Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Ultrassom com Doppler Colorido e para que serve

O ultrassom com doppler, também chamado de ecografia com doppler ou ecodoppler colorido, é um importante exame para avaliar a circulação dos vasos sanguíneos e o fluxo de sangue em um determinado órgão ou região do corpo. Assim, ele pode ser solicitado pelo médico em casos de suspeita de estreitamento, dilatação ou oclusão de um vaso sanguíneo.

Algumas das principais indicações deste exame são as avaliações de trombose, aneurismas ou varizes, por exemplo, sendo também muito utilizado durante a gravidez, para averiguar se o fluxo sanguíneo da mãe para o feto ocorre de forma adequada, conhecido como doppler fetal.

Assim como o exame de ultrassom comum, o ultrassom com doppler é realizado através de um aparelho capaz de emitir ondas sonoras, que atingem o tecido e retornam como um eco, que é convertido em imagens. O doppler é o adicional capaz de identificar e visualizar o fluxo de sangue no local. Saiba mais sobre os principais tipos de ultrassom e quando são indicados

O que é Ultrassom com Doppler Colorido e para que serve

A ultrassonografia com doppler é feita pelo médico em clínicas de imagem ou no hospital, sendo disponível gratuitamente pelo SUS ou incluído em planos de saúde. De forma particular, este exame pode custar cerca de 200 a 500 reais, no entanto, o preço é muito variável de acordo com o local onde é feito, a área observada ou se há adicionais ao exame, como tecnologia 4D, por exemplo.

Para que serve

Algumas das principais situações em que é indicado fazer um ultrassom com doppler colorido são:

  • Estudar o funcionamento do fluxo sanguíneo de artérias e veias;
  • Detectar tromboses venosas ou arteriais;
  • Diagnosticar e avaliar varizes;
  • Medir o fluxo sanguíneo da mãe para o feto, através da placenta, durante a gravidez;
  • Identificar aneurismas ou dilatações nos vasos sanguíneos;
  • Identificar estreitamentos ou oclusões nas veias e artérias.

As ondas de som geradas durante o exame produzem a imagem diretamente para a tela de computador do aparelho, de forma que o médico consegue visualizar se há alterações. 

Cuidados para o exame

O exame de ultrassom com doppler é simples e indolor, necessitando apenas permanecer deitado na maca enquanto o médico realiza o exame. Não costuma ser necessário jejum, exceto nos exames realizados na região abdominal, como doppler de aorta ou artérias renais.

Nestes casos, pode ser indicado um jejum de 10 horas e o uso de remédio para gases, como dimeticona, para diminuir a formação de gases que podem interferir no exame.

Principais tipos

O ultrassom com doppler colorido pode ser solicitado para avaliar praticamente todas as regiões do corpo. No entanto, alguns dos principais pedidos do médico são para:

O que é Ultrassom com Doppler Colorido e para que serve

1. Ultrassom com Doppler das pernas

Chamado de doppler dos membros inferiores, costuma ser solicitado para identificar varizes, trombose, estreitamento dos vasos sanguíneos, para avaliar a circulação sanguínea antes de uma cirurgia da região ou mesmo avaliar a presença de sintomas de insuficiência venosa ou arterial, também chamados de má circulação. 

Entenda o que pode causar a má circulação e os principais sintomas.

2. Ultrassom obstétrica com Doppler 

Também conhecido com Doppler fetal, é indicado pelo obstetra, e serve para avaliar os vasos sanguíneos e a velocidade do fluxo de sangue do cordão umbilical e da placenta, observando se há alguma alteração no fluxo sanguíneo para o feto, de forma a programar melhores formas ou o momento para o parto.

Este exame costuma ser feito no terceiro trimestre da gestação, entre 32 a 36 semanas, sendo especialmente necessário caso o médico suspeite de alguma alteração provocada por situações como crescimento abaixo do esperado, diabetes materno, alteração da quantidade do líquido amniótico, gestação de gêmeos ou diminuição da movimentação do feto, por exemplo. 

3. Ultrassom com Doppler da Tireoide

O doppler da tireoide pode ser indicado pelo endocrinologista para avaliar as características dos vasos sanguíneos da tireoide, de forma a ajudar a programar punções. Também é útil para identificar características de malignidade de um nódulo, já que a presença de excesso de vasos sanguíneos pode ser mais um dos indícios de nódulo suspeito. 

Saiba mais sobre quando o nódulo da tireoide pode ser câncer

4. Ultrassom com Doppler de Carótidas

As carótidas são artérias que levam sangue do coração ao cérebro, e quando sofrem alguma alteração, como obstrução ou estreitamento, podem provocar sintomas como tontura, desmaios ou, até, provocar um AVC.

Por isso, o doppler de carótidas é indicado pelo médico quando há suspeita destas alterações, para avaliar o risco de AVC e também em pessoas que sofreram um AVC, para ajudar identificar a causa. Saiba mais em para que serve o ultrassom de carótida.

5. Ultrassom com Doppler de artérias renais 

Costuma ser indicado pelo nefrologista para estudar o fluxo das artérias dos rins, buscando identificar estreitamentos e oclusões destes vasos, que são causas de hipertensão arterial de difícil controle. 

Também podem ser indicados para buscar causas de alterações nos rins, como diminuição do tamanho, suspeita de aneurismas ou deformidades. 

6. Ultrassom com Doppler da aorta 

É indicado para avaliar a presença de dilatações ou de um aneurisma na aorta, que pode ser desconfiado em pessoas que têm um sopro abdominal. Também é útilpara investigar uma dissecção neste vaso, que é uma grave complicação causada descolamento de suas paredes, ou mesmo para observar a presença de placas de aterosclerose que podem causar obstrução da aorta.

Este exame também é muito importante para programar a cirurgia de correção, caso indicada pelo médico. Confira como identificar o aneurisma de aorta e como tratar

Mais sobre este assunto:


Carregando
...