Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

10 sintomas de má circulação, principais causas e o que fazer

A má circulação é uma situação caracterizada pela dificuldade do sangue em passar pelas veias e artérias, podendo ser identificada por meio do aparecimento de alguns sinais e sintomas, como pés frios, inchaço, sensação de formigamento e pele mais ressecada, por exemplo, o que pode acontecer devido ao uso de pílulas anticoncepcionais, excesso de peso, envelhecimento ou devido ao fato de passar muito tempo em pé ou com as pernas cruzadas, por exemplo.

É importante que a causa da má circulação seja identificada, assim como os sintomas que estão presentes e a frequência com que aparecem, pois dessa forma é possível que o cardiologista ou clínico geral indique o tratamento mais adequado para ajudar a aliviar os sintomas.

10 sintomas de má circulação, principais causas e o que fazer

A principal forma de identificar a má circulação nas pernas é por meio dos sintomas, sendo os principais:

  1. Pele fria, seca ou escamosa;
  2. Coceira nas pernas;
  3. Manchas vermelhas nas pernas;
  4. Presença de vasinhos ou varizes;
  5. Pés e tornozelos inchados;
  6. Cor pálida ou azulada nos locais de má circulação;
  7. Cãibras nas pernas;
  8. Sensação de formigamento, picadas ou dormência nas pernas;
  9. Ausência de pelos nas pernas;
  10. Rachaduras nos calcanhares.

Os sintomas normalmente pioram ao final do dia, principalmente quando a pessoa passou muito tempo em pé, mas também podem acontecer com maior intensidade durante o ciclo menstrual, em períodos do dia de maior calor ou quando se usa salto alto ou sandálias rasteiras.

10 sintomas de má circulação, principais causas e o que fazer

Principais causas

A má circulação nas pernas e nos pés pode acontecer como consequência de diversas situações, sendo as principais:

  • Gravidez, já que durante a gravidez o organismo da mulher produz mais líquidos para manter a irrigação da placenta, o que dificulta o trabalho das veias. Além disso, na gestação há produção do hormônio relaxina, que provoca a dilatação das veias, dificultando o retorno do sangue ao coração.
  • Aterosclerose, pois devido à presença de placas de gordura no interior das artérias o sangue pode não circular corretamente, resultando no aparecimento dos sintomas da má circulação;
  • Excesso de peso e sedentarismo, uma vez que a circulação do sangue no organismo pode ficar comprometida e o retorno venoso torna-se mais difícil, podendo fazer com que as pernas fiquem mais inchadas e cansadas;
  • Envelhecimento, isso porque também acontece o envelhecimento natural dos vasos sanguíneos, o que pode interferir na circulação e pode levar ao aparecimento dos sintomas de má circulação;
  • Uso de anticoncepcional, isso porque devido à quantidade de hormônios presentes no anticoncepcional, pode haver o risco aumentado de formação de trombos em algumas mulheres, o que pode interferir diretamente na circulação. Saiba mais sobre a trombose por anticoncepcional;
  • Ficar muito tempo em pé, sentado ou com as pernas cruzadas, devido ao trabalho ou viagens longas, por exemplo, já que pode tornar mais difícil o retorno do sangue para o coração;
  • Doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, podem ter também como consequência a má circulação, principalmente quando não são tratadas corretamente.

É importante que a causa da má circulação seja identificada, pois assim o médico pode indicar algumas formas de tratar e aliviar os sintomas para evitar que surjam complicações, como formação de úlceras ou amputação do pé, por exemplo.

O que fazer

Para combater e evitar os sintomas de má circulação nas pernas, é importante seguir as orientações do cardiologista ou clínico geral, que pode indicar o uso de meias de compressão ou de remédios que atuam nas veias do sistema circulatório, melhorando o tônus venoso, a microcirculação e a resistência dos vasos sanguíneos.

A adoção de medidas, como elevar as pernas ao final do dia, tomar banho com água a uma temperatura média, fazer massagens na direção do tornozelo para a virilha e usar calçado confortável, também ajudam a reduzir o desconforto causado pela má circulação.

Além disso, a prática regular de atividade física e uma alimentação pobre em sal e rica em vitamina C e antioxidantes também podem ajudar a evitar e combater os sintomas da má circulação, assim como alguns remédios caseiros, como o suco de laranja com salsinha e o suco de abacaxi com gengibre, por exemplo. Confira outras opções de remédio caseiro para má circulação.

Veja também no vídeo a seguir algumas outras dicas para diminuir o inchaço dos pés:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem