Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve a arruda e como preparar o chá

Junho 2020

A arruda é uma planta medicinal cujo nome científico é Ruta graveolens e que pode ser utilizada para auxiliar no tratamento de varizes, na infestações por parasitas, como piolhos e pulgas, ou no alívio das dores menstruais, já que pode atuar nos vasos sanguíneos, além de ter propriedades cicatrizantes, vermífuga e analgésica.

Todas as partes da arruda podem ser utilizadas, no entanto a maior quantidade de substâncias que garantem os benefícios dessa planta são encontrados nas folhas, que normalmente são utilizadas para fazer chá. A arruda pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, lojas online ou em farmácias de manipulação. 

Para que serve a arruda e como preparar o chá

Para que serve a arruda

A arruda possui propriedades analgésicas, calmantes, cicatrizantes, anti-inflamatória, antirreumática e vermífuga, podendo ser utilizada como forma de complementar o tratamento de diversas doenças e situações, como por exemplo:

  • Varizes;
  • Dores reumáticas;
  • Dor de cabeça;
  • Úlceras;
  • Cistos;
  • Cólicas menstruais;
  • Excesso de gases;
  • Alterações no ciclo menstrual, como amenorreia ou menorragia;
  • Dor de estômago.

Além disso, a arruda pode ajudar a combater piolhos, pulgas, sarna e vermes, devido à propriedade vermífuga, além de também facilitar a absorção de vitamina C, ajudando a melhorar a imunidade.

Chá de arruda

Todas as partes da planta podem ser utilizadas, no entanto para fazer o chá é normalmente indicado o uso das folhas da arruda, já que é onde é encontrada a maior quantidade de propriedades.

Assim, para fazer o chá de arruda, é indicado acrescentar 1 punhado de folhas secas de arruda em 1 xícara de água fervente e deixar por cerca de 15 a 20 minutos. Em seguida, deixar amornar, coar e beber em seguida.

Efeitos colaterais e contraindicações

O chá de arruda é contraindicado para mulheres que estejam grávidas, uma vez que essa planta também pode apresentar efeito estimulante. Além disso, é importante que o consumo de arruda seja feito de acordo com a indicação do médico ou do fitoterapeuta, isso porque grandes quantidades podem levar ao aparecimento de efeitos adversos, como tremores, gastroenterites, convulsões, vômito, dor abdominal, salivação e fotossensibilidade.

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Monografia da espécie Ruta graveolens L. (Arruda). 2015. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/images/pdf/2016/fevereiro/05/Monografia-Ruta.pdf>. Acesso em 19 Jun 2020
  • VÁSQUEZ, Silvia Patricia F.; MENDONÇA, Maria Silvia; NASCIMENTO, Sandra. Etnobotânica de plantas medicinais em comunidades ribeirinhas do Município de Manacapuru, Amazonas, Brasil . Acta Amazonica. Vol 44. 4 ed; 457 - 472, 2014
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem