Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Principais causas de vômito com sangue e o que fazer

O vômito com sangue, cientificamente chamado de hematêmese, é a saída de sangue não digerido pela boca e pode acontecer devido a qualquer alteração envolvendo os órgãos constituintes do trato gastrointestinal, como estômago, esôfago e garganta, por exemplo.

O sangue pode estar presente em pequenas ou em grandes quantidades e deve ser sempre comunicado ao médico, já que pode indicar condições graves que necessitam de tratamento. O diagnóstico da hematêmese é feito por meio de uma endoscopia, em que é avaliada a integridade do trato gastrintestinal e o tratamento é indicado por um gastroenterologista ou clínico geral e tem como objetivo solucionar a causa do vômito com sangue, sendo diferente para cada caso.

Principais causas de vômito com sangue e o que fazer

O que pode ser

O vômito com sangue pode ser consequência de várias condições, por exemplo:

1. Varizes esofágicas

As varizes esofágicas são vasos sanguíneos dilatados no esôfago que podem surgir devido à obstrução da circulação do sistema portal hepático, que corresponde ao sistema responsável pela drenagem do sangue proveniente dos órgãos abdominais. Dessa forma, na presença de obstrução nesse sistema, há aumento da pressão nas veias do esôfago, resultando em sangramentos que podem ser percebidos por meio do vômito com sangue, fezes escuras e com muito mau cheiro, chamado de melena, palidez e tonturas.

O que fazer: se se suspeitar de varizes e a pessoa estiver vomitando sangue é muito importante ir rapidamente à urgência para parar a hemorragia. Quando a pessoa já tem o diagnóstico de varizes, o mais recomendado é fazer acompanhamento com um gastroenterologista, para que seja iniciado o tratamento com o objetivo de melhorar a causa das varizes e evitar os sangramentos. Para isso, é normalmente recomendado o uso de medicamentos beta-bloqueadores, além de realização de cirurgia. Entenda como deve ser o tratamento para as varizes esofágicas.

2. Gastrite

A gastrite corresponde à inflamação do estômago, o que pode resultar na destruição da mucosa gástrica quando não identificada ou tratada corretamente. Assim, à medida que a mucosa é destruída podem surgir úlceras, que podem sangrar ao longo do tempo e levar ao vômito com sangue e fezes escuras. Além disso, é possível que a pessoa sinta outros sintomas de gastrite, como desconforto abdominal, sensação de queimação no estômago e náuseas.

O que fazer: O mais indicado a se fazer é ir ao gastroenterologista para que sejam feitos exames que permitam identificar o grau da inflamação do estômago e, dessa forma, o tratamento possa ser feito corretamente. Normalmente é indicado o uso de medicamentos protetores do estômago para evitar a progressão da inflamação, já que esses medicamentos criam uma barreira que impede a ação do ácido gástrico na parede estomacal, favorecendo a recuperação do tecido e aliviando os sintomas.

Além disso, é importante que haja mudança nos hábitos alimentares na tentativa também de diminuir a inflamação do estômago, sendo indicado evitar o consumo de alimentos apimentados, molhos, gorduras, bebidas alcoólicas e embutidos, por exemplo.

3. Esofagite

A esofagite é a inflamação do esôfago, que é a estrutura que liga a boca ao estômago, sendo na maioria das vezes causada por infecções, gastrite e refluxo. Dessa forma, devido à acidez excessiva no esôfago, acontece a sua inflamação, o que leva ao aparecimento de alguns sintomas como azia, gosto amargo na boca, dor de gargante e vômito com sangue.

O que fazer: É importante que a causa de esofagite seja identificada para que o tratamento mais adequado seja iniciado. Na maioria das vezes o clínico geral ou gastroenterologista indicam o uso de medicamentos que diminuem a acidez do estômago, como o Omeprazol, além de mudanças nos hábitos alimentares até que a esofagite esteja curada e não exista mais risco de haver inflamações. Saiba como identificar a esofagite e como deve ser o tratamento.

Principais causas de vômito com sangue e o que fazer

4. Úlceras gástricas

A presença de úlceras no estômago é, na maioria das vezes, consequência de uma gastrite crônica, isso porque quando a gastrite não é identifica e tratada, a mucosa gástrica é constantemente irritada pelo ácido produzido no estômago, favorecendo o aparecimento de úlceras.

As úlceras estomacais podem ser percebidas por meio de dor no estômago entre as refeições ou à noite, que não passa mesmo com o uso de medicamentos para facilitar a digestão, além de náuseas e vômitos, que podem vir acompanhadas de sangue. Saiba reconhecer os sinais e sintomas de úlcera gástrica.

O que fazer: Assim como na gastrite e na esofagite, o recomendado é o uso de medicamentos protetores do estômago, que devem ser usados conforte a recomendação do médico, para evitar que mucosa gástrica seja cada vez mais irritada e para facilitar a cicatrização das úlceras, além de mudança nos hábitos alimentares.

5. Sangramento nasal

Quando o sangramento nasal é muito intenso, a pessoa pode involuntariamente engolir sangue e depois eliminá-lo por meio do vômito, caracterizando a hematêmese. Na maioria das vezes o vômito com sangue devido ao sangramento nasal não é grave, no entanto, é importante que a pessoa observe a frequência que os sangramentos acontecem e a quantidade de sangue eliminado, sendo importante consultar o médico no caso de ser muito frequente.

O que fazer: Para parar o sangramento do nariz e, assim, evitar o vômito com sangue é recomendado que seja feita compressão no nariz com um lenço ou aplicar gelo no local e manter a cabeça inclinada para frente. Veja como parar o sangramento nasal.

6. Câncer

A presença de tumores no estômago ou no esôfago podem causar a saída de sangue pela boca, no entanto esse sintoma é mais frequente em estágios avançados do câncer. Além do vômito com sangue, na maioria das vezes podem ser notados outros sinais e sintomas que são indicativos da doença, como perda de apetite e de peso, dificuldades para engolir, fezes escuras e com cheiro forte, sensação de estômago cheio, cansaço excessivo e desconforto abdominal. Saiba reconhecer todos os sintomas do câncer de esôfago.

O que fazer: Caso seja considerada a hipótese de câncer no estômago ou no esôfago, é importante que sejam feitos exames de diagnóstico, como a endoscopia e a biópsia, para que, em caso de confirmação, seja iniciado o tratamento rapidamente, evitando a progressão da doença e complicações para a pessoa.

Vômito com sangue no bebê

O bebê também pode apresentar vômito com sangue, devendo a causa ser investigada pelo pediatra. Normalmente quando o bebê vomita sangue pode ser indicativo de doença hemorrágica (falta de vitamina K), doenças no fígado, infecções graves ou, sendo menos grave, à ingestão de sangue durante a amamentação devido à presença de fissuras ou rachaduras no mamilo da mãe.

No caso das crianças, o vômito com sangue pode acontecer por ter perdido um dente, um sangramento no nariz que escorre pela garganta, tosse forte por muitos dias ou ingestão de medicamentos, por exemplo.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem