Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Dor na coluna cervical: o que pode ser e como tratar

A dor na coluna cervical, também conhecida cientificamente como cervicalgia, é um problema relativamente comum e recorrente, que pode surgir em qualquer idade, mas que é mais frequente durante a idade adulta e na terceira idade.

Embora na maioria das vezes seja uma dor temporária, causada por tensão muscular e sem grande importância, em outros casos pode estar sendo provocada por um problema mais sério como artrite ou até compressão de nervos, que provocam uma dor mais persistente e intensa.

Assim, sempre que a dor na região cervical demora mais de 3 dias para melhorar é importante consultar um fisioterapeuta, ortopedista ou, até um clínico geral, para tentar identificar se existe alguma causa que necessite de tratamento.

Dor na coluna cervical: o que pode ser e como tratar

Algumas das causas mais comuns para a dor na coluna cervical incluem:

1. Tensão muscular

A tensão muscular é a primeira e mais comum causa de dor na região da coluna cervical que normalmente é provocada por atividades ou comportamentos do dia a dia como ter má postura, trabalhar sentado por muito tempo, dormir na posição errada ou fazer contração dos músculos do pescoço durante o exercício físico.

Este tipo de causa também pode acontecer durante períodos de grande estresse, já que a tensão geralmente causa o surgimento de contraturas na região cervical.

O que fazer: uma forma fácil de aliviar o desconforto consiste em fazer alongamentos do pescoço 2 a 3 vezes por dia, durante, pelo menos, 5 minutos. No entanto, aplicar compressas quentes no local por 10 a 15 minutos também pode ajudar. Veja alguns exemplos de alongamentos que se pode fazer.

2. Pancadas e acidentes

A segunda grande causa de dor no pescoço é o trauma, ou seja, quando acontece um pancada forte no pescoço, provocada por um acidentes de trânsito ou uma lesão esportiva, por exemplo. Por ser uma região facilmente exposta e sensível, o pescoço pode sofrer vários tipos de traumas, o que acaba gerando dor.

O que fazer: normalmente, a dor é relativamente suave e desaparece ao fim de alguns dias com a aplicação de compressas quentes 15 minutos por dia. Porém, se a dor for muito intensa ou se surgirem outros sintomas como dificuldade para movimentar o pescoço ou formigamento, é importante consultar um médico.

3. Desgaste das articulações

O desgaste articular é a principal causa da dor cervical em pessoas com mais idade e, normalmente está associado a uma doença crônica como artrose cervical, por exemplo, que causa inflamação entre as vértebras, gerando a dor.

No caso de ser artrose, além da dor podem também surgir outros sintomas como dificuldade para movimentar o pescoço, dor de cabeça e produção de pequenos estalidos.

O que fazer: normalmente é necessário fazer fisioterapia para aliviar o desconforto provocado pela artrose, no entanto, o ortopedista também pode indicar o uso de alguns remédios para diminuir a inflamação e aliviar a dor. Entenda melhor como é feito o tratamento da artrose cervical.

4. Hérnia de disco

Embora seja menos comum, a hérnia de disco também é considerada uma das grandes causas de dor na coluna cervical. Isso acontece porque, o disco começa a fazer pressão sobre os nervos que passam na coluna, gerando dor constante e até outros sintomas como formigamento em um dos braços, por exemplo.

A hérnia de disco é mais frequente após os 40 anos, mas pode surgir antes, especialmente em pessoas que têm má postura ou que precisam trabalhar em posições menos confortáveis, como pintores, empregadas domésticas ou padeiros.

O que fazer: a dor provocada pela hérnia pode ser aliviada com a aplicação de compressas quentes no local, assim como ingestão de anti-inflamatórios e analgésicos recomendados pelo ortopedista. Além disso, normalmente também é necessário fazer fisioterapia e exercícios de RPG. Saiba mais sobre a hérnia de disco no vídeo:

Tudo sobre HÉRNIA DE DISCO

127 mil visualizações

5. Bico de papagaio

O bico de papagaio, conhecido cientificamente como osteofitose, acontece quando uma parte da vértebra cresce mais do que o normal, provocando uma saliência de osso que se assemelha ao bico do papagaio. Embora essa saliência não provoque dor, pode acabar pressionando os nervos da coluna, o que gera sintomas como dor, formigamento e até perda de força.

O que fazer: o bico de papagaio deve ser sempre diagnosticado por um ortopedista e, normalmente, o tratamento é feito com fisioterapia e remédios anti-inflamatórios. Veja mais sobre o bico de papagaio e como tratar.

Que remédios podem ser usados

Para aliviar a dor e garantir que se está fazendo o tratamento mais adequado é muito importante consultar o médico, para diagnosticar a causa e, assim, saber qual o melhor tratamento.

No entanto, quando é necessário tomar medicamentos, geralmente o médico indica:

  • Analgésicos, como o Paracetamol;
  • Anti-inflamatórios, como o Diclofenaco ou o Ibuprofeno;
  • Relaxantes musculares, como Ciclobenzaprina ou Citrato de Orfenadrina.

Antes de usar remédios, é importante experimentar outras formas de tratamento mais naturais como fazer alongamentos frequentes do pescoço e aplicar compressas quentes no local da dor.

Quando ir ao médico

A maior parte dos casos de dor na região cervical melhora com descanso, alongamentos e aplicação de compressas quentes em até 1 semana, porém, caso não exista qualquer melhora é muito importante consultar um ortopedista ou, pelo menos, um clínico geral.

Além disso, também é importante ir ao médico quando surgem outros sintomas como:

  • Muita dificuldade para movimentar o pescoço;
  • Formigamento nos braços;
  • Sensação de falta de força nos braços;
  • Tonturas ou desmaio;
  • Febre;
  • Sensação de areia nas articulações do pescoço.

Estes sintomas geralmente indicam que a dor não se trata apenas de uma contratura muscular e, por isso, devem ser avaliados pelo ortopedista.

Bibliografia >

  • HEALTHLINE. Neck Pain: Possible Causes and How to Treat It. Disponível em: <https://www.healthline.com/health/neck-pain#causes>. Acesso em 11 Abr 2019
  • PORTEA. Physiotherapy Treatment For Cervical Pain. Disponível em: <https://www.portea.com/physiotherapy/cervical-pain/>. Acesso em 11 Abr 2019
  • CHANGE PAIN. Neck pain (cervical syndrome). 2011. Disponível em: <http://www.change-pain.com/cms/cda/file/Neck+pain+%28cervical+syndrome%29.pdf?fileID=355700296&cacheFix=1485166612000&__k=55bc1e904e822ac9ae13707490c662ca>. Acesso em 11 Abr 2019
  • ARTHRITIS RESEARCH UK. Neck pain. 2016. Disponível em: <https://www.arthritisresearchuk.org/~/media/Files/Arthritis-information/Conditions/2024%20Neck%20Pain%2016-1.ashx>. Acesso em 11 Abr 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem