Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento da paroníquia, principais causas e sintomas

A paroníquia, ou panarício, é uma infecção que ocorre na pele ao redor da unha, que se inicia, geralmente, devido a um ferimento na pele, como uma ação traumática da manicure, por exemplo.

A pele é a barreira natural contra microrganismos, assim, qualquer lesão pode favorecer a penetração e proliferação de fungos e bactérias, por exemplo, levando aos sintomas de inflamação, como vermelhidão, inchaço e dor local. Além dos sintomas de inflamação, na paroníquia pode haver presença de pus debaixo ou perto da unha. 

Como é feito o tratamento da paroníquia, principais causas e sintomas
Como é feito o tratamento da paroníquia, principais causas e sintomas

Principais causas

A paroníquia pode acontecer devido a uma lesão traumática realizada pela manicure ao "tirar um bife", morder as unhas ou puxar a pele ao redor, uso de medicamentos e contato direto e frequente com substâncias químicas, como produtos de limpeza e detergente, por exemplo. 

Sintomas da paroníquia

O sintoma mais característico da paroníquia é a inflamação ao redor de uma ou mais unhas que se manifesta através de calor, vermelhidão e dor, normalmente pulsante, na área inflamada. Além disso, pode haver pus debaixo ou próximo à unha. 

Os sintomas podem surgir horas após a lesão no dedo ou ter evolução lenta. Assim, a paroníquia pode ser classificada em:

  • Paroníquia aguda, em que os sintomas surgem horas após a lesão no dedo perto da unha, os sintomas são bem claros e normalmente desaparecem em poucos dias quando tratados. Esse tipo de paroníquia normalmente acontece pela penetração e proliferação de bactérias na região lesionada. 
  • Paroníquia crônica, cujos sintomas se desenvolvem lentamente, os sinais da inflamação não são tão intensos, pode ocorrer em mais de um dedo, normalmente não há pus e está frequentemente associada à presença de fungos. A paroníquia crônica desaparece depois de semanas após o início do tratamento.

De acordo com as características da paroníquia, o dermatologista poderá fazer o diagnóstico e indicar qual o melhor tratamento. 

Como é feito o tratamento 

O tratamento da paroníquia é indicado pelo dermatologista e pode ser feito com antibióticos, corticóides ou antifúngicos dependendo das características e da causa da inflamação. Em alguns casos pode ser necessário realizar a drenagem da lesão para evitar outras infecções e evitar que o processo de cura seja mais rápido. A drenagem é feita no consultório médico através de uma pequena incisão no local com o auxílio de um bisturi.

Além disso, pode ser recomendado pelo dermatologista realizar compressa com água morna no local infeccionado, além de realizar higienização adequada do local.

Para evitar a ocorrência de paroníquia, é importante evitar morder as unhas ou puxar a pele ao redor, evitar cortar ou empurrar as cutículas e, no caso das pessoas que estão em contato com produtos químicos, usar luvas de borracha, assim, as lesões podem ser evitadas. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem