Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Exame Papanicolau: o que é, para que serve e resultados

O exame de Papanicolau, também chamado de exame preventivo, é um exame ginecológico indicado para mulheres a partir do início da atividade sexual e que tem como objetivo detectar alterações e doenças no colo do útero, como inflamações, HPV e câncer.

Esse exame é rápido, realizado no próprio consultório do ginecologista e não dói, no entanto a mulher pode sentir um pequeno desconforto ou pressão no interior da vagina enquanto o médico faz a raspagem das células do útero.

Exame Papanicolau: o que é, para que serve e resultados

Para que serve

O exame de papanicolau é feito com o objetivo de identificar alterações no útero, que podem incluir:

  • Infecções vaginais, como tricomoníase, candidíase ou vaginose bacteriana por Gardnerella vaginalis;
  • Doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia, gonorreia, sífilis ou HPV;
  • Câncer de colo do útero;
  • Avaliar a saúde do colo do útero e a presença de cistos de Naboth, que são pequenos nódulos que podem ser formados devido ao acúmulo de líquido liberado por glândulas presentes no colo do útero.

O papanicolau também pode ser feito por mulheres virgens após os 21 anos, utilizando material especial e apenas segundo orientação do médico, com objetivo de avaliar o colo uterino e identificar possíveis alterações. 

Como é feito o exame

O exame de Papanicolau é simples, rápido e realizado no próprio consultório do ginecologista. No entanto, para que possa ser feito é importante que a mulher siga algumas orientações, como fazer o exame fora do período menstrual, não fazer duchas vaginais e uso de cremes intravaginais 48 horas antes do exame e não ter relações sexuais 48 horas antes do exame.

No momento do exame, a mulher fica em posição ginecológica e é introduzido no canal vaginal um dispositivo médico para visualização do colo uterino. Em seguida, o médico usa uma espátula ou escovinha para recolher uma pequena amostra de células que será enviada para análise em laboratório. Além disso, são feitas duas lâminas a partir do material coletado durante o exame que é enviado para o laboratório de microbiologia para identificar a presença de microrganismos.

O exame não dói, no entanto pode ser sentido desconforto ou sensação de pressão no interior do útero durante a realização do exame, no entanto a sensação passa logo após a retirada da espátula e do dispositivo médico.

Veja mais sobre como é feito o exame de Papanicolau.

Como se preparar

O preparo para o papanicolau é simples e inclui evitar relações íntimas mesmo com o uso de camisinha, evitar usar duchas para higiene íntima e evitar o uso de medicamentos ou anticoncepcionais vaginais nos 2 dias anteriores ao exame.

Além disso, a mulher também não pode estar menstruada, pois a presença de sangue pode alterar os resultados do exame.

Veja quando é necessário fazer outros exames para avaliar o colo do útero.

Quando fazer o papanicolau

O exame de Papanicolau é indicado para mulheres a partir do início da atividade sexual até os 65 anos, no entanto é priorizado para mulheres entre 25 e 65 anos. Esse exame deve ser realizado anualmente, porém caso o resultado seja negativo por 2 anos seguidos, o exame pode ser realizado a cada 3 anos. Essa recomendação existe devido à evolução lenta do câncer de colo de útero, permitindo que as lesões pré-cancerígenas e cancerígenas sejam identificadas de forma precoce e o tratamento possa ser iniciado em seguida.

No caso de mulheres a partir dos 64 anos que nunca fizeram o Papanicolau, a recomendação é que sejam realizados dois exames com intervalo de 1 a 3 anos entre os exames. No caso de mulheres com lesões indicativas de câncer de colo de útero, o acompanhamento com o Papanicolau é feito semestralmente. O câncer de colo de útero é causado pelo Papilomavírus Humano, o HPV, que deve ser identificado e tratado para evitar que permaneça no organismo e leve ao desenvolvimento do câncer. Saiba como identificar a infecção pelo HPV e como é feito o tratamento.

Papanicolau na gravidez

O papanicolau pode ser feito na gravidez até o quarto mês no máximo, sendo realizado de preferência na primeira consulta de pré-natal, caso a mulher não o tenha feito recentemente. Além disso, o exame é seguro para o bebê, pois não atinge o interior do útero nem o feto.

Como entender os resultados

Os resultados do exame de Papanicolau são liberados pelo laboratório de acordo com as características das células observadas no microscópio, podendo ser:

  • Classe I: o colo do útero está normal e saudável;
  • Classe II: presença de alterações benignas nas células, que normalmente são causadas por inflamação vaginal;
  • Classe III: inclui NIC 1, 2 ou 3 ou LSIL, o que significa que existem alterações nas células do colo do útero e o médico poderá prescrever novos exames para procurar a causa do problema, que pode ser o HPV;
  • Classe IV; NIC 3 ou HSIL, que indicam um provável início do câncer de colo de útero;
  • Classe V: presença de câncer de colo de útero.
  • Amostra insatisfatória: o material colhido não foi adequado e o exame não pode ser realizado.

De acordo com o resultado, o ginecologista dirá se é necessário fazer mais exames e qual o tratamento adequado. Em casos de infecção por HPV ou alterações nas células, o exame deve ser refeito após 6 meses, e em caso de suspeita de câncer, deve-se realizar uma colposcopia, que é um exame ginecológico mais detalhado em que o médico avalia a vulva, a vagina e o colo do útero. Entenda o que é a colposcopia e como é feita.

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Técnico em Citopatologia. 2012. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/tecnico_citopatologia_caderno_referencia_1.pdf>. Acesso em 25 Fev 2020
  • SMITH, Elizabeth R. et al. New Biological Research and Understanding of Papanicolaou’s Test. Diagn Cytopathol. Vol 46. 6 ed; 507-515, 2018
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem