Nariz ressecado: 10 causas (e o que fazer)

Atualizado em janeiro 2024

O nariz ressecado pode ser causado por estar em ambientes muito secos, usar aquecedor, rinite alérgica, gripe e resfriado, desidratação ou uso excessivo de descongestionantes nasais, por exemplo.

Dependendo da sua causa, o nariz ressecado pode estar acompanhado de outros sintomas, como coceira no nariz, garganta seca, tosse, espirros, lacrimejamento excessivo, dor de cabeça, sangramento nasal, febre ou mal estar.

Leia também: Garganta seca: 12 principais causas (e o que fazer) tuasaude.com/garganta-seca

É importante consultar o otorrinolaringologista ou o clínico geral, sempre que surgir nariz ressecado, especialmente se estiver acompanhado de outros sintomas, para que a causa seja diagnosticada e iniciado o tratamento mais adequado. 

Imagem ilustrativa número 1

10 causas de nariz ressecado

As principais causas de nariz ressecado são:

1. Ar seco e ar condicionado

O nariz ressecado pode surgir devido ao ar seco e com baixa umidade que pode deixar a mucosa do nariz mais seca e irritada, sendo mais comum durante o inverno ou em regiões com baixa umidade do ar.

O nariz ressecado devido ao ar seco e com baixa umidade também pode levar a sangramentos no nariz.  

Além disso, o uso de ar condicionado para resfriar o ambiente no verão ou aquecer durante o inverno, também deixam o ar mais seco, favorecendo o ressecamento das mucosas do nariz e garganta.

O que fazer: é recomendado beber muita água, usar um umidificador de ambiente, pois aumenta umidade do ar, reduzindo a secura e irritação no nariz. Veja outras formas simples de umidificar o ar.  

Receba um tratamento mais completo!

Obtenha orientação especializada sobre o que tomar para se recuperar mais rápido.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

2. Uso de aquecedor

O uso de aquecedor durante o inverno também pode deixar o ar do ambiente mais seco, favorecendo a irritação das narinas e o surgimento de nariz ressecado.

O que fazer: deve-se utilizar um umidificador de ar, de forma a evitar a diminuição da umidade do ar que leva ao ressecamento do nariz.   

3. Gripe e resfriado

A gripe e o resfriado podem causar nariz ressecado, sendo causados por infecções por vírus, como influenza ou Rhinovírus, por exemplo, que podem entrar pelo nariz causando inflamação e irritação na mucosa nasal. 

Além da sensação de nariz ressecado, a gripe ou o resfriado também podem causar outros sintomas, como garganta seca, tosse, febre, espirros, dor de cabeça e no corpo.

O que fazer: deve-se fazer repouso e manter o corpo hidratado, bebendo bastante líquidos. Além disso, o otorrinolaringologista ou clínico geral pode indicar o uso de remédios para aliviar os sintomas, como analgésicos, anti-inflamatórios ou anti-histamínicos, por exemplo. 

4. Rinite alérgica

A rinite alérgica é uma causa comum de nariz ressecado, pois provoca inflamação e irritação da mucosa nasal.

Outros sintomas são coceira no nariz e olhos, olhos lacrimejando e espirros constantes.

A rinite alérgica é causada pelo contato com substâncias alergênicas, como poeira, pólen, pêlo de animais ou algumas plantas, por exemplo, e pode ser mais frequente durante a primavera ou no outono.

O que fazer: o tratamento da rinite alérgica deve ser orientado pelo alergologista ou otorrinolaringologista, podendo ser indicado o uso de remédios antialérgicos, como desloratadina ou cetirizina, por exemplo, além de ser fundamental evitar o contato com a substância que causou alergia. Veja os principais antialérgicos que podem ser indicados pelo médico

5. Exposição a substâncias irritantes

O nariz ressecado pode surgir devido à exposição a substâncias irritantes, como poluição, por exemplo, que podem causar irritação na mucosa nasal.

Além disso, outros sintomas que podem surgir são coceira no nariz ou garganta, ou dor de garganta, por exemplo.

O que fazer: deve-se evitar a exposição a substâncias que causam irritação no nariz. Caso isso não seja possível, pode-se usar gotas de soro fisiológico nas narinas para aumentar a hidratação da mucosa do nariz, além de beber bastante água.

6. Hábito de fumar

O hábito de fumar pode causar irritação e inflamação nas mucosas da boca, garganta e narinas, resultando em nariz ressecado, garganta e boca secas.

Além disso, o hábito de fumar pode levar ao desenvolvimento de câncer de pulmão ou de câncer no interior do nariz ou seis nasais.

O que fazer: deve-se parar de fumar para evitar o nariz ressecado, além de outros problemas graves de saúde. Confira algumas dicas de como parar de fumar

Além disso, deve-se consultar o clínico geral que pode indicar medidas para parar de fumar ou remédios, como bupropiona ou vareniclina. Veja os principais remédios para parar de fumar

7. Alergias

A alergia ocorre devido a liberação de histamina no corpo, que é responsável pelos sintomas de alergia, quando e tem contato com alguma substância irritante, como poeira, pólen ou pêlos de animais, por exemplo.

Isso pode causar nariz ressecado, devido a irritação ou inflamação da mucosa nasal, além de outros sintomas como garganta seca e arranhando, coriza, olhos lacrimejando ou espirros, por exemplo.

O que fazer: o tratamento deve ser feito com orientação do alergologista que pode indicar o uso de antialérgicos para aliviar os sintomas. Além disso, deve-se evitar o contato com substâncias que causam alergias. Confira os principais antialérgicos que podem ser indicados pelo médico.  

8. Uso excessivo de descongestionantes 

O nariz ressecado por surgir devido ao uso excessivo de descongestionantes nasais, como a nafazolina ou a pseudoefedrina, por exemplo.

Isso porque esses remédios, na forma de soluções ou spray nasal, provocam um estreitamento  dos vasos sanguíneos na mucosa nasal para reduzir a produção de catarro e quando usados em excesso levam ao ressecamento do nariz.

Além disso, o uso excessivo ou prolongado de descongestionantes nasais pode causar efeito rebote, que é o aumento da congestão nasal quando o corpo percebe que o fluxo sanguíneo no nariz diminuiu, piorando a congestão nasal. 

O que fazer: o uso de descongestionantes nasais deve ser feito somente com orientação do otorrinolaringologista e pelo menor tempo possível, geralmente de 3 a 7 dias, para evitar o nariz ressecado. 

Leia também: Efeito rebote: o que é, sintomas, causas (e o que fazer) tuasaude.com/efeito-rebote

9. Desidratação

A desidratação é outra causa de ressecamento no nariz, além de poder também causar secura na boca, garganta ou pele.

Outros sintomas da desidratação são sede intensa, dor muscular ou câimbras, dor de cabeça forte ou cansaço, por exemplo. Saiba identificar todos os sintomas de desidratação

A desidratação pode ser causada por diarreia ou vômitos intensos, não beber água o suficiente ou consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

O que fazer: deve-se beber pelo menos 2 litros de água por dia em pequenos goles, para manter o corpo hidratado. Para pessoas com dificuldade em tomar água, uma boa opção é adicionar o suco de meio limão na água para dar sabor e facilitar a ingestão.

Além disso, deve-se evitar o consumo de bebidas alcoólicas e, no caso de desidratação grave, deve-se ir imediatamente ao hospital para fazer o tratamento mais adequado que geralmente é com a aplicação de soro e eletrólitos na veia.

10. Síndrome de Sjögren

A síndrome de Sjögren é uma doença autoimune que normalmente causa ressecamento da boca, olhos e garganta, mas que também pode afetar a mucosa nasal e resultar em nariz ressecado.

Essa síndrome pode ser causada por alterações da imunidade ou outras doenças autoimunes, como artrite reumatoide, lúpus, esclerodermia, vasculite, ou hepatite crônica.

O que fazer: o tratamento deve ser orientado pelo reumatologista, que pode indicar o uso de remédios, como corticoides ou imunossupressores para controlar a doença e aliviar os sintomas. Veja como é feito o tratamento da síndrome de Sjögren.