Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Principais sintomas da adenite cervical e como tratar

A adenite cervical, também conhecida como linfadenite cervical, corresponde à inflamação dos gânglios linfáticos situados na região cervical, ou seja, ao redor da cabeça e no pescoço e é mais comum de se identificar em crianças. A linfadenite cervical normalmente se desenvolve devido a infecções por vírus ou bactérias, mas também pode ser sintoma de tumores, como o que acontece no linfoma, por exemplo. Entenda o que é o linfoma e como identificar.

Esse tipo de adenite é identificado por meio da palpação no pescoço pelo médico e associação com os sintomas descritos pela pessoa. Pode ser necessário também realizar exames de diagnóstico e, caso haja suspeita de tumor, pode ser necessário realizar a biópsia do tecido para procurar sinais de malignidade. Veja o que é e para que serve a biópsia.

Principais sintomas da adenite cervical e como tratar

Principais sintomas

Além dos sintomas relacionados à causa do inflamação dos gânglios, pode-se perceber a adenite cervical devido à:

  • Aumento do tamanho dos gânglios, podendo ser percebido ao apalpar o pescoço, atrás das orelhas ou por baixo do queixo;
  • Febre;
  • Pode haver dor durante a palpação.

O diagnóstico é feito por meio da palpação dos gânglios linfáticos localizados no pescoço, além de exames que permitam identificar a causa do inchaço dos linfonodos para que possa ser estabelecido o melhor tratamento para o caso. Assim, o médico normalmente solicita exame de sangue, como o hemograma, por exemplo, além da realização da sorologia para determinadas bactérias e vírus e de exame microbiológico para verificar qual o agente causador da infecção, caso a linfadenopatia cervical seja resultado de infecção. 

Além desses exames, caso o médico verifique alterações no hemograma suspeitas de algum processo maligno, pode ser necessária a realização da biópsia do gânglio linfático para verificar a presença ou ausência de células tumorais. Veja como identificar alterações no hemograma.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a adenite cervical tem como objetivo tratar a sua causa. Assim, caso o inchaço dos gânglios tenha ocorrido devido à infecção por bactérias como por exemplo Staphylococcus aureus ou Streptococcus sp., o médico pode indicar o uso de antibióticos capazes de combater essas bactérias. No caso da adenite cervical provocada por infecção pelo vírus HIV, Epstein-Baar ou citomegalovírus, por exemplo, é recomendado o uso de antivirais. Além disso, pode ser recomendado pelo médico o uso de anti-inflamatórios para aliviar os sintomas da inflamação.

Caso seja relatado no resultado dos exames a presença de células cancerígenas indicativo de câncer da tireoide ou linfoma, por exemplo, o médico pode optar pela remoção cirúrgica do gânglio ou do tumor que está causando o seu inchaço, além da realização de sessões de quimioterapia. Saiba como é feita e quais são os efeitos colaterais da quimioterapia.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...