Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Zolpidem: para que serve, como usar e efeitos colaterais

O zolpidem é um remédio hipnótico que pertence a um grupo de medicamentos conhecidos como análogos das benzodiazepinas, que normalmente é indicado para o tratamento a curto prazo de insônia.

O tratamento com Zolpidem não deve durar muito tempo, pois existe o risco de dependência e tolerância, se usado por longo período.

Zolpidem: para que serve, como usar e efeitos colaterais

Como usar

Como este remédio atua muito rápido, em menos de 20 minutos, deve ser ingerido imediatamente antes de deitar ou na cama.

Geralmente, a dose recomendada é de 1 comprimido por dia, de 2 a 5 dias para casos de insônia ocasional e 1 comprimido por dia de 2 a 3 semanas no caso de insônia transitória, não devendo ser ultrapassada a dose de 10 mg por cada 24h.

Para pessoas com mais de 65 anos, com insuficiência do fígado ou que estejam debilitadas, como geralmente são mais sensíveis aos efeitos do zolpidem, é recomendado tomar apenas meio comprimido, o que equivale a 5 mg por dia.

Devido ao risco de causar dependência e tolerância, este medicamento não deve ser usado por mais de 4 semanas, sendo que a média recomendada para seu uso é de 2 semanas no máximo. Durante o tratamento com este remédio também não deve ser ingerido álcool.

Quem não deve usar

O Zolpidem não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer componente presente na fórmula.

Além disso, também é contraindicado para pessoas com alergia conhecida às benzodiazepinas, pacientes com miastenia gravis, apneia do sono ou que apresentem insuficiência respiratória ou insuficiência do fígado.

Também não deve ser usado em crianças com menos de 18 anos, em pessoas com antecedentes de dependência de drogas ou álcool, assim como não deve ser usado por mulheres grávidas ou que estejam a amamentar.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso de zolpidem são alucinações, agitação, pesadelos, sonolência, dor de cabeça, tontura, insônia exacerbada, amnésia anterógrada, diarreia, náusea, vômito, dor abdominal, dor nas costas, infecção do trato respiratório inferior e superior e cansaço.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto:

Carregando
...