Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar e tratar a Amigdalite

A amigdalite corresponde à inflamação das amígdalas, que são gânglios linfáticos presentes no fundo da gargante e que têm como função defender o organismo contra infecções bacterianas e virais.

De acordo com a causa e duração dos sintomas, a amigdalite pode ser classificada em:

  • Amigdalite bacteriana, que normalmente é causada por bactérias do tipo Estreptococos e Pneumococos - saiba mais sobre a amigdalite bacteriana;
  • Amigdalite viral, que geralmente é causada pelos vírus Epstein-barr, que é o agente causador da mononucleose, Citomegalovírus, vírus da parotidite e adenovírus, que corresponde a um grupo de vírus que normalmente causa doenças respiratórias;
  • Amigdalite aguda, em que a infecção dura até 3 meses;
  • Amigdalite crônica, em que a infecção dura mais de 3 meses ou é recorrente.

A amigdalite causa sintomas como dor de garganta, dificuldade para engolir e febre, e o tratamento deve ser feito com a orientação do médico, sendo normalmente indicado o uso de medicamentos, apesar de soluções caseiras como o gargarejo com água salgada, por exemplo, possa ter o mesmo efeito.

Como identificar e tratar a Amigdalite

Como identificar

A amigdalite pode ser identificada a partir do seguintes sintomas:

  • Dor de garganta que dura mais de 2 dias;
  • Dificuldade para engolir;
  • Garganta vermelha e inchada;
  • Febre e calafrios;
  • Tosse seca irritativa;
  • Perda de apetite;
  • Mal estar.

Além disso, pode ser percebida a presença de pontos brancos na garganta, sendo indicativo de pus. Saiba como tirar o pus da garganta.

Amigdalite é contagiosa?

A amigdalite é contagiosa, principalmente quando se trata de amigdalite viral. Por isso, para evitar a transmissão da doença, é aconselhado:

  • Tossir sempre com um lenço na boca ou colocar o antebraço na frente da boca quando for tossir;
  • Lavar bem as mãos;
  • Não compartilhar toalhas, pratos, copos e talheres, por exemplo.

A transmissão da amigdalite ocorre pelo contato direto com gotículas de saliva da pessoa contaminada, principalmente quando a saúde da pessoa encontra-se enfraquecida como ocorre no caso de bebê e idosos, e por isso estes devem manter distâncias dos contaminados.

Como identificar e tratar a Amigdalite

Principais causas

As causas da amigdalite estão relacionadas à presença de vírus ou bactérias na região, principalmente quando a pessoa encontra-se com o sistema de defesa comprometido. 

Para o diagnóstico da amigdalite o médico poderá observar a garganta da pessoa, palpar o pescoço e, caso seja necessário, solicitar exames de sangue e um raspado do tecido das amígdalas para identificar o microrganismo causador da infecção.

Como é feito o tratamento

O tratamento para amigdalite pode ser feito com o uso de antibióticos derivados da Penicilina, no caso de inflamação causada por bactérias, e remédios para controlar a febre e a dor, caso a amigdalite seja de origem viral. A doença dura em média 3 dias, mas é comum o médico indicar o uso de antibióticos por 5 ou 7 dias para garantir a eliminação da bactéria do organismo.

Beber bastante água, aumentar o consumo de alimentos ricos em vitamina C e dar preferência ao consumo de alimentos líquidos ou pastosos também ajuda a controlar melhor a doença.

A retirada das amígdalas é indicada em caso de amigdalite de repetição. Saiba mais detalhes do tratamento para amigdalite.

Tratamento caseiro para amigdalite

Um bom tratamento caseiro para amigdalite é fazer gargarejos com água morna salgada 2 vezes por dia, pois o sal é antibactericida e poderá auxiliar no tratamento clínico da doença. Confira alguns remédios caseiros para amigdalite.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar