Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas, diagnóstico e estadiamento do Câncer de vesícula biliar

O câncer de vesícula biliar é um problema raro e grave que afeta a vesícula biliar, um pequeno órgão do trato gastrointestinal que armazena a bile, libertando-a durante a digestão.

Normalmente, o câncer de vesícula biliar não provoca qualquer tipo de sintoma e, por isso, em muitos casos, é diagnosticado em fases muito avançadas, quando já afetou outros órgãos como o fígado.

O câncer de vesícula tem cura quando o seu tratamento é iniciado precocemente com cirurgia, radioterapia ou quimioterapia para eliminar todas as células tumorais e impedir a sua propagação para outros órgãos.

A quimioterapia assim como a radioterapia são agressivas e podem levar a queda de cabelo. Veja: Como fazer o cabelo crescer mais rápido depois da quimioterapia.

Sintomas de câncer de vesícula

Os principais sintomas de câncer de vesícula biliar incluem:

  • Dor abdominal persistente no lado direito da barriga;
  • Inchaço da barriga;
  • Enjoos e vômitos frequentes;
  • Pele e olhos amarelados;
  • Diminuição do apetite e perda de peso;
  • Febre acima de 38ºC persistente.

No entanto, estes sintomas são raros e quando surgem o câncer já se encontra em uma fase muito avançada, sendo mais difícil de tratar.

Assim, pacientes com excesso de peso, histórico de pedras na vesícula ou outros problemas frequentes no órgão, devem fazer exames a cada 2 anos no gastroenterologista para despistar o desenvolvimento de câncer, pois apresentam maior risco para a doença.

Tratamento para câncer de vesícula biliar

O tratamento para o câncer de vesícula biliar pode ser feito nos institutos voltados para o tratamento dos cânceres , como o INCA e, normalmente, varia de acordo com o tipo e estágio de desenvolvimento do câncer, podendo ser feito com cirurgia para retirada da vesícula, radioterapia ou quimioterapia, por exemplo.

Porém, nem todos os casos têm cura e, por isso, também podem ser usados cuidados paliativos para aliviar os sintomas do paciente e melhorar a qualidade de vida até ao fim da vida.

Saiba mais sobre o tratamento em: Tratamento para câncer de vesícula biliar.

Diagnóstico de câncer de vesícula

O diagnóstico de câncer de vesícula, normalmente, é feito por um gastroenterologista que utiliza alguns exames de diagnóstico, como ultrassonografia, tomografia computadorizada ou ressonância magnética para identificar o desenvolvimento de câncer na vesícula.

Além disso, também podem ser utilizados os exames de sangue CA 19-9 e CA-125 para identificar marcadores tumorais, que são substâncias produzidas pelo organismo em casos de câncer de vesícula biliar.

No entanto, a maioria dos casos de câncer na vesícula continuam a ser identificados na preparação para a retirada de pedras na vesícula ou até mesmo durante a cirurgia.

Estadiamento do câncer de vesícula biliar

O estadiamento do câncer de vesícula biliar é feito através da biópsia de uma amostra da vesícula retirada durante a cirurgia e os resultados podem incluir:

  • Estádio I: o câncer está limitado às camadas interior da vesícula biliar;
  • Estádio II: o tumor afeta todas as camadas da vesícula biliar e pode desenvolver-se para os ductos biliares;
  • Estádio III: o câncer afeta a vesícula biliar e um ou mais órgãos vizinhos, como fígado, intestino delgado ou estômago;
  • Estádio IV: desenvolvimento de tumores grandes na vesícula biliar e em vários órgãos em locais mais distantes do corpo.

Quanto mais avançado é o estádio de desenvolvimento do câncer de vesícula biliar, mais complicado é o tratamento, sendo mais difícil alcançar a cura completa do problema.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...