Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Pescoço inchado: principais causas e o que fazer

O pescoço inchado pode acontecer devido à gripe, resfriado ou infecções na garganta ou no ouvido, por exemplo, o que leva ao aumento dos linfonodos presentes no pescoço. Normalmente o inchado do pescoço é facilmente solucionado, porém quando acompanhado por outros sintomas, como febre, dor nos gânglios linfáticos quando tocados ou perda ou ganho de peso sem causa aparente, pode ser indicativo de situações mais sérias, com câncer e Síndrome de Cushing, por exemplo.

Por isso, é importante observar a progressão do inchaço, devendo ir ao médico quando o inchaço durar mais que 3 dias ou já surgir acompanhado por outros sintomas. Assim, o médico poderá realizar exames que possam identificar a causa do inchaço e iniciar o tratamento.

Pescoço inchado: principais causas e o que fazer

Principais causas

1. Aumento dos gânglios linfáticos

Os gânglios linfáticos, também conhecidos como linfonodos ou íngua, são pequenas glândulas que podem ser encontradas espalhadas pelo corpo, estando mais concentradas na virilha, axilas e pescoço, e que têm como função permitir o bom funcionamento do sistema imunológico e, consequentemente, sendo responsável pelo combate a infecções.

O aumento dos gânglios linfáticos normalmente é indicativo de infecções ou inflamações, sendo possível notar um pescoço um pouco inchado, por exemplo. Assim, o inchaço do pescoço devido ao aumento dos gânglios linfáticos pode ser indicativo de gripes, resfriados e inflamação na garganta, por exemplo. Conheça as principais causas de aumento dos linfonodos.

O que fazer: Caso seja percebido que os linfonodos aumentam com o passar do tempo, doem ou surgem outros sintomas como febre persistente, por exemplo, é importante ir ao médico para que seja investigada a causa do aumento dos gânglios linfáticos.

2. Problemas na tireoide

Algumas alterações na tireoide levam ao inchaço do pescoço, principalmente o bócio, que é caracterizado pelo aumento da glândula tireoide na tentativa de compensar a produção de hormônios tireoidianos devido ao hipo ou hipertireoidismo, por exemplo. Conheça outras doenças relacionadas à tireoide.

O que fazer: Caso haja suspeita de problemas na tireoide, é importante ir ao endocrinologista para que sejam feitos exames de imagem e laboratoriais que possam confirmar o diagnóstico. O tratamento é feito de acordo com a causa do bócio, podendo ser feito por meio da administração de iodo ou reposição hormonal, por exemplo. Saiba o que é o bócio, sintomas e como é feito o tratamento.

3. Caxumba

A caxumba, também conhecida como papeira, é uma doença infecciosa causada por um vírus que se aloja nas glândulas salivares, promovendo o inchaço do rosto e, principalmente, da lateral do pescoço. Conheça os sintomas de caxumba.

O que fazer: A melhor forma de prevenir a caxumba é por meio da administração da vacina tríplice viral, que deve ser feita logo no primeiro ano de vida e que protege contra caxumba, sarampo e rubéola. No entanto, caso a criança não tenha sido vacina, é importante desinfectar objetos contaminados com secreção de garganta, boca e nariz e evitar o contato da criança com outras pessoas que podem estar com a doença.

O tratamento da caxumba é feito com o objetivo de aliviar os sintomas, sendo recomendado o repouso e o uso de medicamentos para aliviar o desconforto, como o Paracetamol ou o Ibuprofeno, por exemplo. Saiba como é feito o tratamento da caxumba.

Pescoço inchado: principais causas e o que fazer

4. Câncer

Alguns tipos de câncer, principalmente os linfáticos, podem levar ao aumento dos linfonodos, deixando o pescoço inchado. Além do inchaço dos linfonodos, pode haver perda de peso sem causa aparente, mal estar e cansaço frequente, sendo importante ir ao médico para que sejam feitos exames e o diagnóstico possa ser feito. Saiba mais sobre o câncer linfático.

O que fazer: Caso haja suspeita de câncer linfático, o médico pode solicitar vários exames, principalmente hemograma, tomografia e biópsia, por exemplo. O tratamento do câncer linfático é feito de acordo com o grau de comprometimento do sistema linfático, podendo ser feito com quimioterapia ou radioterapia. Entenda como é feito o tratamento do câncer linfático.

5. Síndrome de Cushing

A Síndrome de Cushing é uma doença endócrina caracterizada pelo aumento da concentração de cortisol no sangue, o que faz com que haja aumento rápido de peso e acúmulo de gordura na região abdominal e no rosto, o que torna o pescoço inchado, por exemplo. O diagnóstico dessa síndrome é feito pelo endocrinologista por meio de exames de sangue e de urina, em que é verificada elevada concentração do hormônio cortisol. Entenda o que é a Síndrome de Cushing e principais causas.

O que fazer: Caso seja percebido aumento de peso repentino, por exemplo, é importante ir ao clínico geral ou endocrinologista para que seja feito o diagnóstico e, assim, iniciado o tratamento. O tratamento varia de acordo com a causa da doença: no caso do uso prolongado de corticoides, por exemplo, a recomendação é a suspensão do medicamento, mas caso a doença seja resultado de um tumor na hipófise, por exemplo, pode ser indicado pelo médico a realização de cirurgia para remover o tumor, além de quimio ou radioterapia. 

Quando ir ao médico

É importante ir ao médico quando o inchaço do pescoço dura mais que 3 dias e surgem outros sintomas, como por exemplo febre persistente, cansaço excessivo, suor noturno e perda de peso sem causa aparente, por exemplo. Além disso, caso seja percebido que os linfonodos estão aumentados e doem ao serem tocados, é recomendado procurar orientação médica para que sejam realizados exames para que seja identificada a causa.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem