Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Pele amarelada

A pele amarelada pode ser um sintoma de várias doenças do fígado como hepatite ou cirrose, por exemplo, especialmente se o indivíduo apresentar também a parte branca dos olhos amarela, sendo que, nestes casos, a pele amarelada é chamada de icterícia. Porém, a pele amarela também pode ser um sinal de outras doenças como anemia ou anorexia nervosa.

Além disso, a elevada ingestão de alimentos ricos em betacaroteno como cenoura ou mamão também pode causar pele amarela, no entanto, nestes casos, os olhos não ficam amarelos, só a pele.

Causas de pele amarelada

A pele amarelada pode ser um sintoma de:

  • Hepatite: é a inflamação do fígado que além da pele amarela, causa sintomas como dor e inchaço abdominal, febre ligeira, coceira, náuseas, vômitos e perda de apetite. Saiba mais sobre a ordem do aparecimento dos sintomas da hepatite.
  • Insuficiência hepática: ocorre quando o fígado não é capaz de desempenhar as suas funções normais como a desintoxicação do organismo, por exemplo. Neste caso, além da icterícia, o indivíduo geralmente apresenta inchaço do corpo, odor corporal, sangramentos e ascite que é o acúmulo de líquidos no abdômen;
  • Cisto no fígado: normalmente causa pele amarelada e outros sintomas como dor no abdômen, perda de peso repentina, febre superior a 38ºC e cansaço;
  • Cirrose hepática: caracterizada pela destruição das células do fígado, podendo provocar pele amarelada e olhos amarelos, unhas esbranquiçadas, mau hálito, veias proeminentes e visíveis no abdômen e inchaço abdominal;
  • Pedras na vesícula biliar: causam, na maioria das vezes, além da icterícia, febre acima de 38ºC, dor forte no abdômen, dor nas costas, enjoo, vômitos, diarreia e perda de apetite;
  • Anemia falciforme: é uma doença hereditária em que ocorre malformação dos glóbulos vermelhos, que ficam com o seu formato alterado, causando deficiência no transporte de oxigênio para as células do corpo, podendo causar icterícia, inchaço e vermelhidão das mãos e dos pés, assim como, dor nos ossos e nas articulações;
  • Talassemia: é uma doença genética e hereditária do sangue que causa além da pele e olhos amarelados, sintomas como cansaço, anemia, fraqueza e atraso no crescimento;
  • Anorexia nervosa: caracterizada pela perda exagerada e repentina de peso com distorção da imagem corporal, sendo comum indivíduos anoréticos apresentarem a pele seca e amarela, assim como perda de cabelo ou cabelos finos e quebradiços
  • Ingestão excessiva de betacaroteno: relacionada com a elevada ingestão de alimentos ricos em betacaroteno como cenoura, mamão, abóbora, tomate e brócolis.

A pele amarelada em bebê surge logo nos primeiros dias de vida devido ao excesso de bilirrubina na corrente sanguínea, podendo ser necessário o bebê fazer fototerapia, que consiste em expô-lo a uma luz durante alguns dias para diminuir os valores de bilirrubina.

O que fazer em caso de pele amarelada?

Caso o indivíduo apresente icterícia, ou seja, a pele e os olhos amarelados deve ir ao pronto-socorro, pois a icterícia pode ser um sintoma de problemas no fígado, vesícula biliar ou pâncreas, principalmente se existirem outros sintomas como urina escura ou marrom e fezes esbranquiçadas ou alaranjadas. Nestes casos, um hepatologista, gastroenterologista ou endocrinologista são os médicos mais indicados para orientar o tratamento adequado, que pode ser feito apenas com reeducação alimentar, com remédios ou cirurgia, de acordo com a doença.

Caso o indivíduo apresente apenas a pele amarelada, deve diminuir ou evitar o consumo de alimentos ricos em betacaroteno.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...