Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Alprazolam: o que é, para que serve e efeitos colaterais

Alprazolam é uma substância ativa indicada para o tratamento de transtornos de ansiedade, que pode incluir sintomas como ansiedade, tensão, medo, apreensão, intranquilidade, dificuldades de concentração, irritabilidade ou insônia, por exemplo.

Além disso, este remédio também pode ser usado no tratamento do transtorno do pânico, com ou sem agorafobia, em que pode ocorrer uma crise de pânico não esperada, um ataque súbito de apreensão intensa, medo ou terror.

O Alprazolam está disponível em farmácias, e pode ser comprado mediante a apresentação de receita médica.

Alprazolam: o que é, para que serve e efeitos colaterais

Como usar

A dose de alprazolam deve ser adaptada a cada caso, com base na gravidade dos sintomas e na resposta individual de cada pessoa.

Geralmente, a dose inicial recomendada para o tratamento dos transtornos de ansiedade é de 0,25 mg a 0,5 mg administrados 3 vezes ao dia e a dose de manutenção é de 0,5 mg a 4 mg ao dia, administrados em doses divididas. Saiba o que é o transtorno de ansiedade.

Para o tratamento dos transtornos do pânico, a dose inicial é de 0,5 mg a 1 mg antes de dormir ou 0,5 mg administrados 3 vezes ao dia e a dose de manutenção deve ser ajustada à resposta da pessoa ao tratamento.

Em pacientes idosos ou que possuam uma condição debilitante, a dose inicial recomendada é de 0,25 mg, 2 ou 3 vezes ao dia e a dose de manutenção pode variar entre 0,5 mg e 0,75 mg ao dia, administrado em doses divididas.

Quanto tempo demora para fazer efeito?

Após a ingestão, o alprazolam é rapidamente absorvido e a concentração máxima do medicamento no organismo ocorre em cerca de 1 a 2 horas após administração e o tempo que demora para ser eliminado é em média de 11 horas, a não ser que a pessoa sofra de insuficiência renal ou hepática.

Alprazolam dá sono?

Um dos efeitos colaterais mais comuns que pode ocorrer durante o tratamento com alprazolam são sedação e sonolência, por isso é muito provável que algumas pessoas sintam sono durante o tratamento.

Quem não deve usar

O Alprazolam não deve ser usado em pessoas que tenham hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula ou a outros benzodiazepínicos, pessoas com miastenia gravis ou glaucoma de ângulo estreito agudo.

Além disso também não deve ser usado em crianças com menos de 18 anos de idade, durante a gravidez e a amamentação.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com alprazolam são depressão, sedação, sonolência, ataxia, alterações de memória, dificuldade para articular as palavras, tontura, dor de cabeça, prisão de ventre, boca seca, fadiga e irritabilidade.

Embora seja mais raro, em alguns casos, o alprazolam pode causar diminuição do apetite, estado de confusão, desorientação, diminuição ou aumento do desejo sexual, ansiedade, insônia, nervosismo, perturbações no equilíbrio, coordenação anormal, distúrbios de atenção, hipersonia, letargia, tremor, visão turva, náusea, dermatite, disfunção sexual e alterações no peso corporal.

Veja algumas dicas que permitem aliviar o stress e a ansiedade, no vídeo seguinte:

Perguntas frequentes relacionadas com o artigo

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem