Dor no nervo ciático: o que é, sintomas e como aliviar

novembro 2022
  1. Sintomas
  2. Diagnóstico
  3. Causas
  4. Tratamento
  5. Como evitar

A dor no nervo ciático geralmente afeta as costas, o glúteo e a perna de um dos lados do corpo, podendo ser acompanhada por outros sintomas como sensação de formigamento e queimação. 

Normalmente, a dor do nervo ciático é provocada pela compressão e inflamação do nervo ciático devido à alterações na coluna que podem ocorrer com envelhecimento. No entanto, nos casos mais graves, a dor ciática também pode ser um indicativo de hérnia de disco e até tumores.

Em caso de suspeita de dor do nervo ciático é importante consultar um ortopedista para confirmar o diagnóstico e identificar a causa. O tratamento normalmente envolve medicamentos analgésicos, exercícios físicos orientados, e por vezes, fisioterapia.   

Principais sintomas

Os principais sintomas de dor no nervo ciático são:

  • Dor no fundo das costas que se espalha até ao glúteo ou uma das pernas;
  • Dor nas costas que piora ao sentar;
  • Sensação de choques, formigamento ou queimação no glúteo ou perna;
  • Dificuldade para andar com uma das pernas;
  • Sensação de que a perna está pesada.

Em caso de suspeita de dor no nervo ciático é importante consultar um ortopedista, que pode indicar exames, como a radiografia da coluna ou tomografia computadorizada, para identificar a causa e indicar o tratamento mais apropriado.

Teste online para saber se é dor ciática

Se acha que pode estar com uma inflamação do nervo ciático, selecione os seus sintomas e saiba quais as suas chances:

  1. 1.Dor em formigamento, dormência ou choque na coluna, glúteo, perna ou planta do pé.
  2. 2.Sensação de queimação, fisgada ou perna cansada.
  3. 3.Fraqueza numa ou nas duas pernas.
  4. 4.Dor que piora ao ficar muito tempo parado.
  5. 5.Dificuldade para caminhar ou ficar muito tempo na mesma posição.

O que é o nervo ciático

O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano, que é formado pela união dos nervos menores que saem do final da coluna vertebral. Este nervo tem um trajeto que passa pelos glúteos e parte de trás da coxa até o joelho, onde se divide para formar dois outros nervos que percorrem as pernas até aos pés. 

Como confirmar se é dor ciática

O diagnóstico da dor ciática geralmente é confirmado pelo ortopedista levando em consideração os sintomas apresentados e o exame físico realizado pelo médico. 

Um teste que pode indicar anormalidades no nervo ciático consiste em ficar deitado de barriga para cima e levantar a perna afetada, sem dobrá-la, da maca. Quando o nervo ciático está comprimido ou inflamado, pode ocorrer dor ou sensação de formigamento nas costas ou perna afetada.

No entanto, o médico também pode indicar exames de imagem, como radiografia ou ressonância magnética, para avaliar a coluna, e identificar a causa da dor no nervo.

O que causa a dor no nervo ciático

A dor no nervo ciático normalmente acontece pela compressão e inflamação do nervo ciático causadas por alterações na coluna devido ao envelhecimento. No entanto, também pode ser provocada pelo desalinhamento de uma vértebra, estreitamento do canal da medula, hérnia de disco ou contração excessiva dos glúteos, por exemplo.

Pessoas que fazem muitos exercícios para fortalecer os glúteos, podem ficar com dor ciática devido ao aumento do tônus muscular. Além disso, devido à contração do glúteo, mais especificamente no músculo piriforme, o nervo também pode ser comprimido causando sintomas, o que é chamado de síndrome do piriforme. Veja como identificar a síndrome do piriforme e o que fazer para tratar.

Embora mais raro, a dor no nervo ciático também pode ser provocada por tumores, hematomas e até mesmo abscessos que se desenvolvam no trajeto do nervo.

Nervo ciático inflamado na gravidez

A dor no nervo ciático pode ocorrer na gravidez, principalmente devido ao ganho de peso, crescimento da barriga e alteração do centro de gravidade da mulher. Em caso de suspeita, é importante consultar o obstetra. 

Quando indicado, o tratamento da inflamação do nervo ciático na gravidez pode envolver exercícios de alongamento, compressas quentes e pomadas anti inflamatórias para passar no local da dor.

Como aliviar a dor no nervo ciático

As principais opções de tratamento para aliviar a dor no nervo ciático são:

1. Remédios

Os remédios analgésicos como paracetamol ou ibuprofeno e, nos casos mais graves, tramadol podem ser indicados em caso de dor no nervo ciático.

Além disso, outros medicamentos, como relaxantes musculares e o diazepam, também podem ser indicados pelo ortopedista. Uma outra alternativa é o uso de complexo de vitamina B, que pode melhorar a saúde dos nervos do corpo.

2. Massagem

A massagem é uma boa opção de tratamento para o nervo ciático inflamado, porque relaxa os músculos das costas, pernas e glúteos, diminuindo a compressão do nervo. É importante que a massagem seja realizada por um massagista ou fisioterapeuta e não exclui a necessidade de tratamento na clínica.

3. Exercícios

O repouso tende a piorar a dor e, por isso, exercícios leves podem ajudar a aliviar os sintomas. Inicialmente são mais recomendados os alongamentos que podem ser feitos com a pessoa deitada de barriga para cima e abraçando as pernas, por exemplo.

Após a primeira semana de fisioterapia, podem ser indicados exercícios de fortalecimento muscular, como deitar de barriga para cima, fletir os joelhos e apertar uma almofada entre as pernas ou deitar de barriga para cima, fletir os joelhos e levantar o quadril e o bumbum da maca. 

Veja como fazer os exercícios para nervo ciático neste vídeo:

4. Compressas mornas

A aplicação de compressas mornas sobre a região afetada pode ajudar a relaxar os músculos contraídos, reduzindo a pressão sobre o nervo e aliviando a dor. Veja outros cuidados e opções caseiras para tratar a dor no nervo ciático.

5. Fisioterapia

O tratamento da inflamação ou compressão do nervo ciático geralmente envolve sessões de fisioterapia com aparelhos e exercícios para fortalecer e alongar os músculos. As técnicas utilizadas podem melhorar a circulação de sangue para o nervo ciático e relaxar os músculos do glúteo e da perna.

Além disso, quando estes problemas estão associados à má postura, o fisioterapeuta pode também recomendar a realização de um tratamento chamado Reeducação Postural Global (RPG). Este tratamento consiste na correção da postura e em alongamento dos músculos responsáveis pela alteração postural.

6. Alimentação

Durante uma crise do ciático deve-se preferir alimentos anti-inflamatórios como salmão, alho, cebola, linhaça, chia e gergelim. Mas também é importante reduzir o consumo de alimentos que aumentam a inflamação no corpo, que são principalmente as carnes processadas, como salsicha, linguiça e bacon. Saiba como fazer uma alimentação anti-inflamatória.

7. Tratamento alternativo

Outras opções que podem completar o tratamento, incluem acupuntura e reflexologia, que podem aliviar a dor e o desconforto. Além disso, a osteopatia, que consiste em técnicas que esticam os músculos, tracionando de forma a estalar as articulações, também pode ser útil.

8. Cirurgia na coluna

A cirurgia na coluna é um tipo de tratamento mais raro, mas que pode ser necessário para corrigir anormalidades na coluna que possam estar causando compressão e inflamação do nervo, como hérnia de disco que não melhora com outros tratamentos ou tumores, por exemplo.

Como evitar que a dor volte

Para prevenir uma nova crise de dor ciática, deve-se:

  • Fazer regularmente alongamentos que estiquem os músculos das pernas e a coluna;
  • Evitar o sedentarismo, porque a falta de movimentação pode piorar a dor; 
  • Praticar regularmente atividades físicas, como caminhada, pilates ou hidroginástica, que fortalecem e alongam os músculos;
  • Manter a postura das costas correta mesmo quando sentado;
  • Estar o peso ideal para a altura.

Além disso, é importante manter sempre o abdômen forte para proteger a coluna e, assim, evitar a inflamação do nervo ciático e, consequentemente, o aparecimento de sintomas.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Jonathan Panoeiro - Neuropediatra, em novembro de 2022. Revisão clínica por Marcelle Pinheiro - Fisioterapeuta, em novembro de 2022.

Bibliografia

  • STATPEARLS. Sciatica. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK507908/>. Acesso em 03 nov 2022
  • JENSEN, Rikke K. et al. Diagnosis and treatment of sciatica. BMJ. Vol.367. 2019
Mostrar bibliografia completa
  • LOPES, CHARLES R. O método Pilates no tratamento da hérnia de disco. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol.6. 506-510, 2012
  • SARTORI, Lourraine Simões; BASQUEROTO, Vanessa Penha. Os benefícios do pilates na reabilitação da hérnia de disco lombar. 1-6,
  • KISNER, Carolyn; COLBY Lynn Allen. Exercícios terapêuticos: Fundamentos e Técnicas. 6ª.ed. São Paulo: Manole, 2016. 439-448.
  • Mark Dutton. Fisioterapia ortopédica: exame, avaliação e intervenção. 2ª.ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 1134-1156.
  • Lara, Fernanda Heemann. Efeitos do pilates na hérnia discal lombar. Projeto do Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao curso de graduação em Fisioterapia, 2011. Universidade do Sul de Santa Catarina.
  • NECTOUX, Valquíria Zorzi; LIBERALI, Rafaela. Método Pilates como recurso analgésico em pessoas com diagnóstico de lombalgia/lombociatalgia. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol.4. 20.ed; 196-202, 2010
Revisão clínica:
Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
Formada em Fisioterapia pela UNESA em 2006 com registro profissional no CREFITO- 2 nº. 170751 - F e especialista em dermatofuncional.

Tuasaude no Youtube

  • EXERCÍCIOS PARA CURAR NERVO CIÁTICO INFLAMADO

    06:24 | 5318480 visualizações