos mais graves, como na doença renal crônica terminal ou doença renal crônica leve a moderada, o tratamento precisa ser sempre orientado por um nefrologista, já que pode ser necessário controlar a quantidade de água ingerida, tomar remédios específicos, realizar diálise, transplantar e até fazer alguma cirurgia para tratar lesões no rim. Veja como deve ser a dieta para quem tem doença renal crônica:

Em caso de câncer, geralmente é indicado fazer cirurgia para remover o tumor ou todo o rim, caso se trate de uma situação grave, podendo também ser necessário quimioterapia ou radioterapia para eliminar as células cancerígenas restantes.

Além disso, é importante tratar outras outras doenças, como diabetes, obesidade ou pressão alta, seguindo as orientações do médico, para evitar novas lesões no rim.

Exames que avaliam os rins

Os exames que podem ser utilizados para identificar o problema que está afetando os rins, são:

  • Exames de sangue: para avaliar os níveis de substâncias que normalmente são eliminadas pelo rim, como creatinina e ureia;
  • Teste de urina: a presença de proteínas ou sangue na urina são alterações que podem indicar problemas no rim;
  • Ultrassom ou tomografia: ajudam a identificar alterações nos rins, como cistos e tumores;
  • Biópsia: algumas vezes é indicada para identificar a causa do funcionamento anormal dos rins, por exemplo.

Estes exames podem ser indicados pelo nefrologista ou clínico geral, por isso, sempre que existir suspeita de problemas nos rins é importante ir ao médico para confirmar se existe alguma alteração.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em janeiro de 2023. Revisão clínica por Dr. Bruno Zawadzki - Nefrologista, em janeiro de 2023.

Bibliografia

  • STATPEARLS. Uremia. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK441859/>. Acesso em 13 jan 2023
  • STATPEARLS. Anasarca. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK519013/>. Acesso em 13 jan 2023
Mostrar bibliografia completa
  • MAYANS, Laura. Nephrolithiasis. Prim Care. Vol.46, n.2. 203-212, 2019
  • STATPEARLS. Acute Kidney Injury. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK441896/>. Acesso em 13 jan 2023
  • STATPEARLS. Proteinuria. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK564390/>. Acesso em 13 jan 2023
  • STATPEARLS. Urinary Tract Infection. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK470195/>. Acesso em 13 jan 2023
  • FOXMAN, Betsy. Urinary tract infection syndromes: occurrence, recurrence, bacteriology, risk factors, and disease burden. Infect Dis Clin North Am. Vol.28, n.1. 1-13, 2014
Revisão clínica:
Dr. Bruno Zawadzki
Nefrologista
Médico formado pela Universidade Estácio de Sá, com CRM-RJ 52-83514-5. Especialista em Nefrologia pela UFRJ e membro associado da SBN e da ERA-EDTA.

Tuasaude no Youtube

  • 5 HÁBITOS QUE DESTROEM OS TEUS RINS

    13:13 | 50610 visualizações
  • Dieta para tratar a insuficiência renal

    04:11 | 492255 visualizações