Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Exames que confirmam o HPV

A melhor forma de saber se uma pessoa tem HPV é através de exames de diagnóstico que incluem observação das verrugas, papanicolau, peniscopia, captura híbrida, colposcopia ou exame de sangue, que podem ser solicitados pelo ginecologista, no caso da mulher, ou um urologista, no caso do homem.

Quando o resultado do exame para detecção do vírus HPV é positivo, significa que a pessoa possui o vírus, mas não necessariamente possui câncer ou sintomas, podendo não ser necessária a realização de tratamento. Quando o exame para HPV é negativo, significa que a pessoa não está infectada pelo Papiloma Vírus Humano.

Exames que confirmam o HPV

Exames para HPV no homem

No caso do homem, os exames devem ser feitos e recomendados pelo urologista, sendo inicialmente feito por meio da observação da região genital masculina, pois a presença do HPV pode resultar em verrugas ou em outras lesões características da infecção.

Além da observação a olho nu, o médico pode realizar a peniscopia, que é um exame em que o médico utiliza um aparelho semelhante a uma lupa, para procurar pequenas lesões no pênis que possam ser indicativas da presença do HPV. Em caso de suspeita, é feita uma pequena raspagem do local e o material é enviado para análise no laboratório. Entenda como é feito o exame da Peniscopia.

Os exames para HPV no homem são importantes para que seja feito o tratamento adequado da infecção, diminuindo o risco de complicações e a transmissão da doença.

Exames para HPV na mulher

O exame mais solicitado para diagnóstico da presença do vírus HPV na mulher é o Papanicolau, em que é realizada uma raspagem do colo do útero, com auxílio de um instrumento semelhante a um cotonete, e o material é enviado para o laboratório para análise. Apesar de ser um exame fundamental para avaliar a saúde da mulher, o Papanicolau não é suficiente para diagnosticar o câncer de colo de útero, por exemplo, e nem determinar os subtipos do vírus HPV, sendo necessário realizar outros exames, como por exemplo:

  • Exame clínico, em que o ginecologista a região íntima da mulher para identificar qualquer verruga, lesão ou alteração possivelmente causada pelo vírus HPV;
  • Captura híbrida, que é um exame molecular que consiste em retirar pequenas amostras das paredes da vagina e do colo do útero, para analisar a presença de DNA do HPV na célula. Este teste ajuda a identificar o HPV de baixo ou alto risco, quando há alterações no papanicolau. Saiba mais sobre a Captura híbrida.
  • Colposcopia, que é um exame também considerado preventivo e consiste em realizar a biópsia do tecido do colo uterino que tenha lesão vista pelo colposcópio. Normalmente esse exame é indicado quando há visualização de células alteradas no microscópio;
  • Exames de sangue, que podem ser úteis para identificar infecções e a presença de vírus dentro das células. Normalmente antes da realização do exame se sangue para HPV, o médico solicita abstinência sexual por 3 dias.

Os exames para HPV feminino é importante para iniciar o tratamento da doença e diminuir as chances de câncer do colo do útero. Saiba como é feito o tratamento para HPV.

Assista ao vídeo a seguir e veja de forma simples o que é e como tratar esta doença.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...