11 melhores chás para dor de cabeça (comprovados!)

Revisão clínica: Manuel Reis
Enfermeiro

Alguns chás para dor de cabeça, como o chá de camomila ou o chá de hortelã pimenta, possuem substâncias com propriedades calmantes, analgésicas ou anti-inflamatórias, sendo uma boa opção de remédio caseiro para dor de cabeça ou enxaqueca, causadas pelo excesso de estresse, ansiedade, ou ao consumo excessivo de bebidas estimulantes, como café ou chá preto, por exemplo. 

Além dos chás, existem outras formas que melhoram os sintomas da dor de cabeça, como uma alimentação balanceada, fazer uma massagem na cabeça e ter boas noites de sono. Veja 5 formas de aliviar a dor de cabeça sem remédios.  

O uso dos chás ou remédios caseiros para dor de cabeça não devem substituir o uso de medicamentos prescritos pelo médico, sendo apenas um complemento ao tratamento da dor de cabeça. Se a dor for muito forte ou frequente, é importante consultar um neurologista para que avaliar as possíveis causas da dor de cabeça e prescrever o melhor tratamento. Confira os 4 principais tipos de dor de cabeça e o que fazer.  

1. Chá de camomila

O chá de camomila é rico em apigenina, uma substância que atua nos receptores do cérebro, causando um efeito relaxante e calmante, sendo uma boa opção de remédio caseiro para dor de cabeça, causada por tensão, ansiedade ou insônia.

Além disso, esse chá também possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a dor de cabeça.

Ingredientes

  • 1 colher (chá) de flores de camomila frescas ou desidratadas;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Acrescentar as flores da camomila na xícara de água fervente, tampar e deixar em infusão por 5 a 10 minutos. Após, retirar as flores da água. Deixar amornar e beber a seguir. Pode beber o chá de 2 a 3 vezes ao dia ou assim que a dor de cabeça começar. 

O chá de camomila é seguro e pode ser ingerido até mesmo por mulheres grávidas e crianças.

2. Chá de erva cidreira

O chá de erva-cidreira também pode ser útil para aliviar a dor de cabeça, especialmente se ocorrer como resultado de estresse. Por conter ácido rosmarínico, propriedades analgésicas, relaxantes e anti-inflamatórias, este chá pode ajudar a relaxar os músculos, liberar a tensão e relaxar os vasos sanguíneos tensos, o que pode contribuir para o alívio da dor de cabeça.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de folhas de erva-cidreira;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as folhas de erva-cidreira na água fervente, tampar e deixar repousar por alguns minutos. A seguir, coar e beber de 3 a 4 xícaras deste chá por dia.

Veja outra opção de chá de erva-cidreira para aliviar os sintomas da ansiedade.  

O chá de erva-cidreira não deve ser consumido por pessoas que utilizam medicamentos para dormir, pois podem ter seus efeitos sedativos somados e causar sonolência excessiva. 

Além disso, a erva cidreira também pode interferir no efeito de remédios para tireoide, devendo ser feito apenas com orientação do médico, nesses casos. 

No caso de mulheres grávidas ou em amamentação, deve-se consultar o obstetra antes de consumir a erva cidreira.

3. Chá de boldo

O chá de boldo, preparado com as folhas secas do boldo do Chile ou folhas frescas boldo brasileiro, é rico em boldina, ácido rosmarínico e forscolina, com propriedades desintoxicantes, que ajudam a limpar o fígado e aliviar a dor de cabeça, especialmente causada por má digestão ou ressaca.

Além disso, o chá de boldo tem um efeito calmante e relaxante, sendo uma boa opção de remédio caseiro para dor de cabeça.

Ingredientes

  • 1 xícara de água;
  • 1 colher de chá de folhas frescas de boldo picadas.

Modo de preparo

Colocar 1 xícara de água para ferver e depois desligar o fogo. Acrescentar 1 colher de folhas de boldo. Tampar, esperar esfriar, coar e adoçar à gosto. Esse chá pode ser tomado 2 vezes ao dia para aliviar os sintomas da dor de cabeça.

O chá de boldo não deve ser utilizado por pessoas com doenças no fígado, como hepatites ou câncer de fígado, ou que tenham inflamação das vias biliares. Além disso, esse chá não deve ser ingerido por crianças, mulheres grávidas ou em amamentação. 

4. Chá de orégano

O chá de orégano tem propriedades calmantes e anti-inflamatórias devido à presença do carvacrol na sua composição, que ajudam a aliviar a dor de cabeça.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de folhas ou flores de orégano fresco ou seco;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o orégano na xícara de água fervente, tampar e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar, deixar esfriar e beber 2 a 3 vezes por dia.

Apesar de não existir contraindicação para a ingestão do chá de orégano, é importante não ultrapassar a quantidade máxima recomendada de 3 xícaras diárias.

5. Chá de hortelã-pimenta

O chá de hortelã-pimenta ajuda a aliviar a dor de cabeça, pois é rico em substâncias como mentol e mentona, com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e calmantes, que ajudam a aliviar a dor de cabeça forte.

Além do chá, uma massagem com o óleo essencial de hortelã-pimenta colocado nas têmporas também ajuda a aliviar a tensão e a enxaqueca. 

Ingredientes

  • 2 colheres (de chá) de hortelã-pimenta fresca picada;
  • 150 ml de água.

Modo de preparo

Colocar as folhas da hortelã-pimenta em uma xícara com a água fervente, tampar e  deixar repousar por alguns minutos. Após esfriar, coar o chá e beber a seguir. Pode beber 1 xícara do chá de 2 a 4 vezes por dia. Veja outros benefícios e outras receitas com a hortelã.  

A hortelã-pimenta não é indicada durante a gravidez, amamentação, em casos de inflamações no estômago, na presença de cálculos biliares ou em doenças graves no fígado. A erva também deve ser evitada em crianças com menos de 2 anos de idade.

6. Chá de lavanda

O chá de flores de lavanda é um remédio caseiro que pode ser usado para a dor de cabeça, especialmente quando causada por tensões ou estresse, devido suas propriedades calmantes, relaxantes e analgésicas.

Ingredientes

  • 30 g de flores de lavanda picadas;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e depois acrescentar as flores da lavanda e apagar o fogo. Tampar a panela e deixar esfriar. Coar e beber.

O chá de lavanda não deve ser consumido por mulheres gestantes e crianças, assim como pessoas que tenham úlcera gástrica. 

7. Chá de valeriana

A valeriana contém compostos sesquiterpênicos na sua composição, como os ácidos valerênico e isovalérico, que ajudam a aliviar a dor de cabeça, pois esses compostos aumentam a atividade do neurotransmissor GABA no cérebro, que tem ação sedativa e tranquilizante.

Ingredientes

  • 1 a 3 g da raiz de valeriana seca;
  • 1 xícara de chá de água.

Modo de preparo

Ferver a xícara de água e acrescentar a raiz de valeriana. Deixar ferver por 10 minutos. Apagar o fogo e deixar esfriar. Após, coar e beber até 3 xícaras por dia. 

Apesar dos benefícios da valeriana, esse chá deve ser evitado por mulheres grávidas e amamentando e crianças menores de 12 anos de idade.

8. Chá de gengibre

O chá de gengibre contém gingerol, chogaol e zingerona, que são substâncias com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que ajudam a diminuir a inflamação que pode causar dor, sendo ótimo para aliviar a dor de cabeça.

Além disso, esse chá tem propriedades antieméticas, que podem ajudar a aliviar as náuseas e os vômitos que podem surgir quando se tem dor de cabeça forte ou enxaqueca. Veja outros benefícios do chá de gengibre.  

Ingredientes

  • 1 cm da raiz de gengibre cortada em rodela ou ralada;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o gengibre em uma panela com a água e deixar ferver durante 5 a 10 minutos. Após esfriar, coar e beber o máximo de 4 xícaras por dia.

O chá de gengibre deve ser evitado por pessoas que fazem uso de anticoagulantes como varfarina ou ácido acetilsalicílico, pois pode aumentar o risco de sangramentos ou hemorragias. 

Além disso, mulheres grávidas não devem usar mais do que 1 g de gengibre por dia, além de ser recomendado tomar o chá por no máximo 3 dias seguidos. 

Este chá também não deve ser usado próximo ao parto ou por mulheres com histórico de aborto, problemas de coagulação ou que tenha risco aumentado de hemorragias.

9. Chá de salgueiro branco

O chá de salgueiro-branco, preparado com a planta medicinal Salix alba, é rico em salicina, uma substância semelhante ao ingrediente principal da aspirina, com propriedades analgésicas e anti-inflamatórias, que ajudam a aliviar a dor de cabeça.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de cascas de salgueiro secas e picadas;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e adicionar a casca de salgueiro. Deixar ferver por 10 minutos, coar, esperar amornar e beber até 2 xícaras por dia.

Este chá não deve ser consumido por crianças, por mulheres grávidas ou em amamentação, por pessoas que têm alergia à aspirina ou que estejam usando anticoagulantes. Além disso, o uso do chá de casca de salgueiro branco não é indicado para pessoas com problemas gastrointestinais, como úlceras, gastrite, refluxo gastroesofágico, colite ou diverticulite.

10. Chá de cúrcuma

O chá de cúrcuma, também chamado de açafrão, é rico em curcumina, uma substância com propriedade anti-inflamatória potente, sendo uma ótima opção de remédio caseiro para dor de cabeça.

Ingredientes

  • 1 colher rasa (de chá) de cúrcuma em pó (200 mg);
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e adicionar cúrcuma. Deixar ferver por 5 a 10 minutos. Coar o chá e beber 2 a 3 xícaras de chá de cúrcuma por dia.

Outra opção é consumir a cúrcuma na forma de cápsulas, que pode ser usada tomando 2 cápsulas de 250 mg a cada 12 horas, totalizando 1 g por dia.

Este chá ou as cápsulas de cúrcuma não devem ser usados por pessoas que tomam anticoagulantes, como varfarina, clopidogrel ou ácido acetilsalicílico, pois pode aumentar o risco de sangramentos ou hemorragias.

11. Chá de tanaceto 

O chá de tanaceto, preparado com a planta medicinal Tanacetum parthenium, é rico em substâncias como flavonóides, sesquiterpenos e óleos voláteis, com ação analgésica potente e anti-inflamatória, que ajudam a aliviar a dor de cabeça forte ou enxaqueca.

Ingredientes

  • 15 g das partes aéreas de tanaceto;
  • 600 mL de água.

Modo de preparo

Colocar a água a ferver e depois tirar do fogo e colocar a planta, tapar e deixar repousar por cerca de 10 minutos. Tomar uma xícara deste chá, 3 vezes ao dia.

O chá de tanaceto não deve ser usado durante a gravidez e lactação, ou por pessoas que fazem tratamento com remédios anticoagulantes.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em abril de 2022. Revisão clínica por Manuel Reis - Enfermeiro, em abril de 2022.

Bibliografia

  • MCKAY, D. L.; BLUMBERG, J. B . A review of the bioactivity and potential health benefits of peppermint tea (Mentha piperita L.). Phytother Res. 20. 8; 619-33, 2006
  • MAGHBOOLI, M.; et al. A review of the bioactivity and potential health benefits of peppermint tea (Mentha piperita L.). Phytother Res. 28. 3; 412-5, 2014
Mostrar bibliografia completa
  • YARNELL, E. Herbal Medicine and Migraine. Alternative and Complementary Therapies. 23. 5; 192-201, 2017
  • SHARA, Mohd; STOHS, Sidney J. Efficacy and Safety of White Willow Bark (Salix alba) Extracts . Phytother Res. 29. 8; 1112-1116, 2015
  • LOPRESTI, A. L.; et al. Herbal treatments for migraine: A systematic review of randomised-controlled studies. Phytother Res. 34. 10; 2493-2517, 2020
  • SORNES, E. O.; et al. Use of medicinal plants for headache, and their potential implication in medication-overuse headache: Evidence from a population-based study in Nepal. Cephalalgia. 41. 5; 561–581, 2021
  • PAREEK, A.; et al. Feverfew (Tanacetum parthenium L.): A systematic review. Pharmacogn Rev. 5. 9; 103–110, 2011
  • MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO RURAL E PESCAS. As plantas medicinais, aromáticas e condimentares da Sub – região do Alto Tâmega e Barroso. Disponível em: <http://www.drapn.min-agricultura.pt/drapn/conteudos/cen_documentos/outros/AltoTam_Barroso.pdf>. Acesso em 20 mai 2021
  • PONTE, Joana; GIL, Sousa . Chás e Infusões: Bebidas Funcionais com Acção sobre o Sistema Nervoso Centra. projeto de estágio, 2013. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias - Faculdade de Ciências e Tecnologias da Saúde.
  • NATIONAL CENTER FOR COMPLEMENTARY AND INTEGRATIVE HEALTH. Ginger. Disponível em: <https://nccih.nih.gov/health/ginger>. Acesso em 20 mai 2021
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ. Cadernos de receitas fitoterápicas- Horta medicinal UBS Dr. Evaldo De Carvalho. 2018. Disponível em: <https://ufpi.br/arquivos_download/arquivos/SCS/arquivos_download/Horta_Comunit%C3%A1ria_25.11.1820181205180305.pdf>. Acesso em 20 mai 2021
  • EUROPEAN MEDICINES AGENCY. Assessment report on Peumus boldus Molina, folium. Disponível em: <https://www.ema.europa.eu/en/documents/herbal-report/final-assessment-report-peumus-boldus-molina-folium_en.pdf>. Acesso em 20 mai 2021
  • THE LONGWOOD HERBAL TASK FORCE & THE CENTER FOR HOLISTIC PEDIATRIC EDUCATION AND RESEARCH. Chamomile (Matricaria recutita, Anthemis nobilis). 1999. Disponível em: <https://tratamientocelular.com/papers/cmran.pdf>. Acesso em 20 mai 2021
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.

Tuasaude no Youtube

  • Os poderosos benefícios da ERVA-CIDREIRA

    10:49 | 34779 visualizações
  • Os poderosos benefícios do CHÁ DE GENGIBRE

    14:54 | 163952 visualizações
  • CHÁ DE BOLDO: como fazer e para que serve

    12:08 | 469512 visualizações
  • HORTELÃ: para que serve e como usar

    06:39 | 1163220 visualizações
  • Parar a Dor de Cabeça Sem Remédios

    01:48 | 847533 visualizações