Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Síndrome pós-COVID 19: a possível complicação dos pacientes curados

Agosto 2020

A síndrome pós-COVID 19 é uma possível complicação do novo coronavírus, que parece estar surgindo em alguns dos pacientes que foram considerados curados da infecção. Este tipo de síndrome já foi observada em outras infecções virais do passado como a gripe espanhola ou a infecção por SARS, e provoca, principalmente, cansaço excessivo que pode se manter por vários meses.

De acordo com alguns relatórios, existem pacientes curados da COVID-19 que parecem estar demonstrando este tipo de síndrome, apresentando cansaço excessivo, dor muscular e dificuldade para dormir, mesmo depois de terem eliminado o coronavírus de seu organismo.

Embora pouco se conheça sobre a síndrome pós-COVID 19, várias investigações estão sendo realizadas para entender quais podem ser os efeitos do novo coronavírus ao longo do tempo, mesmo depois que a pessoa é considerada curada.

Síndrome pós-COVID 19: a possível complicação dos pacientes curados

Principais sintomas

Alguns dos sintomas que estão sendo relacionados com a síndrome pós-COVID 19, incluem: 

  • Cansaço excessivo;
  • Dor muscular;
  • Ansiedade;
  • Sintomas depressivos;
  • Dificuldade para dormir.

Estes sintomas parecem surgir ou manter-se mesmo depois que a pessoa é considerada curada da infecção, quando os testes de COVID-19 dão negativo, indicando que o sistema imunológico foi capaz de combater o vírus.

Porque acontece a síndrome

Uma vez que esta síndrome não se encontra bem estudada, também não se conhece a causa exata para o seu aparecimento. No entanto, como os sintomas aparecem mesmo depois que a pessoa é considerada curada, é possível que a síndrome esteja sendo causada por uma alteração deixada pelo vírus no corpo.

É possível que a síndrome pós-COVID 19 seja resultado da "tempestade" de substâncias inflamatórias que acontece durante a infecção. Essas substâncias, conhecidas como citocinas, podem acabar se acumulando no sistema nervoso central e causar todos os sintomas característicos da síndrome.

O que fazer para tratar a síndrome

De momento não existe nenhum tipo de tratamento indicado para a síndrome pós-COVID 19, porém, e de acordo com o tratamento feito nas síndromes que surgiram após outras infecções virais do passado, como a SARS, é possível que os sintomas possam ser aliviados com sessões de massagem linfática, para ajudar o corpo a eliminar o excesso de substâncias inflamatórias.

Além disso, poderá ainda ser necessário o acompanhamento por uma equipe multidisciplinar, para ajudar no tratamento da ansiedade, dos sintomas depressivos ou para ajudar a melhorar a qualidade do sono.

Bibliografia >

  • ELSEVIER. Into the looking glass: Post-viral syndrome post COVID-19. 2020. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7320866/>. Acesso em 27 Jul 2020
  • ISLAM, Mohammed F. et al.. Post-viral fatigue and COVID-19: lessons from past epidemics. Fatigue: Biomedicine, Health & Behaviour. 2020
  • MAZZA, Mario Gennaro et al.. Anxiety and depression in COVID-19 survivors: role of inflammatory and clinical predictors. Brain, Behavior, and Immunity. 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem