Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como avaliar a saúde através das unhas

É possível avaliar o estado de saúde geral através da observação das características das unhas, pois a maior parte dos problemas de saúde graves são capazes de alterar o processo de crescimento e desenvolvimento das unhas.

Assim, para avaliar a saúde através das unhas, o mais importante é manter a unha sem qualquer tipo de esmalte, pois é a única forma de avaliar corretamente todas as características da unha, como cor, brilho, forma e textura, por exemplo.

Caso seja possível identificar alterações nas características normais das unhas, é recomendado consultar um dermatologista para fazer o diagnóstico do problema e iniciar o tratamento adequado.

Principais alterações das unhas que revelam problemas de saúde

1. Unhas amareladas

As unhas amareladas podem indicar vários tipos de problemas, desde infecção por fungos, psoríase, diabetes ou manchas provocadas pela fumaça do cigarro, no caso de fumantes, por exemplo. Veja como tratar a psoríase em: Tratamento para psoríase.

1. Unhas amareladas1. Unhas amareladas

O que fazer: é aconselhado consultar o dermatologista para avaliar a presença de infecção por fungos ou psoríase na unha e iniciar o tratamento adequado, especialmente quando não se é fumante.

2. Unhas quebradiças e secas

As unhas quebradiças e secas são aquelas que quebram ou lascam muito facilmente e, normalmente, estão relacionadas com o envelhecimento natural ou com o excesso de manicure no salão de cabeleireiro. Porém, também podem ser sinal de deficiência de vitamina A, B ou C, uma vez que são responsáveis por produzir uma proteína que confere força às unhas.

2. Unhas quebradiças e secas2. Unhas quebradiças e secas

O que fazer: é recomendado dar descanso à unha e evitar fazer manicure durante cerca de 2 semanas. No entanto, se o problema se mantiver, é importante consultar um dermatologista para avaliar se existe deficiência de vitaminas. Conheça alguns alimentos com vitamina A: Alimentos ricos em vitamina A.

3. Manchas brancas nas unhas

As manchas brancas nas unhas normalmente são pequenas e difíceis de remover, surgindo principalmente devido a pancadas ou lesões nas unhas, como bater com a unha na parede ou retirar cutículas.

3. Manchas brancas nas unhas3. Manchas brancas nas unhas

O que fazer: deve-se deixar a unha crescer naturalmente até que as manchas brancas desapareçam. No entanto, caso a mancha se mantenha igual ao longo de várias semanas é aconselhado consultar o dermatologista pois pode ser sinal de infecção por fungos.

4. Unhas azuladas

As unhas azuladas, geralmente, são sinal de falta de oxigenação da ponta dos dedos e, por isso, são um sintomas normal quando se está num ambiente frio, por exemplo. Porém, se a cor azul surgir em outros momentos, pode indicar problemas circulatórios, respiratórios ou cardíacos.

4. Unhas azuladas4. Unhas azuladas

O que fazer: é recomendado consultar um dermatologista ou cardiologista caso o problema apareça frequentemente, demore para desaparecer ou surjam outros sintomas. Veja quais os sintomas a estar atento em: Sintomas de doença do coração.

5. Unhas com linhas escuras

As linhas escuras sob a unha são comuns em pessoas com pele escura, porém, quando surgem repentinamente ou se desenvolvem ao longo do tempo podem indicar o crescimento de um sinal debaixo da unha, podendo ser um dos primeiros sintomas de câncer de pele. Conheça outros em: Sinais de câncer de pele.

5. Unhas com linhas escuras5. Unhas com linhas escuras

O que fazer: é aconselhado consultar imediatamente um dermatologista caso a mancha apareça repentinamente ou se desenvolva ao longo do tempo, mudando de cor, tamanho ou forma.

6. Unhas viradas para cima

As unhas voltadas para cima são sinal de que a circulação sanguínea não está conseguindo chegar corretamente ao centro da unha, podendo, por isso, ser sintoma de falta de ferro, problemas cardíacos ou hipotireoidismo, por exemplo.

6. Unhas viradas para cima6. Unhas viradas para cima

O que fazer: deve-se consultar um dermatologista ou um clínico geral para fazer exames de sangue e identificar se é uma carência nutricional que está provocando o problema ou se existe um problema na tireoide ou coração.

Além destes problemas, outra alteração menos frequente é o surgimento de pequenos furinhos ou sulcos nas unhas que, normalmente, estão relacionados com traumas na unha como prender o dedo na porta, por exemplo. Porém, caso não tenha acontecido qualquer trauma na unha, também pode ser sinal de diabetes, alterações hormonais, excesso de estresse ou problemas na tireoide e, por isso, é aconselhado consultar o dermatologista ou o clínico geral.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...