Alimentos ricos em betacaroteno

Revisão clínica: Tatiana Zanin
Nutricionista
fevereiro 2020

Os alimentos ricos em betacaroteno são de origem vegetal, geralmente de cor alaranjada e amarelada, de que é exemplo a cenoura, damasco, manga, abóbora ou melão cantalupo.

O betacaroteno é um antioxidante que contribui para o fortalecimento do sistema imune, sendo muito importante na prevenção de doenças. Além disso, também contribui para uma pele mais saudável e bonita, já que ajuda a proteger a pele do sol e a melhorar o bronzeado.

Na tabela seguinte podem ser consultados alguns dos alimentos mais ricos em betacaroteno e respetiva quantidade:

Alimentos ricos em betacarotenoBetacaroteno (mcg)Energia em 100 g
Acerola260033 calorias
Manga tommy140051 calorias
Melão220029 calorias
Melancia47033 calorias
Mamão formosa61045 calorias
Pêssego33051,5 calorias
Goiaba42054 calorias
Maracujá61064 calorias
Brócolis160037 calorias
Abóbora220048 calorias
Cenoura290030 calorias
Couve manteiga380090 calorias
Suco de tomate54011 calorias
Extrato de tomate110061 calorias
Espinafre240022 calorias

Além de estar presente nos alimentos, o betacaroteno também pode ser encontrado em farmácias ou lojas naturais, sob a forma de suplemento, em cápsulas.

Qual a relação do betacaroteno com o bronzeado

Os alimentos ricos em betacaroteno ajudam a pele a ficar com um bronze mais saudável e duradouro porque, além de conferir um tom à pele, devido à cor que apresentam, também ajudam a proteger a pele dos danos causados pelos raios UV, prevenindo a descamação e envelhecimento precoce da pele.

Para se sentir este efeito do betacaroteno no bronzeado, devem-se consumir, cerca de 2 ou 3 vezes ao dia, alimentos ricos em betacaroteno, pelo menos 7 dias antes da primeira exposição solar, e nos dias em que houver exposição ao sol.

Além disso, as cápsulas de betacaroteno ajudam a complementar a dieta e a proteger a pele, porém, só devem ser usadas com aconselhamento de um médico ou nutricionista e nunca dispensam o uso do protetor solar.

Veja também os benefícios de outros carotenóides para a saúde.

O que pode causar o excesso de betacaroteno

O excesso do consumo de betacaroteno, tanto em cápsulas como nos alimentos, pode deixar a pele alaranjada, que é uma condição também conhecida por carotenemia, que é inofensiva e volta ao normal com a redução do consumo desses alimentos.

Veja uma receita rica em alimentos com betacaroteno, no vídeo seguinte:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em fevereiro de 2020. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em fevereiro de 2020.

Bibliografia

  • PINTO João. Nutracêuticos e alimentos funcionais. 1º. Portugal: LIDEL, 2014. 23-26.
  • DOLINSKY Manuela. Nutrição Funcional. 1º. Brasil: Roca, 2009. 18-21.
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • ALIMENTOS PARA UM BRONZEADO MAIS RÁPIDO

    03:10 | 54295 visualizações