Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser dor na batata da perna (panturrilha)

A dor na panturrilha é um sintoma muito comum em qualquer idade, podendo surgir devido a diferentes fatores. Porém, na maioria das vezes ela é provocada por atividade física intensa, sendo muito comum durante a corrida, por ser o músculo mais utilizado neste exercício.

No entanto, a dor na batata da perna também pode indicar situações mais graves, que devem ser avaliadas pelo médico, como cisto de baker, varizes, trombose ou ruptura do tendão de Aquiles.

O que pode ser dor na batata da perna (panturrilha)

Principais causas de Dor na Panturrilha

As causas mais comuns de dor na batata da perna são:

1. Má circulação sanguínea

A má circulação afeta principalmente pessoas sedentárias e com mais idade, que não praticam atividade física. Mas também pode afetar as gestantes, principalmente no final da gravidez, e também as pessoas que fizeram uma cirurgia recentemente e que ainda estão de repouso na cama. A panturrilha dolorida, nesses casos, não é um grande motivo de preocupação mas pode deixar os pés frios e ser desconfortável para andar.

  • O que fazer: Alongamentos podem ajudar a diminuir a dor e o desconforto da má circulação, mas é importante praticar exercícios regularmente para melhorar a circulação e evitar a formação de varizes, por exemplo. Outras boas dicas incluem usar meias elásticas, não ficar muito tempo sentado ou de pé e diminuir a quantidade de sal na comida, para evitar a retenção hídrica. Confira alguns Alimentos para melhorar a circulação sanguínea.

2. Trombose venosa profunda

A trombose é um distúrbio vascular mais comum em idosos. Deve-se suspeitar de uma trombose quando há dor na perna e essa fica inchada e dura. Ela ocorre quando um trombo solta de uma veia e chega até órgãos importantes como coração ou pulmões bloqueando a circulação nesses locais, sendo muito grave. Saiba mais detalhes em: Trombose venosa profunda.

  • O que fazer: Se suspeitar de que a perna está com um trombo deve ir ao médico o quanto antes para ele avaliar e indicar o uso de medicamentos que afinam o sangue como as aspirinas, médico pode ainda fazer uma cirurgia para colocação de um stent para garantir a passagem sanguínea.

3. Varizes

Quando a pessoa possui muitas varizes, ainda que sejam pequenas, ou apenas 1 ou 2 varizes largas e compridas, pode apresentar dor na batata da perna de forma frequente. Nesse caso as veias ficam mais inchadas e há sensação de pernas pesadas e cansadas.

  • O que fazer: O tratamento para curar as varizes pode ser feito com meias elásticas, uso de remédios para varizes e praticar atividade física porque assim o sangue é bombeado com mais força e a capacidade cardíaca também melhora. Outras opções incluem terapia à laser, escleroterapia e cirurgia para varizes. Saiba todas as opções de tratamento para varizes.

4. Cisto de Baker

O cisto de baker geralmente aparece atrás do joelho, sendo uma 'bolinha' dolorida, que pode causar também dor na batata da perna e sensação de cansaço. 

  • O que fazer: O cisto de baker não é grave mas causa grande desconforto, sendo recomendado usar meias de compressão, colocar uma compressa gelada e fazer fisioterapia. Veja o tratamento com mais detalhes.

5. Celulite infecciosa

A infecção na perna, cientificamente chamada de celulite infecciosa, causa intensa dor na panturrilha, com vermelhidão intensa. Isso se deve a entrada de bactérias penetram nas camadas mais profundas da pele 

  • O que fazer: Deve ir ao médico o quanto antes para evitar que as bactérias cheguem na corrente sanguínea se espalhando por todo corpo. O tratamento é feito com antibióticos e pode ser preciso ficar internado no hospital. Veja como reconhecer e tratar a celulite infecciosa

6.  Ruptura do tendão de Aquiles

Em caso de traumatismo direto sobre a perna ou calcanhar ou durante uma atividade física muito intensa, pode haver o rompimento do tendão de Aquiles. Os sintomas clássicos são dor na panturrilha com intensa dificuldade para caminhar, dor ao pressionar o tendão de Aquiles e é comum a pessoa dizer que ouviu um estalo ou que algo bateu em sua perna. 

  • O que fazer: Deve ir ao médico porque o tratamento é feito engessando o pé e em alguns casos pode ser preciso fazer cirurgia. Saiba detalhes do tratamento aqui.

7. Dor na panturrilha na gravidez

A dor na panturrilha na gravidez é um sintoma normal que acontece devido ao acúmulo de sangue nas pernas causado por alterações hormonais. A dor na panturrilha na gravidez surge, principalmente, no período noturno e durante o dia podem surgir câimbras que estão relacionadas com falta de potássio.

  • O que fazer: A grávida deve fazer alongamento do músculo afetado pela câimbra e comer banana ou outros alimentos ricos em potássio, além de usar meias elásticas durante o dia e elevar os pés durante a noite, para melhorar a circulação sanguínea e reduzir a dor.

8. Dor na panturrilha durante a corrida 

Durante a prática de exercícios como a corrida, o mais provável é que a dor seja causada por algum transtorno muscular. Assim, as causas mais comuns de dor na panturrilha durante a corrida são:

  • Exercício físico intenso, principalmente em subidas e nesse caso as duas pernas são afetadas ao mesmo tempo;
  • Estiramento, contratura ou distensão muscular;
  • Cãibra, que surge de repente numa perna, podendo causar dor também no pé;
  • Síndrome da pedrada, que causa dor intensa e repentina, como se tivesse levado uma pedrada numa perna;
  • Falta de minerais, que pode acontecer durante provas longas e com falta de hidratação.

Ao sentir uma forte dor na batata da perna durante uma corrida é recomendado parar de correr e alongar o músculo, sentado no chão e com as pernas bem esticadas, apontando os dedos dos pés para o seu nariz. Mas se a dor for suportável, sendo somente um incômodo afetando as duas pernas ao mesmo tempo, o mais provável é que seja cansaço devido a falta de condicionamento físico, e com a persistência nos treino, essa dor tende a desaparecer.

Sinais de alerta para ir ao médico

É recomendado ir ao médico ou pronto-socorro se apresentar os seguintes sinais e sintomas:

  • Intensa dor na panturrilha que surge de forma repentina;
  • Dor, inchaço e rigidez em apenas uma perna;
  • Vermelhidão e sensação de inchaço ou queimação numa perna.

Também é importante buscar uma avaliação médica se apresentar dor muscular intensa, que não passa em até 3 dias. 

Formas de combater a dor na panturrilha

A dor na panturrilha tende a diminuir depois do esforço e pode ser tratada com fisioterapia, massagem ou descanso nas situações mais leves, ou cirurgia nas situações mais graves.

Para aliviar a dor na panturrilha, algumas estratégias simples que podem ajudar são:

  • Colocar compressa de gelo sobre a panturrilha;
  • Fazer massagem no músculo;
  • Realizar alongamento do músculo;
  • Beber muita água e comer alimentos ricos em sódio e potássio;
  • Repousar.

No tratamento da dor na panturrilha também podem ser utilizados remédios anti-inflamatórios ou relaxantes musculares, como Paracetamol, Voltaren ou Calminex ou remédios naturais. Veja quais são no vídeo seguinte:

Como aliviar a dor com ANALGÉSICOS NATURAIS

303 mil visualizações

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem