Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Remédios para parar de fumar (com e sem nicotina)

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
janeiro 2023
  1. Sem nicotina
  2. Com nicotina

Para deixar de fumar, pode ser indicado pelo médico o uso de medicamentos que não contém nicotina, como a Vareniclina (Champix) ou o Bupropiona (Bup ou Zyban), que tem como objetivo ajudar a diminuir o desejo de fumar e aliviar os sintomas que surgem após a parada, como ansiedade, irritabilidade ou aumento de peso, por exemplo.

Além disso, existem também medicamentos para deixar de fumar que contém nicotina, como o NiQuitin ou Nicorette em forma de adesivo, pastilha ou goma, que fornecem doses seguras de nicotina, sem os malefícios de todos os outros componentes do cigarro, ajudando a reduzir a necessidade de nicotina ao longo do tempo. Saiba os sintomas que podem ocorrer se deixar de fumar.

O tabagismo pode causar complicações devido à grande quantidade de substâncias químicas presentes no cigarro, podendo aumentar o risco de câncer, doenças pulmonares, como bronquite e enfisema, e doenças cardiovasculares, como hipertensão, infarto ou acidente cerebrovascular.

Imagem ilustrativa número 2

Medicamentos sem nicotina

Os principias medicamentos sem nicotina para deixar de fumar que podem ser indicado pelo médico são:

1. Bupropiona (Bup ou Zyban)

O bupropiona é um antidepressivo que pode ser indicado para o tratamento de pessoas que desejam deixar de fumar, já que diminui a vontade de consumir esse produto, além de ser capaz de reduzir os sintomas da síndrome de abstinência à nicotina, como ansiedade, dificuldade de concentração, insônia, fome ou irritabilidade.

Alguns dos efeitos colaterais que podem acontecer durante o tratamento com esse medicamento são diminuição dos reflexos, tontura, dor de cabeça, ansiedade, inquietação, tremores e boca seca.

Como tomar: 1 comprimido de 150 mg, administrados uma vez ao dia durante 3 dias consecutivos. Na sequência, deve ser aumentada para 150 mg, duas vezes ao dia por cerca de 12 semanas. Deve-se respeitar um intervalo mínimo de 8 horas entre as doses.

2. Vareniclina (Champix)

A vareniclina é um medicamento que se liga aos receptores da nicotina, apesar de não conter essa substância, impedindo que essa parte do cérebro seja estimulada quando se consome a nicotina, de tal forma que é possível evitar o uso de cigarro.

Alguns dos efeitos secundários relacionados com esse medicamento são enjoos, tonturas, vômitos, diarreia, boca seca, insônia e aumento do apetite.

Como tomar: 1 comprimido de 0,5 mg por dia, durante 3 dias, e depois 1 comprimido de 0,5 mg, duas vezes ao dia, do 4º ao 7º dias. A partir do 8º dia, até ao final do tratamento, a dose recomendada é de 1 comprimido de 1 mg, duas vezes ao dia. O tratamento com vareniclina deve durar 12 semanas, no entanto, o tempo de tratamento pode variar de acordo com cada caso, e deve ser orientado pelo médico.

3. Nortriptilina (Pamelor)

A nortriptilina é um medicamento que aumenta os níveis de norepinefrina e outras substâncias no cérebro, impactando o humor e ajudando que a pessoa deixe de consumir a nicotina. Esse medicamento é normalmente indicado quando outros tratamentos não deram resultado.

Dentre os efeitos secundários da nortriptilina estão boca seca, tonturas, tremores nas mãos, agitação, retenção urinária, diminuição da pressão, arritmia e sedação.

Como tomar: 1 comprimido de 25 mg por dia, de 2 a 4 semanas antes da data marcada para deixar de fumar. Depois, aumentar a dose a cada 7 ou 10 dias, até chegar à dose de 75 a 100 mg/dia, conforme orientação médica. Manter esta dose durante 6 meses.

Medicamentos com nicotina

Os principais medicamentos com nicotina que pode ser recomendado para parar de fumar são:

1. NiQuitin ou Nicorette em goma de mascar

A goma de mascar para deixar de fumar pode ser usado por pessoas que fumam menos de 1 cartela por dia, sendo indicado nesse caso o uso de chicletes de 2 mg; no caso de se fumar mais de 1 cartela de cigarro por dia, é recomendada a goma de mascar de 4 mg.

Os prováveis efeitos secundários que poderiam acontecer devido ao uso dos chicletes de nicotina são lesões na gengiva, excesso de produção de saliva, gosto ruim na boca, dentes moles, enjoos, vômitos, soluços e dores na mandíbula.

Como usar: mascar até sentir gosto ou formigamento e depois pousar a goma entre a gengiva e a bochecha. Quando o formigamento acabar, voltar a mascar durante 20 a 30 minutos. Não se deve ingerir alimentos durante o uso e após 15 a 30 minutos.

2. NiQuitin ou Nicorette em pastilha

O NiQuitin ou Nicorette em pastilha está indicado para pessoas que fumam pelo menos 20 cigarros por dia ou que possuem uma dependência leve à nicotina. Essas pastilhas liberam uma quantidade maior de nicotina em relação ao chiclete, sendo recomendado para pessoas com mais de 18 anos.

Os efeitos secundários que podem acontecer são irritabilidade, sensação de ansiedade, alterações do sono, aumento do pele ou prisão de ventre, por exemplo.

Como usar: chupar lentamente a pastilha por cerca de 20 a 30 minutos, movendo-a de um lado para o outro na boca, até terminar. Não comer ou beber enquanto estiver com a pastinha na boca.

3. NiQuitin ou Nicorette em adesivo

O adesivo de NiQuitin ou Nicorette funciona liberando uma quantidade controlada em nicotina na pele, que é absorvida e chega ao sangue, ajudando a controlar o desejo de fumar por até 16 horas.

Os principais efeitos adversos que podem acontecer são vermelhidão no local da aplicação do adesivo, excesso de produção de saliva, enjoos, vômitos, diarreia e insônia.

Como usar: aplicar um adesivo todas as manhãs, numa área da pele sem pelos e sem exposição ao sol, como braços, pernas, costas ou nádegas. É importante não repetir o mesmo local de aplicação do adesivo durante a semana, variando o local de aplicação diariamente.

No Brasil, os adesivos e as pastilhas de nicotina podem ser usados sem prescrição médica e são uma boa opção para pessoas que querem deixar de fumar sozinhos. Veja também remédios caseiros que ajudam a deixar de fumar.

Assista o vídeo e veja o que mais pode ajudar a deixar de fumar:

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em janeiro de 2023.

Bibliografia

  • GLAXOSMITHKLINE BRASIL. Zyban® cloridrato de bupropiona . 2016. Disponível em: <https://br.gsk.com/media/556211/bl_zyban_com_rev_gds25_ipi12_l0725.pdf>. Acesso em 05 mar 2020
  • PFIZER. Champix® tartarato de vareniclina . 2013. Disponível em: <https://www.bifarma.com.br/manual/champix-kit-inicio-de-tratamento-com-11-42-comprimidos-manual.pdf>. Acesso em 05 mar 2020
Mostrar bibliografia completa
  • MARTINS, João Barbosa, CAPELA, João Paulo Soares. Abordagem farmacológica na cessação tabágica em farmácia comunitária. Revista da Faculdade de Ciências da Saúde. 7.ed; 246-257, 2010
  • CENTRO DE INFORMAÇÃO DO MEDICAMENTO - OF. Cessação tabágica I - Terapêutica farmacológica. 2019. . Acesso em 05 mar 2020
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • O que comer para não engordar quando parar de fumar

    02:56 | 78982 visualizações