Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para trombose venosa profunda

A trombose venosa é a obstrução do fluxo de sangue nas veias por um coágulo, ou trombo, e seu tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível para evitar que o coágulo aumente de tamanho ou se desloque até aos pulmões ou cérebro, provocando embolia pulmonar ou AVC.

A trombose tem cura, e o seu tratamento é orientado pelo clínico geral ou cirurgião vascular após identificação dos sintomas e confirmação do diagnóstico, e pode ser feito com remédios anticoagulantes, nos casos mais leves, ou com trombolíticos e/ou cirurgia, nos casos mais graves. Para entender mais detalhes sobre o que é e quais os sintomas de trombose, confira como identificar a trombose.

Além disso, depois que a fase aguda já tiver passado, o médico poderá orientar a utilização de meias de compressão elástica e a prática de exercício físico leve, como caminhar ou nadar, para facilitar a circulação do sangue e evitar que o problema volte a surgir.

Tratamento para trombose venosa profunda

Opções de tratamento

As opções de tratamento para trombose dependem dos sintomas e da gravidade do caso, podendo incluir:

1. Remédios Anticoagulantes

Os anticoagulantes, como a Heparina ou a Varfarina, são a primeira opção de tratamento para a trombose venosa profunda, uma vez que diminuem a capacidade do sangue para coagular, diluindo o coágulo e evitando que se formem novos coágulos em outros locais do corpo.

Normalmente, no caso de trombose nas pernas ou braços, o tratamento com anticoagulantes é feito com comprimidos e dura cerca de 3 meses, podendo ser mantido por mais tempo caso o coágulo seja muito grande, demore para diluir ou caso haja alguma doença que facilite a formação coágulos.

Existem variados tipos de anticoagulantes, que podem ser:

  • Injetáveis, como a Heparina, que tem uma ação mais rápida e é feita em associação com o comprimido de Varfarina oral, até que os exames de coagulação, como INR e TPAE, evidenciem que o sangue está de fato na faixa de anticoagulação. Após atingir essa meta (INR entre 2,5 e 3,5), suspende-se o injetável, deixando apenas o comprimido oral. 
  • Em comprimido, com medicamentos modernos, como Rivaroxabana, que são capazes de substituir a Varfarina e não necessitam de correção pelo INR. Estas não precisam ser iniciadas com as injetáveis. Porém, deve-se ter cuidado na presença de alguns fatores como  doença renal, idade, peso e ainda possuem alto custo. 

Para entender melhor como funcionam estes remédios, confira anticoagulantes mais usados e para que servem. Além disso, durante o tratamento com anticoagulante, o paciente deve fazer exames de sangue regularmente para avaliar a espessura do sangue e evitar complicações, como hemorragias ou anemia, por exemplo.

2. Remédios Trombolíticos

Os trombolíticos, como a Estreptoquinase ou Alteplase, por exemplo, são utilizados nos casos em que somente os anticoagulantes não são capazes de tratar a trombose venosa profunda ou quando o paciente desenvolve complicações graves, como embolia pulmonar extensa.

Geralmente, o tratamento com trombolíticos dura cerca de 7 dias e, durante esse tempo, o paciente deve ficar internado no hospital para tomar injeções diretamente na veia e evitar esforços que possam provocar hemorragia.

Tratamento para trombose venosa profunda

3. Cirurgia para trombose

A cirurgia é utilizada nos casos mais graves de trombose venosa profunda ou quando não é possível diluir o coágulo com o uso de anticoagulantes ou trombolíticos.

A cirurgia para trombose venosa profunda serve para retirar o coágulo das pernas ou para colocar um filtro na veia cava inferior, impedindo a passagem do coágulo para os pulmões.

Sinais de melhora da trombose

Os sinais de melhora da trombose surgem alguns dias após o início do tratamento e incluem a diminuição da vermelhidão e da dor. O inchaço da perna pode demorar algumas semanas até reduzir, podendo ser maior ao final do dia.

Sinais de piora da trombose

Os sinais de piora da trombose estão relacionados, principalmente, com a deslocação do coágulo das pernas para os pulmões e podem incluir dificuldade súbita para respirar, dor no peito, tonturas, desmaio ou tosse com sangue.

Quando o paciente apresenta estes sinais de piora, deve-se ir imediatamente ao hospital ou chamar ajuda médica, ligando o 192.

Veja como complementar o tratamento com um Remédio caseiro para trombose.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...