Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

12 incríveis benefícios do ômega 3 para a saúde

​O ômega 3 é um tipo de gordura boa que tem potente ação anti-inflamatória e que, por isso, pode ser utilizado para controlar os níveis de colesterol e glicemia ou prevenir doenças cardiovasculares e cerebrais, além de melhorar a memória e a disposição. 

Existem três tipos de ômega 3: o ácido docosahexaenoico (DHA), o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido alfa-linolênico (ALA), que podem ser encontrados especialmente nos peixes de mar, como salmão, atum e sardinha, e nas sementes como chia e linhaça. Além disso, o ômega 3 também pode ser consumido em suplementos na forma de cápsulas, que são vendidas em farmácias, drogarias e lojas de produtos naturais.

12 incríveis benefícios do ômega 3 para a saúde

Devido às suas propriedades, o ômega-3 tem sido indicado como um nutriente essencial para uma dieta saudável e balanceada, já que pode fornecer diversos benefícios para a saúde, sendo os principais:

1. Diminui a inflamação

O ômega 3 tem propriedades anti-inflamatórias que podem ser muito úteis no tratamento da doença inflamatória intestinal ou artrite reumatoide, por exemplo, pois reduz a produção de substâncias inflamatórias como os eicosanoides e as citocinas. Além disso, a ação anti-inflamatória do ômega 3 ajuda a prevenir os danos celulares que podem levar ao aparecimento de câncer. 

2. Protege contra doenças cardiovasculares

O ômega 3 ajuda a reduzir o colesterol ruim e os triglicerídeos, que são responsáveis por formar placas de gordura nas artérias, o que promove um melhor funcionamento das artérias e ajuda a evitar infarto, arritmia, insuficiência cardíaca e derrame cerebral.

Além disso, o ômega 3 ajuda a aumentar o colesterol bom, a controlar a pressão sanguínea e a reduzir os danos nas células, mantendo os vasos sanguíneos saudáveis.

3. Evita a formação de coágulos

O ômega 3, especialmente o DHA e o EPA, tem propriedades anticoagulantes, reduzindo a formação de coágulos sanguíneos por impedir que as plaquetas do sangue se agrupem e, por isso, esta gordura pode ajudar na prevenção de complicações graves, como trombose venosa profunda ou embolia pulmonar, por exemplo.

4. Ajuda a combater a depressão

O ômega 3 protege as células do cérebro, melhorando sua atividade, levando a um aumento de substâncias responsáveis pelas emoções, pelo humor e bem estar como serotonina, dopamina e noradrenalina. 

Assim, o ômega 3 ajuda a prevenir, combater e auxiliar no tratamento da depressão, diminuindo os sintomas depressivos, as perturbações do sono e a falta de apetite sexual, que são sintomas comuns nas pessoas deprimidas.

5. Combate a asma

O ômega 3, por ter ação anti-inflamatória, ajuda a combater a asma, além de também poder atuar diminuindo o risco de novas crises, e, por isso, o consumo de alimentos ricos nessa gordura ou uso de suplemento pode ser indicado pelo nutricionista com o objetivo de complementar o tratamento indicado pelo médico.

6. Previne doenças auto-imunes

Alguns estudos mostram que o ômega 3 pode ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento de doenças autoimunes, que é quando o sistema imunológico não reconhece células saudáveis no corpo e as ataca, destruindo estas células, como no caso da diabetes tipo 1 ou esclerose múltipla, por exemplo. Além disso, essa gordura pode auxiliar no tratamento de lúpus, artrite reumatoide, colite ulcerativa, doença de Crohn e psoríase. 

7. Ajuda a controlar a glicemia

Alguns estudos mostram que o ômega 3 pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue por melhorar a resistência do hormônio insulina, podendo ser um importante aliado no tratamento do diabetes tipo 2. 

Em um estudo [1], a ingestão de cápsulas  com 1g óleo de peixe (com 430 mg DHA + 60 mg EPA) por 3 meses, mostrou que os níveis de insulina no sangue foram reduzidos nos participantes, indicando que o uso de suplementos de ômega 3 podem ajudar a prevenir a diabetes.

12 incríveis benefícios do ômega 3 para a saúde

8. Melhora o funcionamento cerebral

O ômega 3 é um nutriente muito importante para as funções cerebrais, pois 60% do cérebro é constituído por gordura, especialmente ômega 3. Então, a deficiência dessa gordura pode estar associada a menor capacidade de aprendizado ou memória.

Dessa forma, aumentar o consumo de ômega 3 pode ajudar a proteger as células cerebrais garantindo o bom funcionamento do cérebro, melhorando a memória e o raciocínio.

9. Previne o Alzheimer

Alguns estudos mostram que o consumo de ômega 3 pode reduzir a perda de memória, a falta de atenção e a dificuldade de raciocínio lógico, o que pode diminuir o risco de desenvolver Alzheimer, por melhorar o funcionamento dos neurônios cerebrais. Entretanto, ainda são necessários mais estudos que comprovem esse benefício. 

10. Melhora a qualidade da pele

O ômega 3, especialmente o DHA, é um componente das células da pele, responsável pela saúde da membrana celular mantendo a pele macia, hidratada, flexível e sem rugas. Assim, ao consumir ômega 3 é possível manter essas características da pele e a sua saúde.

Além disso, o ômega 3 ajuda a proteger a pele dos danos do sol que podem causar envelhecimento ou câncer de pele, já que possui efeito antioxidante.

11. Controla o déficit de atenção e hiperatividade

Muitos estudos mostram que a deficiência de ômega 3 está associada ao transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) em crianças e que o aumento do consumo de ômega 3, principalmente o EPA, pode reduzir os sintomas desse transtorno, ajudando a melhorar a atenção, a conclusão de tarefas e reduzir a hiperatividade, impulsividade, agitação e agressividade.

12. Melhora o rendimento muscular

A suplementação com ômega 3 pode ajudar a reduzir a inflamação muscular causada pelo exercício físico, acelerando a recuperação dos músculos e diminuindo a dor após o treino.

O ômega 3 também ajuda a melhorar a disposição e potencializar o desempenho nos treinos, além de ser importante para facilitar o início de atividades físicas ou para pessoas em tratamentos médicos, como fisioterapia ou reabilitação cardíaca.

Saiba mais sobre os benefícios do ômega 3 no vídeo a seguir:

Alimentos ricos em ômega 3

A principal fonte de ômega 3 na dieta são os peixes de água do mar, como sardinha, atum e salmão. Além desses, esse nutriente também está presente nas sementes como chia e linhaça, castanhas, nozes e azeite de oliva.

Dentre as fontes vegetais, o óleo de linhaça é o alimento mais rico em ômega-3, sendo muito importante sua utilização para pessoas que são vegetarianas. Confira uma lista completa de  alimentos ricos em ômega 3.

Benefícios do ômega 3 na gravidez

A suplementação com ômega 3 na gravidez pode ser recomendada pelo obstetra, pois previne partos prematuros e melhora o desenvolvimento neurológico da criança, e nos bebês prematuros esta suplementação melhora a capacidade cognitiva, visto que a baixa ingestão dessa gordura pode estar associada ao menor QI do bebê.

A suplementação com ômega durante a gravidez traz benefícios como:

  • Prevenir depressão materna;
  • Reduz o risco de pré-eclâmpsia;
  • Reduzir os casos de parto prematuro;
  • Reduz o risco de baixo peso no bebê;
  • Reduz o risco de desenvolvimento de autismo, TDAH ou transtornos de aprendizagem na criança;
  • Menor risco de alergias e asma nas crianças;
  • Melhor desenvolvimento neurocognitivo nas crianças.

A suplementação com ômega 3 também pode ser efetuada durante a fase da amamentação para suprir as necessidades nutricionais da mãe e do filho, e deve ser feita de acordo com orientação médica.

Veja no vídeo a seguir algumas vantagens do uso do ômega 3 na gravidez e na infância:

Quantidade diária recomendada

A dose diária recomendada de ômega 3 varia de acordo com a idade, como mostrado a seguir:

  • Bebês dos 0 aos 12 meses: 500 mg;
  • Crianças de 1 a 3 anos: 700 mg;
  • Crianças de 4 a 8 anos: 900 mg;
  • Meninos de 9 a 13 anos: 1200 mg;
  • Meninas de 9 a 13 anos: 1000 mg;
  • Meninos de 14 a 18 anos: 1600 mg;
  • Meninas de 14 a 18 anos: 1100 mg;
  • Homens adultos e idosos: 1600 mg;
  • Mulheres adultas e idosas: 1100 mg;
  • Gestantes: 1400 mg;
  • Mulheres que amamentam: 1300 mg.

É importante lembrar que, em casos de deficiências ou aumento das necessidades nutricionais, a suplementação de ômega 3 deve ser feita sob recomendação de um médico ou nutricionista.

Quando tomar suplementos de ômega 3

A suplementação de ômega 3 normalmente é indicada durante a gestação e a amamentação, quando se tem deficiência deste nutriente no organismo ou durante tratamentos contra flacidez e acne. Além disso, os suplementos de ômega 3 podem ser indicados para prevenir doenças como diabetes, Alzheimer e doenças cardiovasculares. 

Para prevenir a carência de ômega 3, manter uma dieta equilibrada e consumir peixes pelo menos 2 vezes na semana já garante os níveis adequados de ômega 3 para o organismo. Já em dietas vegetarianas, uma opção é usar o óleo de linhaça, que pode ser consumido pelo menos 1 vez ao dia, como tempero de saladas, por exemplo.

Como escolher o melhor suplemento

Existem diversos tipos de suplementos de ômega 3, como o óleo de peixe, óleo de fígado de bacalhau ou o óleo de krill, ou ainda de origem vegetal, como o óleo de algas, o óleo de semente de linhaça ou o óleo de semente de chia. 

Para escolher o melhor suplemento de ômega, sugerimos a seguir algumas recomendações:

  • Priorizar os suplementos contendo somente EPA ou que tenham uma proporção maior de EPA do que de DHA nas cápsulas;
  • Escolher os suplementos com óleos de peixes selvagens, pois possuem melhor qualidade de ômega 3;
  • Optar por suplementos com certificação quanto à pesca sustentável, a pureza do óleo e o percentual de EPA e DHA nas cápsulas.

A quantidade de EPA e DHA nas cápsulas dos suplementos de ômega 3 variam de acordo com o fabricante. O suplemento de óleo de peixe contém em média 1.000 mg de óleo por cápsula, com 180 mg de EPA e 120mg de DHA. Já os óleos de algas marinhas contém de 100mg a 300mg de DHA e alguns também podem conter EPA.

Além disso, deve-se preferir os suplementos de ômega 3 com melhor absorção, como o s que contém os ácidos graxos livres, triglicerídeos naturais, triglicerídeos reesterificados e fosfolipídeos, devendo-se evitar os que contenham ésteres etílicos na composição. Conheça um exemplo de suplemento de ômega-3.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • GROSSO, Giuseppe; et al. Omega-3 fatty acids and depression: scientific evidence and biological mechanisms. Oxidative Medicine and Cellular Longevity. 313570. 1-16, 2014
  • CHOLEWSKI, Mateusz; et al. A Comprehensive Review of Chemistry, Sources and Bioavailability of Omega-3 Fatty Acids. Nutrients. 2018 Nov; 10(11): 1662. 10. 11; 1-33, 2018
  • BLOCH, Michael H.; QAWASMI, Ahmad. Omega-3 fatty acid supplementation for the treatment of children with attention-deficit/hyperactivity disorder symptomatology: systematic review and meta-analysis. J Am Acad Child Adolesc Psychiatry. 50. 10; 991-1000, 2011
  • GAMMONE, Maria Alessandra; et al. Omega-3 Polyunsaturated Fatty Acids: Benefits and Endpoints in Sport. Nutrients. 11. 46; 1-16, 2019
  • JOURIS, Kelly B.; et al. The effect of omega-3 fatty acid supplementation on the inflammatory response to eccentric strength exercise . Journal of Sports Science and Medicine. 10. 432-438, 2011
  • NIH OFFICE OF DIETARY SUPPLEMENTS. Omega-3 Fatty Acids: Fact Sheet for Health Professionals. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/Omega3FattyAcids-HealthProfessional/>. Acesso em 20 Jul 2021
  • HAVARD HEALTH PUBLISHING. Omega-3 fatty acids and the heart: New evidence, more questions. 2021. Disponível em: <https://www.health.harvard.edu/blog/omega-3-fatty-acids-and-the-heart-new-evidence-more-questions-2021032422213>. Acesso em 21 Jul 2021
  • THOTA, N, Rohith et al. Docosahexaenoic Acid-Rich Fish Oil Supplementation Reduces Kinase Associated with Insulin Resistance in Overweight and Obese Midlife Adults. Nutritents. Vol.12. 6.ed; 1-13, 2020
  • NIH OFFICE OF DIETARY SUPPLEMENTS. Omega-3 Fatty Acids: Fact Sheet for Health Professionals. Disponível em: <https://ods.od.nih.gov/factsheets/Omega3FattyAcids-HealthProfessional/#en29>. Acesso em 21 Jul 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...