Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Comer peixe emagrece e protege o coração

Incluir peixes regularmente na dieta trás benefícios como melhorar a memória, a concentração, prevenir doenças cardiovasculares e reduzir a inflamação. Além disso, consumir peixes ajuda na perda de peso, pois normalmente são fontes de proteínas com menos calorias do que as carnes vermelhas e o frango, favorecendo dietas de emagrecimento.

Para obter esse benefícios, deve-se consumir peixes pelo menos 3 vezes por semana, sendo importante lembrar que não faz mal comer peixes todos os dias. Veja a seguir os 5 principais benefícios dos peixes:

Comer peixe emagrece e protege o coração

1. Fornecer proteínas para o corpo

Os peixes são grandes fontes de proteínas e podem ser usados para substituir as carnes e o frango da dieta. As proteínas são nutrientes importante para a formação da massa muscular, dos cabelos, da pele, das células e do sistema imunológico, sendo um nutriente essencial para a saúde.

Peixes magros como robalo, garoupa e linguado são fontes menos calóricas de proteínas, enquanto os peixes gordos como salmão, atum e sardinha contêm mais calorias.

2. Prevenir doenças cardiovasculares

Os peixes são fontes de gorduras boas, especialmente os provenientes de água salgada, como atum, sardinha e salmão, pois são ricos em ômega-3, nutriente presente nas águas profundas do mar.

O ômega-3 atua no organismo reduzindo o colesterol ruim e aumentando o colesterol bom, além de reduzir a inflamação e melhorar o sistema imunológico. Com isso, o consumo de peixes reduz o risco de doenças cardiovasculares como aterosclerose e infarto, além de prevenir outros problemas, como o AVC.

Comer peixe emagrece e protege o coração

3. Melhorar a memória e prevenir Alzheimer

Consumir peixe regularmente previne a perda de massa cinzenta no cérebro, que está ligada ao surgimento de doenças degenerativas como o mal de Alzheimer. Esse benefício está ligado à presença de ômega-3 e de nutrientes como cálcio e fósforo, importantes para a transmissão impulsos nervosos.

4. Aliviar os sintomas de artrite

Peixes ricos em ômega-3, como salmão, atum e cavala, ajudam a aliviar os sintomas da artrite por terem propriedades anti-inflamatórias. Ao aumentar os níveis de ômega-3 no organismo, a inflamação nas articulações é reduzida e as dores diminuem. Esse benefício também pode ser obtido consumindo suplementos com óleo de peixe ou ômega-3, mas é importante destacar que o consumo do alimento natural potencializa os benefícios dos seus nutrientes.

5. Fornecer vitamina D

Os peixes são as melhores fontes de vitamina D na alimentação, especialmente os peixes gordos, pois essa vitamina fica armazenada na gordura dos alimentos. A vitamina D funciona como um hormônio esteroide no organismo, sendo importante para prevenir problemas como diabetes, infertilidade, câncer e problemas cardíacos.

Além disso, a vitamina D aumenta a absorção de cálcio no intestino, ajudando a prevenir osteoporose, especialmente após a menopausa.

Comer peixe emagrece e protege o coração

Informação Nutricional de alguns tipos de peixes

A tabela a seguir trás a quantidade de calorias, gorduras e proteínas para 100 g de peixes, separando-os em 2 categorias: peixes magros e gordos.

 CaloriasGorduraProteínas
Peixes magros   
Bacalhau73,80,20 g18,00 g
Badejo96,52,75 g17,94 g
Corvina1001,20 g20,80 g
Dourado800,50 g18,30 g
Garoupa871,21 g18,03 g
Linguado870,50 g19,00 g
Pescada971,30 g20,00 g
Robalo720,30 g17,20 g
Cherne81,40,38 g19,90 g
Truta89,31,67 g18,49 g
Galo1092,70 g19,90 g
Pargo971,30 g20,00 g
Peixes gordos   
Atum1465,20 g24,8 g
Cavala138,77,10 g18,7 g
Tainha1738,96 g22,87 g
Salmão21113,40 g22,50 g
Sardinha1245,40 g17,70 g
Bagre178,211,40 g18,90 g
Cação1295,40 g18,80 g

É importante lembrar que o ideal é preparar os peixes apenas com azeite no forno, ou fazer preparações grelhadas ou cozidas, juntamente com verduras e legumes para aumentar o valor nutricional da refeição.

Benefícios de comer peixe cru

Os benefícios de comer peixe cru são diminuir o risco de doenças cardíacas, contribuir para o desenvolvimento cerebral, regeneração das células nervosas, ajudar a formar os tecidos, prevenir doenças ósseas e combater a anemia devido a sua riqueza em ômega 3, proteínas, vitamina D, cálcio, ferro e vitamina B12. Veja: 3 motivos para comer sushi.

Qualquer alimento submetido ao calor perde alguns nutrientes, mas o peixe tem os seus benefícios especialmente em nutrientes que não são estragados pelo calor e, por isso, os benefícios se mantêm mesmo cru e quando cozinhado.

Comer peixe emagrece e protege o coração

Que tipo de peixe comer durante a gravidez?

Comer peixe na gravidez é saudável, mas as grávidas devem dar preferência ao peixe confeccionado e não cru porque o peixe cru é um alimento que se estraga e contamina mais facilmente, podendo provocar uma intoxicação alimentar. Além disso, alguns alimentos crus também podem estar contaminados e provocar uma doença chamada toxoplasmose, que provoca defeitos na formação do feto.

As gestantes devem também evitar peixes como bagre, atum e pintado, pois têm maior risco de contaminação por metais pesados, como o mercúrio, que prejudicam o desenvolvimento saudável do bebê.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...