Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Opções de tratamento para osteoporose na coluna

O tratamento para osteoporose na coluna tem como principais objetivos atrasar a perda mineral óssea, diminuir o risco de fraturas, aliviar as dores e melhorar a qualidade de vida.

Para isso, o tratamento deve ser orientado por uma equipe multidisciplinar e é focado especialmente no uso de medicamentos, alimentação adequada, mudanças no estilo de vida e tratamento com fisioterapia.

A osteoporose é uma doença silenciosa caracterizada pela perda da massa óssea, tornando os ossos mais frágeis e com risco de fraturas. Conheça os sintomas da osteoporose.

3 opções de exercícios

Opções de tratamento para osteoporose na coluna

A principal forma de tratamento da osteoporose é a suplementação com vitamina D e cálcio, no entanto os exercícios de fisioterapia também parecem ter um importante papel na remineralização óssea, além de ajudarem a aumentar a força e melhorarem a qualidade de vida.

Os exercícios devem ser sempre indicados e orientados pelo fisioterapeuta, mas algumas opções incluem:

  • Exercício 1: Na posição de 4 apoios, com os braços esticados, empurrar as costas em direção ao teto, encolhendo a barriga para dentro e deixando curvar ligeiramente as costas. Permanecer nesta posição cerca de 20 a 30 segundos e repetir 3 vezes. Este exercício ajuda a alongar as costas, aliviando as dores;
  • Exercício 2: Na posição de pé, encostar-se numa parede com os pés à largura dos ombros e ligeiramente para a frente e o bumbum, palmas das mãos, costas e ombros encostados na parede. Deslizar para cima e para baixo, dobrando os joelhos no meio do caminho, como se estivesse sentado, mantendo as costas retas. Repetir 10 vezes, 2-3 vezes por semana. Este exercício ajuda a fortalecer as costas e melhorar a postura;
  • Exercício 3: Sentado em uma bola de pilates ou cadeira, sem se apoiar no encosto, tentar juntar as escápulas uma à outra. Manter a posição durante 15 a 20 segundos e relaxar. Fazer este exercício 3 vezes por semana. Este exercício alonga a parte superior das costas e ombros, melhorando a postura.

Devido à força biomecânica provocada pelos músculos nos ossos, este tipo de exercícios é capaz de aumentar a densidade mineral óssea.

Além disso, exercício físico regular de resistência também é uma boa solução para reduzir o risco de quedas e fraturas, além de promover um modesto aumento da densidade óssea. Alguns exemplos incluem caminhada, corrida ou dança, por exemplo. Veja outros melhores exercícios para osteoporose.

Alterações no estilo de vida

Além de ser muito importante realizar exercício físico, a adoção de um estilo de vida saudável, também é muito importante para o tratamento da osteoporose. Assim, é aconselhado manter uma dieta equilibrada e mais rica em alimentos com cálcio e vitamina D, como ovo, amêndoas, couve, brócolis ou salmão, por exemplo. Saiba mais sobre como fazer uma alimentação adequada para osteoporose.

Assista ao vídeo e saiba que outros alimentos deve consumir:

Alimentação rica em CÁLCIO

142 mil visualizações

Abandonar atividades que possam ter um efeito negativo na saúde, como fumar ou consumir álcool em excesso, também é de extrema importância.

Remédios que podem ser indicados

Apesar de vários nutrientes estarem envolvidos na formação e manutenção da massa óssea, o cálcio e a vitamina D são os mais importantes. Portanto, a suplementação de cálcio e vitamina D é o tratamento padrão na prevenção de fraturas, devendo ser garantida a ingestão diária mínima em todos os casos de osteoporose.

Além disso, outros medicamentos que podem ser indicados pelo médico incluem:

  • Bifosfonatos orais: são os medicamentos de primeira escolha no tratamento da osteoporose;
  • Alendronato de sódio: ajuda na prevenção de fraturas, havendo evidência de sua efetividade na redução do risco de fraturas vertebrais, não vertebrais e de quadril;
  • Risedronato de sódio: previne fraturas tanto em mulheres na pós-menopausa como em homens com osteoporose estabelecida, havendo evidência de sua efetividade na prevenção secundária de fraturas vertebrais, não vertebrais e de quadril.

Após completar o tempo de tratamento proposto, os pacientes devem ter um acompanhamento regular, com avaliações constando de anamnese e exame físico a cada 6 a 12 meses.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem