Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

7 Sintomas de Trombose Venosa Profunda

​A trombose venosa profunda acontece quando um coágulo entope uma veia da perna, impedindo que o sangue volte adequadamente ao coração e provocando sintomas como inchaço da perna e dor intensa na região afetada.

Se acha que pode estar desenvolvendo uma trombose venosa na perna, selecione os seus sintomas e descubra qual o risco:

  1. 1. Dor repentina em uma das pernas que piora ao longo do tempo
    Sim
    Não
  2. 2. Inchaço em uma das pernas, que vai aumentando
    Sim
    Não
  3. 3. Vermelhidão intensa na perna afetada
    Sim
    Não
  4. 4. Sensação de calor ao tocar na perna inchada
    Sim
    Não
  5. 5. Dor ao tocar na perna
    Sim
    Não
  6. 6. Pele da perna mais dura que o normal
    Sim
    Não
  7. 7. Veias dilatadas e mais facilmente visíveis na perna
    Sim
    Não
Imagem que indica que o site está carregando

Existem ainda casos, em que o coágulo é muito pequeno e não causa qualquer tipo de sintoma, desaparecendo sozinho com o tempo e sem precisar de tratamento.

No entanto, sempre que existe suspeita de trombose venosa deve-se ir ao hospital para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado, já que alguns coágulos também podem se mover e afetar órgãos importantes, como o pulmão ou o cérebro, por exemplo.

7 Sintomas de Trombose Venosa Profunda

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de trombose deve ser feito o quanto antes, por isso, é aconselhado ir ao hospital ou ao pronto-socorro sempre que surge suspeita de um coágulo na perna.

Geralmente, o diagnóstico é feito a partir da avaliação dos sintomas e alguns exames de diagnóstico como ultrassom, angiografia ou tomografia computadorizada, que ajudam a localizar onde o coágulo se encontra. Além disso, o médico também costuma pedir um exame de sangue, conhecido como D- dímero, que é utilizado para confirmar ou excluir a suspeita de trombose.

Entenda melhor porque acontece a trombose venosa profunda e como evitar.

Quem tem maior risco de ter trombose

Há maiores chances de ter uma trombose venosa profunda em pessoas com:

  • Histórico de trombose anterior;
  • Idade igual ou superior a 65 anos;
  • Câncer;
  • Doenças que tornam o sangue mais viscoso, como macroglobulinemia de Waldenstrom ou mieloma múltiplo;
  • Doença de Behçet;
  • Histórico de infarto, AVC, insuficiência cardíaca congestiva ou doença pulmonar;
  • Diabetes;
  • Que tiveram acidente grave com grandes ferimentos musculares e fratura de ossos;
  • Que fizeram uma cirurgia que durou mais de 1 horas, especialmente cirurgia de artroplastia do joelho ou quadril;
  • Em mulheres que fazem reposição hormonal com estrogênio.

Além disso, pessoas que precisam ficar imobilizadas na cama por mais de 3 meses também apresentam um risco aumentado de desenvolver um coágulo e apresentar trombose venosa profunda.

Já grávidas, mulheres que foram mães há pouco tempo ou mulheres que estão fazendo reposição hormonal ou usando algum método contraceptivo hormonal, como a pílula, também apresentam um risco ligeiramente de trombose, já que as alterações hormonais podem interferir com a viscosidade do sangue, tornando mais fácil o surgimento de um coágulo.

Veja quais os 7 efeitos colaterais mais comuns dos remédios hormonais como a pílula.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar