Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Anti-histamínicos para alergia

Os anti-histamínicos, também conhecidos como anti-alérgicos, são remédios utilizados para tratar reações alérgicas, como urticária, coriza, rinite alergia ou conjuntivite, por exemplo, reduzindo os sintomas de coceira, inchaço, vermelhidão ou corrimento nasal.

Os anti-histamínicos podem classificar-se em:

  • Clássicos ou de Primeira geração: foram os primeiros a ser introduzidos no mercado e têm mais efeitos colaterais, como sonolência acentuada, sedação, fadiga, alterações nas funções cognitivas e na memória, porque atravessam o sistema nervoso central. Além disso, são também mais difíceis de eliminar e, por estas razões devem ser evitados. Exemplos destes remédios são a Hidroxizina e a Clemastina;
  • Não clássicos ou de Segunda geração: são medicamentos que têm maior afinidade para os receptores periféricos, penetram em menos quantidade no sistema nervoso central e são eliminados mais rapidamente, apresentando, por isso, menos efeitos colaterais. Exemplos destes remédios são a cetirizina, desloratadina ou bilastina.

Antes de iniciar o tratamento com anti-histamínicos deve-se falar com o médico, para que ele recomende o mais adequado para os sintomas apresentados pela pessoa. Saiba como reconhecer os sintomas de alergia.

Anti-histamínicos para alergia

Lista dos principais anti-histamínicos

Alguns dos medicamentos anti-histamínicos mais utilizados são:

Anti-histamínicoNome comercialProvoca sono?
CetirizinaZyrtec ou ReactineModerada
HidroxizinaHixizine ou PergoSim
DesloratadinaLeg, DesalexNão
ClemastinaEmistinSim
DifenidraminaCaladryl ou DifenidrinSim
FexofenadinaAllegra, Allexofedrin ou AltivaModerada
LoratadinaAlergaliv, ClaritinNão
BilastinaAlektosModerada
DexclorfeniraminaPolaramineModerada

Embora todas as substâncias possam ser usadas para tratar vários casos de alergia, existem algumas que possuem maior eficácia para determinados problemas. Por isso, pessoas que têm crises de alergia recorrentes devem consultar o clínico geral para saber qual o melhor medicamento para o seu caso.

Quais podem ser usados na gravidez

Durante a gravidez deve-se evitar ao máximo a utilização de medicamentos, incluindo os anti-histamínicos. No entanto, caso seja necessário, a grávida pode tomar estes remédios, mas só se recomendado pelo médico. Aqueles que são considerados mais seguros na gravidez, e que se encontram na categoria B, são a clorfeniramina, loratadina e difenidramina.

Quando não se deve usar

Geralmente, os remédios antialérgicos podem ser utilizados por qualquer pessoa, no entanto, existem alguns casos que precisam de orientação médica como:

  • Gravidez e amamentação;
  • Crianças;
  • Glaucoma;
  • Pressão alta;
  • Doenças renais ou do fígado;
  • Hipertrofia benigna da próstata.

Além disso, alguns destes medicamentos podem interagir com alguns anticoagulantes e remédios depressores do sistema nervoso central, como ansiolíticos ou anti-depressivos, sendo aconselhado consultar o médico antes de utilizar.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • LEITE, Rayene Souza. RISCOS E BENEFÍCIOS ASSOCIADOS À UTILIZAÇÃO DOS ANTI-HISTAMÍNICOS. 2017. Faculdade Alfredo Nasser.
  • CRIADO, Paulo Ricardo et. al.. Histamina, receptores de histamina e anti-histamínicos: novos conceitos. An Bras Dermatol.. 85. 2; 195-210, 2010
  • CAMELO-NUNES, Inês Cristina. Novos anti-histamínicos: uma visão crítica. Jornal de Pediatria (Rio J.). 82. 5; 2006
  • CORREIA, Tânia Sofia Silva. ANTI-HISTAMÍNICOS H1: perfil de utilização, efeitos secundários e interações medicamentosas. Relatório de estágio, 2014. UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR - Ciências da Saúde.
  • MEDLEY. Dicloridrato de cetirizina . 2016. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=12368412016&pIdAnexo=3092830>. Acesso em 29 Mai 2019
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem