Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode causar vermelhidão no rosto e o que fazer

Atualizado em Outubro 2019

A vermelhidão no rosto pode acontecer devido à exposição prolongada ao sol, durante momentos de ansiedade, vergonha e nervosismo ou quando se está praticando atividade física, sendo considerada normal. No entanto, essa vermelhidão também pode ser indicativo de doenças autoimunes, como o lúpus, por exemplo, ou indicar alergias.

Como a vermelhidão no rosto pode ser indicativa de várias situações, o mais adequado a se fazer é buscar orientação de um dermatologista quando não se consegue identificar a causa da vermelhidão ou quando surgem outros sintomas, como dor nas articulações, febre, inchaço no rosto ou aumento da sensibilidade da pele, por exemplo.

O que pode causar vermelhidão no rosto e o que fazer

As principais causas de vermelhidão no rosto são:

1. Calor e exposição ao sol

Ficar muito tempo exposto ao sol ou em um ambiente muito quente também pode deixar o rosto um pouco mais vermelho, o que é considerado normal.

O que fazer: É importante usar protetor solar diariamente, não apenas quando se vai passar muito tempo exposto ao sol. Isso porque além de proteger a pele contra os raios solares, o protetor previne o aparecimento de manchas e retarda o envelhecimento da pele. Além disso, é recomendado usar roupas mais leves, para aliviar o desconforto causado pelo calor excessivo, e beber bastante líquidos durante o dia, pois assim também é possível evitar a desidratação. 

2. Situações psicológicas

É comum que o rosto fique avermelhado quando a pessoa encontra-se em situações mais estressantes, que gera ansiedade, vergonha ou nervosismo, pois nessas situações há uma descarga de adrenalina, que faz o coração acelerar e a temperatura do corpo começa a subir, além de haver dilatação dos vasos sanguíneos, aumentando o fluxo sanguíneo. Como a pele do rosto é mais fina, esse aumento do fluxo sanguíneo pode ser facilmente percebido por meio da vermelhidão no rosto.

O que fazer: Como a vermelhidão apenas reflete um estado psicológico no momento, o mais adequado é tentar relaxar e ficar confortável com a situação. Pois à medida que o tempo passa, as alterações causadas pela descarga de adrenalina, incluindo a vermelhidão no rosto, diminuem. Caso essas alterações sejam frequentes e cheguem a atrapalhar a vida pessoal ou profissional, é importante buscar ajuda de um psicólogo, para que possam ser adotadas técnicas de relaxamento, por exemplo.

3. Realização de atividade física intensa

A vermelhidão no rosto devido à atividade física é comum, pois nesses casos acontece uma aumento da frequência cardíaca e, consequentemente, aumento do fluxo sanguíneo, o que faz com que o rosto fique mais vermelho.

O que fazer: Como o rosto vermelho é apenas uma consequência da prática de atividade física, não é necessário tomar nenhuma medida específica para isso, pois à medida que a pessoa relaxa, as alterações momentâneas provocadas pelo exercício desaparecem, incluindo a vermelhidão no rosto.

4. Lúpus Eritematoso Sistêmico

O lúpus eritematoso sistêmico, ou LES, é uma doença autoimune caracterizada principalmente pelo aparecimento de uma mancha vermelha do rosto em forma de borboleta. Nessa doença, as células do sistema imune atacam as próprias células sadias do organismo, provocando inflamação das articulações, cansaço, febre e aparecimento de feridas dentro da boca ou dentro do nariz, por exemplo. Saiba reconhecer os sintomas do lúpus.

O que fazer: O lúpus não tem cura e, por isso, o seu tratamento deve ser feito por toda a vida com o objetivo de aliviar os sintomas. O tratamento varia de acordo com os sintomas apresentados e extensão da doença, podendo ser recomendado o uso de medicamentos anti-inflamatórios, corticoides ou imunossupressores.

Além disso, o lúpus é caracterizado por períodos de crise e de remissão, ou seja, períodos em que não são observados sintomas e períodos em que os sinais e sintomas são bastante presentes, o que justifica o tratamento ser feito de forma ininterrupta e o acompanhamento médico acontecer regularmente.

O que pode causar vermelhidão no rosto e o que fazer

5. Alergia

A vermelhidão no rosto pode ser sinal também de alergia, sendo normalmente relacionado com alergias alimentares ou de contato. A alergia também possui relação com o fato da pele da pessoa ser mais sensível, o que pode resultar em vermelhidão quando a pessoa passa um creme diferente no rosto ou o lava com um sabonete que não estava acostumado, por exemplo.

O que fazer: Nesses casos, é importante identificar o fator que desencadeia a alergia e evitar o contato ou o consumo. Além disso, é importante consultar um dermatologista para que seja feita uma avaliação da pele e possa ser recomendados cremes e sabonetes específicos para o tipo de pele, evitando reações alérgicas e de hiper-sensibilidade. Confira como saber qual o seu tipo de pele.

6. Rosácea

A rosácea é uma doença dermatológica de causa desconhecida, que é caracterizada pela vermelhidão no rosto, principalmente nas bochechas, testa e nariz. Essa vermelhidão surge como consequência da exposição ao sol, excesso de calor, consumo de alimentos picantes, abuso de álcool e fatores psicológicas, como ansiedade e nervosismo.

Além da vermelhidão no rosto, em alguns casos é possível observar também aumento da sensibilidade a pele, inchaço no rosto, aparecimento de lesões na pele que podem conter pus e pele mais ressecada.

O que fazer: O tratamento da rosácea deve ser indicado pelo dermatologista e tem como objetivo aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida da pessoa, já que não tem cura. Assim, pode ser indicado passar um creme no local da vermelhidão ou apenas sabonete neutro hidratante. Entenda como deve ser feito o tratamento para rosácea.

7. Doença da Bofetada

A doença da bofetada, cientificamente chamada de eritema infeccioso, é uma doença infecciosa causada pelo Parvovírus B19 caracterizada pelo comprometimento das vias aéreas e dos pulmões principalmente de crianças. Além dos sintomas respiratórios semelhantes à gripe, como febre e coriza, é possível verificar o surgimento de manchas vermelhas no rosto da criança, como se tivesse levado um tapa no rosto. A presença da mancha vermelha no rosto é um dos principais fatores que permitem diferenciar o eritema infeccioso da gripe.

O que fazer: Nesses casos, é importante que a criança seja levada ao pediatra para que sejam feito exames, seja confirmado o diagnóstico e possa ser iniciado o tratamento, que pode ser feito por meio do repouso e ingestão de bastante líquidos, já que o sistema imunológico consegue facilmente eliminar o vírus do organismo.

Apesar do sistema imune conseguir solucionar a infecção, é importante que a criança seja acompanhada pelo pediatra para que seja verificado se há risco de transmissão para outras pessoas.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem